RESENHA

Livro: Qual é a Tua Obra?

Título: Qual é a Tua Obra?
Autor: Cortella. Mário Sérgio
Editora: Vozes
Páginas: 141

Taylon Róger Souza Santos*

 

O autor do livro “Qual é a Tua Obra?” é Mário Sérgio Cortella, que é um filosofo, escrito, educador, palestrante e professor universitário. O Seu livro trata das inquietações propositivas sobre gestão, liderança e ética, que são discussões de como criar uma gestão sustentável.

O livro foi dividido em três partes: gestão, liderança e ética, sempre deixando dicas de como deve ser o comportamento de um líder. Com essa divisão, o livro conseguiu abordar de forma sucinta, com capítulos pequenos, porém, com um bom embasamento filosófico como deve ser uma gestão eficiente e socialmente correta.

Cortella busca ilustrar com exemplos os artifícios que um líder deve usar, alguns desses exemplos é da sua própria gestão, quando ele foi secretário municipal de Educação de São Paulo (1991-1992).

Uma passagem interessante do livro é quando o autor faz uma reflexão sobre a frase: ”sabe com quem você está falando?”, Cortella, começa sua reflexão partindo do nosso lugar maior, o universo, até chegar a nós. Nós estamos em um universo dos muitos possíveis, e esse universo vai acabar um dia. A ciência calcula que existam em nosso universo aproximadamente 200 bilhões de galáxias e uma dessa é a nossa, que é repleta de estrelas, e uma delas é o Sol. Em volta do Sol orbitam oito planetas e um deles é a Terra, e dentro desse planeta existem três milhões de espécies catalogadas e uma delas é a homo sapiens (ser humano), e entre os 7 bilhões de seres humanos um deles é você, e isso, responde a pergunta ”sabe com quem você está falando?”.

Outra reflexão tratada no livro é sobre a "síndrome de Rocky Balboa", ou seja, as pessoas querem obter sucesso mais não querem pagar o “preço”, o autor utiliza o filme do Rocky Balboa, porque no filme a hora do esforço, que é a hora do treinamento, se passa rapidamente, mais na vida real isso não acontece.

Ao decorrer do livro Cortella, traz muitas reflexões como estas, mas é bom salientar que ele não reponde a pergunta qual é a tua obra? Ele apenas indica alguns caminhos para os leitores pensem sobre suas vidas.

Segundo o autor, o líder tem como tarefa esclarecer qual é a obra da sua equipe, porque quando a equipe se sente integrada no seu trabalho, essas pessoas trabalham melhor e acabam sendo mais felizes, pois elas sabem qual a finalidade do seu emprego.

No final do livro Cortella comenta sobre um tema muito falado na filosofia, que é a ética, para ele, a ética pode ser resumida em três perguntas: Quero? Posso? Devo? Quando o indivíduo responde sim para essas três perguntas ele esta agindo de forma ética, e isso, é primordial não só para líder, mas sim para todas as pessoas.

Este livro proporciona uma reflexão ampla sobre “Qual é a Tua Obra?” não só para um gestor, mas para todos os indivíduos que pretendem viver em um mundo melhor, mais justo e mais ético. A gestão de forma inspiradora pode proporcionar bons frutos para a sociedade. Sendo assim, essa é uma ótima leitura para líderes e não lideres que pretendam refletir sobre sua obra.

 

Revisado por Editor do Webartigos.com