Relatório circuitos elétricos
 
Relatório circuitos elétricos
 


 

DISCIPLINA: FÍSICA EXPERIMENTAL

PROFESSOR: BRUNO CÉSAR TUTOR: JOSEMBERTO COSTA

TUTOR JOSEMBERTO COSTA

ALUNA: LEILANY CAMPOS BARRETO

MATRICÚLA: 91011111

 

 

 

 

ATIVIDADE XII

“CIRCUITOS ELÉTRICOS”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pombal, 2012

CIRCUITO ELETRICO

ELETRICIDADE

 

 

Leilany Campos Barreto

 

RESUMO

 

A eletricidade esta presente em praticamente todos os setores das nossas atividades. Graças a ela assistimos a programas de televisão, conversamos com pessoas situadas a milhares de quilômetros, tomamos banho quente, a noite a cidade é iluminada, os alimentos podem ser conservados em baixa temperatura, os aviões podem ser orientados em noites de tempestades, naves espaciais podem chegar a marte...

Pois sabemos que utilização da energia é hoje uma das principais preocupações do ser humano, e uma das formas de aproveitar e utilizar de forma racional a energia é entendendo o princípio de funcionamento do motor elétrico, cuja aplicação é vasta tornando a vida mais rápida, com precisão e o conforto que as batedeiras, liquidificadores, carros, aviões, etc. nos proporcionam.

Então podemos dizer que circuito elétrico é um conjunto formado por um gerador elétrico, um condutor em circuito fechado e um elemento capaz de utilizar a energia produzida pelo gerador.

 

Palavra chaves: Circuito Elétrico. Leis de Ohm. Eletricidade.

 

 

 

 

 

____________________________________________________________________________________________

Universidade Federal da Paraíba Estudante do Curso de Graduação em Ciências Naturais

(Licenciatura a Distância). Polo de Apoio Presencial de Pombal PB “Jario Vieira Feitosa”

[email protected]

 

ABSTRACT

 

Electricity is present in virtually all sectors of our activities. Thanks to her we watch television, talk to people located thousands of miles, take a warm bath at night the city is lit, the food can be stored at low temperature, the planes can be oriented on the night of storms, spacecraft can get to mars ...

For we know that energy use is now a major concern of human beings, and one way to harness and use energy in a rational way is understanding the working principle of the electric motor, whose wide application is making life more quickly, with precision and comfort that the mixers, blenders, cars, planes, etc.. give us.

So we can say that a series electric circuit is formed by an electrical generator, a driver in a closed circuit and an element able to use the energy produced by the generator.

 

Key words: Electrical Circuit. Ohm's Law. Electricity.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

INTRODUÇÃO

 

A parte da física que estuda a interação entre cargas elétricas chama-se eletricidade. É comum se associar a noção de eletricidade a equipamentos, a algo criado pelo ser humano. Mas, na verdade, a eletricidade sempre existiu desde o surgimento do universo.

Então dizemos que a corrente elétrica consiste no movimento ordenado de elétrons é formada quando há uma diferença de potencial (ddp) em um fio condutor. E esse movimento no condutor fica sujeito a uma oposição que é conhecida como resistência elétrica.

No inicio do século 19, o físico alemão Georg Simon Ohm (1787-1854) descobriu duas leis que determinam a resistência elétrica dos condutores. Essas leis, em alguns casos, também valem para os semicondutores e os isolantes.

O cientista alemão realizou várias experiências, medindo estas voltagens (e as correntes correspondentes) quando aplicadas em diversos condutores feitos de substâncias diferentes. Verificou então que, para muitos materiais, principalmente os metais, a relação entre a voltagem e a corrente mantinha-se constante.

Os condutores que obedecem a lei de ohm são denominados condutores ôhmicos. Um condutor ôhmico - Consideramos um condutor, ao qual foi aplicada certa voltagem VAB. Esta voltagem estabelecerá, no condutor, uma corrente i. Variando o valor da voltagem aplicada ao condutor, verificamos que a corrente que passa por ele também se modifica.

