PROPOSTA DE UMA AÇÃO PEDAGÓGICA COM USO DAS TECNOLOGIAS E MÍDIAS EM SALA DE AULA.

PROFESSOR RESPONSÁVEL: ALTINA COSTA MAGALHÃES

JUSTIFICATIVA

As transformações científicas e a aceleração da evolução tecnológica permeiam a sociedade e apresentam novos desafios a todos os profissionais de todos os setores, evidenciando a incorporação das tecnologias em suas práticas profissionais. Essa explosão de novas tecnologias trouxe mudanças profundas sobre a vida do homem pós-moderno. Entre outras a informática, a internet estão mudando o modo de viver, pensar e trabalhar de todos os trabalhadores.

No campo educacional, os desafios impostos pelo acelerado avanço tecnológico estão exigindo do professor consideráveis mudanças no seu fazer pedagógico, porém sabe-se que a incorporação dessa tecnologia no dia-a-dia escolar só tem sentido se contribuir para enriquecer o ambiente de ensino, favorecendo o desenvolvimento integral do aluno, influenciando seu lado social, emocional, crítico e criativo, valorizando o aluno como agente do processo educativo.

A informática veio para estimular a construção do saber, auxiliando a prática pedagógica, provocando o rompimento da relação vertical entre alunos e professores na sala de aula tradicional, fazendo o professor descer do "pedestal", buscando uma aprendizagem mais cooperativa. "[...], cada dia surgem novas maneiras de usar o computador, como um recurso para enriquecer e favorecer o processo de aprendizagem. Isso nos mostra que é possível alterar o paradigma educacional, hoje centrado na aprendizagem." (VALENTE, 1993, p.15).

OBJETIVO

Envolver as novas tecnologias: computador, Internet e a rede de relacionamento ORKUT, para despertar o gosto dos alunos pela leitura, pela produção escrita a fim de transformá-los em leitores capazes de transformar a realidade circundante aliando o conteúdo às TIC?s.

DESENVOLVIMENTO

Este trabalho deverá ser desenvolvido no 1º Ano do Ensino Médio. Alunos com idade entre 13 e 14 anos, que gostam da internet, do computador e de todo esse aparato tecnológico moderno, mas a grande maioria não gosta de ler, não tem o hábito da leitura, não conhece a leitura ? prazer. A literatura não faz parte de suas vidas.

Considerando-se que muitas escolas já contam com um laboratório de informática com internet e sentem a necessidade de aliar ou envolver as novas tecnologias de forma integrada, critica e criativa, visando ao desenvolvimento de cidadãos plenos, e considerando também que muitas vezes só o esforço do professor para que os alunos desenvolvam o hábito e o gosto pela leitura, não é suficiente para transformá-los em leitores. Apresenta-se aqui, uma proposta de ação para que os alunos tornem-se leitores a partir da indicação de títulos e do incentivo dos próprios colegas de sala. Na verdade, pretende-se que um aluno vá incentivando o outro nessa prática prazerosa e necessária que é a leitura.

A ação pedagógica integrando o uso de tecnologia e mídia será desenvolvida a partir da distribuição, feita pelo professor, de um livro: conto, romance ou poesia da literatura brasileira para cada um dos alunos da sala. Estes lerão os livros e em seguidas deverão produzir um texto falando do livro de forma criativa, incentivadora. Os textos produzidos por eles serão corrigidos pelo professor quanto à ortografia, e a pontuação. A novidade é que ao invés dos textos serem lidos ou expostos na sala de aula, será criado um ambiente virtual o ORKUT a fim de que os alunos postem suas produções e conheçam as produções dos outros, proporcionando o entrelaçamento entre aluno, conteúdo e tecnologia. Nesse processo o professor será o facilitador, o mediador da aprendizagem ao mesmo tempo em que aprende com os alunos. Esse espaço virtual será acessado por todos da sala. E a cada novo título lido por um aluno será feito o mesmo processo.
Esta é uma proposta de ação pedagógica destinada aos alunos do 1° Ano do Ensino Médio envolvendo as disciplinas Língua Portuguesa e Literatura Brasileira e as seguintes atividades: leitura, produção textual escrita, postagem dos textos no ambiente virtual e acesso ao mesmo. As tecnologias e mídias a serem utilizadas são: livros, computadores, internet, ORKUT. O tempo cronológico proposto duas semanas ou 10 horas/aulas.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE

