Planejamento Escolar
 
Planejamento Escolar
 


O planejar é uma realidade presente na rotina do homem e na trajetória histórica da humanidade. O homem sempre pensou no que fazer antes de fazê-lo, embora não soubesse que deste modo estaria planejando. