RESENHA DO FILME 1492 A CONQUISTA DO PARAÍSO
 
RESENHA DO FILME 1492 A CONQUISTA DO PARAÍSO
 


RESENHA DO FILME 1492 A CONQUISTA DO PARAÍSO

Devemos observar e levar em consideração as transformações que aconteciam na Europa ao final da idade média, durante a transição do feudalismo ao capitalismo mercantil: a necessidade de ampliação das rotas mercantis afetadas pela queda de Constantinopla nas mãos dos turcos, 1453, o que dificultava o comércio das especiarias, leva a Europa a buscar novas alternativas para atender seus mercados. Diante da crise ao final do século XIV, provocadas pelas ? guerras, peste, fome, etc, os europeus foram bastante afetados e foram forçados a aceitar o desenvolvimento do comércio monetário pelos burgos que levo-os à projeção burguesa e ou a criação de uma nova classe social, esta aliada à figura do rei, que irá promover a formação dos Estados Nacionais, são as principais transformações estruturais para a consolidação do Antigo Regime. O que vimos no filme é uma visão romântica, onde mostra Colombo sonhando com o novo mundo, mas sem a preocupação de sequer informar a tragédia da sua consequência: a viagem de Colombo constitui-se num dos principais acontecimentos na passagem da Idade Média para Idade Moderna.
Este evento ficou conhecido como a expansão ultramarina, que levou Portugal e Espanha, movidos pela ganância, poder e a busca de novas rotas comerciais para expandir seus negócios. O pioneiro na expansão ultramar foi Portugal devido sua localização geográfica que tinha em seu porto privilegiado o acesso a todas as embarcações onde obteve o domínio e experiência na arte de navegar. Em contra partida vemos Espanha se lançando ao mar com Cristovão Colombo, na busca pelos metais precisos, etc.
Contudo o filme não mostra toda a tragédia que tal feito veio causar aos povos atingidos e a destruição de suas culturas. E sim a odisséia de Colombo, apresentada através de um cotidiano desgastante, de motins e incertezas tão somente. Sem o apoio português, o genovês ou catalão é acolhido na Espanha dos reis católicos Ferdinando de Aragão e Isabel de Castela. Com Santa Maria, Pinta e Nina, o aventureiro parte do porto de Palos, Espanha, através do oeste rumo ao desconhecido caminho para as Índias até atingir a ilha de Guanani (atual São Salvador). Sem duvidar que ao oriente chegara, realizou ainda mais 4 viagens, tentando encontrar os mercados indianos. Morreu de desgosto em virtude de um outro navegador que de "fato" havia encontrado e registrado o continente Americano ? nome este dado em homenagem a Américo Vespúcio que oficializou o achamento do novo mundo. Graças a um dos filhos de Colombo suas memórias permaneceram até hoje e os mesmos tiveram o reconhecimento pelo fato mais importante de nossa história.
Indico esta resenha, aos acadêmicos de história e aos demais alunos, como fonte de referencia e orientação sobre o filme 1492 a conquista do paraíso.
 
Avalie este artigo:
(3 de 5)
69 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Simone Barbosa
Talvez você goste destes artigos também