O processo de leitura, reflexão, construção de vários tipos de textos, assim como a socialização das produções, postadas no orkut da sala será avaliado observando-se os seguintes critérios: interesse, participação, empenho, desenvoltura, escrita, capacidade de organização textual e argumentação.



CONCLUSÃO


Este é um trabalho elaborado com vistas a favorecer o uso do computador, da internet, da rede de relacionamentos ORKUT, ou seja, das tecnologias e mídias com a prática pedagógica no tocante ao desenvolvimento do prazer de ler, considerando o jovem, o aluno, como sujeito de direitos em processo de desenvolvimento.

Através deste espera-se iniciar um processo de formação de leitores incentivados não só pelo professor, mas principalmente e significativamente pelos próprios colegas de sala. Espera-se também que cada um sinta-se responsável em navegar no espaço virtual, e expressar sua opinião sobre o texto lido e despertar no outro o prazer de ler.

Faz-se necessário salientar que esta não é uma proposta pedagógica pronta e acabada, é simplesmente uma sugestão ou estratégia para incentivar os alunos a adquirirem o hábito da leitura. Deve-se frisar que isso, por si só, não é suficiente para tornar um aluno leitor, mas acredita-se que é um começo para envolver ou aliar o uso das tecnologias e mídias no fazer pedagógico e transformar o processo ensino - aprendizagem. Ressalta-se também que o tempo cronológico estipulado pelo professor para a realização de toda a atividade, vale, apenas para a leitura, produção textual, postagem e acesso ao espaço virtual acerca do primeiro titulo lido pelos alunos. E depois pode ser ampliado, e atualizado à medida que forem lidos e lançados novos textos pelos alunos, prazo que poderá estender-se até o final do ano letivo se for proveitoso e agradável para os alunos. "É sempre o professor que define quando, por que e como utilizar o recurso tecnológico a serviço do processo de ensino e aprendizagem. O professor é sempre o responsável pelos processos que desencadeia para promover a construção de conhecimentos." (BRASIL, 1998, p. 1)


REFERÊNCIAS


ALMEIDA. Maria Elisabeth Bianconcini. Tecnologias e Gestão do Conhecimento na Escola. In: VIEIRA, Alexandre Thomaz; ALMEIDA, Maria Bianconcini; ALONSO, Myrtes (organizadores). Gestão Educacional e Tecnologia. São Paulo. Avercampo 2003. P.113-130.

BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Terceiro e Quarto ciclos do ensino fundamental: Brasília:MEC/SEF. 1998.

CASTELLS, Manuel. A Sociedade em Rede. A Era da Informação: economia, sociedade e cultura. São Paulo. Editora Paz e Terra. 2.003.

D?AMBRÓSIO, Ubiritan. Educar para uma civilização planetária. Salto para o futuro. Boletim. Série Tecnológica e Currículo. TV. Escolas. Brasília. MEC, 2000.

MORAN, José Manuel. A educação que desejamos: novos desafios e como chegar lá. 3° Ed. Campinas. Papirus. 2008.

PERRENOUD, Philippe. 10 Novas Competências para Ensinar. Porto Alegre. Ed. Artmed. 2000.

RAMAL, Andréa. Educação na Cibercultura. Porto Alegre. Ed. Artmed. 2000.


RUIZ, Osvaldo Manuel Castells e a "Era da Informação". 2002.

SILVA, Maria da Graça Moreira. Novos Currículos. Nova Aprendizagem. Tese de doutorado. Programa de pós-graduação em Educação e Currículo. PUC. SP. São Paulo. 2004.

VALENTE, José Antonio. Diferentes uso do computador na educação. Brasília: 1993.
Revisado por Editor do Webartigos.com