Existem materiais, porém, que não obedecem a lei de Ohm, isto é, modificando-se a voltagem que é aplicada a um dado condutor, feito com material deste tipo, modifica-se o valor da resistência deste condutor (a  resistividade do material é alterada pela modificação na voltagem).

Através desses comentários vamos analisar a realização do experimento das leis de Ohm.

 

 

EXPERIMENTO E DISCUSSÕES

 

 

 

Antes de tudo temos que saber o que é um resistor - que é todo elemento que faz a conversão que transforma energia elétrica em energia térmica. Ex: ferro de passar roupas, secador de cabelo, chuveiro elétrico, etc.

 

Exemplos de Resistores:

 

                                                                                                       

                                                                                                                                                                                                 

A função dos resistores elétricos é transformar energia elétrica em energia térmica. Esse efeito é o que chamamos de Joule. 

O nosso objetivo é verificar a consistência da Lei de Ohm.

Vamos aos experimentos das leis:

1ª lei de Ohm

No visual gráfico nós temos o resistor esta sendo percorrido por uma corrente elétrica que vamos chamar de i a sua resistência elétrica vamos chamar de R e essa corrente só é possível se houver uma diferença de potencial entre os terminais desses resistores. Portanto estamos aplicando em seus terminais uma tensão U.

Observou-se que essa tensão U é diretamente proporcional a essa resistência elétrica, daí temos uma relação matemática onde a tensão e igual ao produto da resistência elétrica pela intensidade de corrente elétrica, ou seja, 

Observe nesse visual:

                                                     R

                                                     

 

 

                                                                                                                            U

                                                     U                                                                        i

                                                                                                            i

Logo:   

Portanto essa 1ª lei de Ohm que relaciona a tensão aplicada à corrente que percorre nosso resistor e a resistência elétrica do resistor. Não podemos deixar de esquecer que essa analise foi feita por Ohm mantendo sempre constante a temperatura do resistor por isso ele considera a resistência constante.

“A intensidade de corrente que circula por um condutor é, a cada instante, proporcional à diferença de potencial aplicada às extremidades do mesmo.”

 

2ª lei de Ohm

No visual gráfico nós temos um resistor no formato de cilindro área de seção nos chamamos de A, resistência elétrica vamos chamar de R, esse material possui uma resistividade então nós temos materiais mais resistíveis e materiais menos resistíveis. A resistividade nós vamos representar pela letra grega  e tem o comprimento do resistor que chamamos de L.

                                              R

   P

 

                      A

                                                                      

                                             L

 

A resistência é diretamente proporcional à resistividade, ou seja, quando mais resistivo for o material maior a resistividade que ele oferece. É diretamente proporcional ao comprimento desse material, consequentemente maior será o numero de choque entre as cargas elétricas e os átomos desse material.

Portanto quanto maior o comprimento maior a resistência elétrica. É inversamente proporcional a área, se aumentarmos a área facilitará a locomoção dessas cargas elétricas ai então reduze a resistência.

“A resistência elétrica de um condutor é diretamente proporcional ao seu comprimento e inversamente proporcional à sua seção transversal”

 

As observações realizadas permitem escrever a seguinte relação:

R = p.

R - Resistência elétrica do condutor (W);

r - Resistividade do condutor (W. mm2/m);

l - Comprimento do condutor (m) e

s - Seção do condutor (mm2).

 

CONCLUSÃO

 

Através deste relatório, pode-se notar como funcionam as leis de Ohm que diz, quanto maior o comprimento do condutor – maior a resistência, maior a seção do condutor – menor a resistência, a resistência depende do material. Pois agora sabemos que utilizando a Lei de Ohm podemos analisar qualquer componente de um circuito elétrico.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

<http://www.unb.br/iq/kleber/EaD/Eletromagnetismo/Resistividade/Resistividade.html> Acesso em 16/06/2012.

Acesso em 16/06/2012.

Acesso em 16/06/2012.

Acesso em 16/06/2012.

 
Download do artigo
Avalie este artigo:
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Leilany Campos Barreto Campos
Talvez você goste destes artigos também