Relação entre a máquina e o homem.
 
Relação entre a máquina e o homem.
 
O homem não será dominado pela máquina, pois foi ele que a criou. A não ser que, ele mesmo queira ser refém dela. O que há, na verdade, é uma estreita dependência, que é recíproca. A tecnologia melhora a qualidade de vida, diminui distâncias entre cidades e torna as informações mais rápidas.
Na ausência da tecnologia, cirurgias como tirar o ciso, cuidar de uma fratura exposta, sem anestesia, poderiam ser fatais.
Como então viver sem a segurança de que, se ficasse doente, não teria mais chances de vida? Era complicado. A química pode até criar um remédio eficaz, mas como usá-lo para ajudar várias pessoas? Só através de máquinas para disseminar saúde, espalhar vida. Máquinas de "Raio-X", ultra-sonografia, oftalmológicas, são todas parte da vida de cada um. Saúde está totalmente ligada com a alimentação. E as geladeiras fazem um excelente trabalho conservando certas comidas por meses. O fogão, além de ser muito mais seguro do que fazer uma fogueira, direciona o fogo para onde for a escolha, possuindo até a função de abafar ? forno.
A informação move a economia, transforma decisões e pode alertar cada um para perigos cotidianos. Índices de criminalidade mapeados previnem frequentar certos lugares; índices de inflação induzem a um planejamento maior do dinheiro. E são as máquinas que transmitem a informação, e fazem isso de forma rápida e acessível. O celular é o símbolo da tecnologia. Nele estão incluídas várias funções que auxiliam as pessoas das mais variadas e particulares maneiras. O padrão de vida com a tecnologia é tão fascinante, que por isso a dependência é um processo que não tem mais como ser extinto.
Aquele que se deixa dominar pela máquina, aquele que é viciado, é porque não tem autocontrole. Ela foi feita para ser controlada. Além de auxiliar o homem, ela completa o homem naquilo que não lhe é viável, como na agricultura.
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Hudson Viana
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Hudson Viana, estudante de direito do UniCEUB. Ensino Médio: formado na Escola Preparatória de Cadetes do Exército.
Membro desde junho de 2011
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: