PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO
 
PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO
 


Em inglês, Standard Operating Procedure, foi conceituado por Colenghi-1997, como a descrição detalhada de todas as operações necessárias para a realização de um determinado procedimento, ou seja, é um roteiro padronizado para realizar uma atividade. Têm uma importância capital dentro de qualquer processo funcional, cujo objetivo básico é o de garantir, mediante uma padronização, os resultados esperados por cada tarefa executada.

O pop é uma ferramenta de gestão da qualidade que busca a excelência na prestação do serviço, procurando minimizar os erros nas ações rotineiras.

É uma ferramenta dinâmica, passível de evolução que busca profundas transformações culturais na instituição, nos aspectos técnico e político-institucionais.

MANUAL DE PROCEDIMENTOS

É a sistematização de todos os Procedimentos Operacionais Padrão, (POPs) de uma organização. Esta coletânea de procedimentos é de responsabilidade da Direção da organização (ou profissionais designados) e deverá estar completa, atualizada e revisada por profissionais capacitados. As organizações, numa visão mais ampla da atividade, tornaram a padronização de seus serviços e produtos como ponto primordial para conquista de novos clientes e sua perpetuação no mercado. O Procedimento Operacional Padrão, seja técnico ou gerencial, é a base para garantia da padronização de suas tarefas e assim disponibilizarem aos seus usuários um serviço ou produto livre de variações indesejáveis na sua qualidade final.

PRINCIPIOS A SEREM OBSERVADOS NA ELABORAÇÃO DO POP

Segurança= física e jurídica ;

"Física = manter-se vivo, são e salvo;

"Jurídica= legalidade.

"

Simplicidade = fácil entendimento, todos podem fazer.

Objetividade= saber o que, como e quando fazer.

NÍVEIS DE QUALIFICAÇÃO DO POP:

a) Nível 1 - Técnico do POP: É a pessoa diretamente envolvida na implantação do POP;

b) Nível 2 - Multiplicador do POP: É a pessoa formada pelos técnicos/instrutores para difundirem o POP em suas Unidades;

c) Nível 3 - Executor do POP: Pessoas formadas pelos multiplicadores em suas Unidades e que exercem a atividade fim diuturnamente.

CAPACITAÇÃO DO PESSOAL

Inicialmente elaborar um plano visando regular as atividades de ensino visando a formação de Multiplicadores e Executores do Procedimento Operacional Padrão (POP) na empresa, com objetivos de curto, médio longo prazo.

Um bom plano de implantação do POP deve considerar dentre outros, os seguintes aspectos:

a) Dotar os alunos de conhecimentos relacionados ao Procedimento Operacional Padrão  POP, tornando-os aptos a enfrentar situações de complexidade inerentes a sua área de atuação;

b) Formar multiplicadores e executores da doutrina do POP com capacidade de disseminareaplicar o conhecimento no âmbito da empresa;

c) Aprimorar o desempenho das atividades prestadas pelos colabaradores, principalmente levando-os à busca pela excelência profissional.

Os métodos de ensino devem ser conduzidos de forma a atingir os objetivos das disciplinas do curso, utilizando-se dos seguintes procedimentos didáticos:

a) Exposição oral;

b) Debate;

c) Estudo dirigido;

d) Estudo de caso;

e) Estágio (operacional supervisionado);

f) Demonstração;

g) Palestra.

h) Trabalho em grupo.

O conteúdo programático do Curso de executores será conforme o estabelecido no Manual de Procedimento Operacional Padrão a ser aprovado pela direção da organização buscando a aplicar a doutrina do POP no serviço operacional.

O Curso de Multiplicadores capacitar para a formação de executores de acordo com a doutrina do POP, além do conteúdo do Manual do POP, o curso de multiplicadores devera contar com a disciplina de didática para capacitar os multiplicadores a disseminar o conhecimento nas diversas Unidades da organização.

EXEMPLO DE ROTEIRO PARA IMPLANTAÇÃO DO POP NA EMPRESA

Definição, pelo gerente do projeto, do corpo técnico do POP.

Convocação do Corpo Técnico do POP.

Elaboração dos Processos que constituirão o POP

Distribuição dos Processos aos Técnicos para desenvolvimento.

Desenvolvimento do processo pelo Técnico responsável.

Apresentação do processo pelo técnico responsável aos demais técnicos do POP .

Revisão e Homologação do processo do POP apresentado.

Formatação em Mídia do Manual do POP.

Apresentação do Manual do POP a direção da empresa

Realização do "Seminário para Aperfeiçoamento da Ferramenta POP"

Revisão Ortográfica do Manual do POP

Revisão de Formatação do Manual do POP

Impressão do Manual do POPCursos de Qualificação dos Colaboradores, Para Aplicação Pratica do Projeto 

 
Avalie este artigo:
(2 de 5)
13 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Adilson Koch
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
GRADUADO COMO TECNÓLOGO EM ADMINISTRAÇÃO DE PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS PELA UNOPAR, NASCIDO EM 31/03/1975, CASADO, PAI DE DOIS FILHOS, RESIDENTE EM RONDONÓPOLIS-MT, 2º SARGENTO DA PMMT ONDE INCLUIU EM 01/04/1994, EMAIL PARA CONTATO: sgtadilsonkoch@ibest.com.br.
Membro desde julho de 2008
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: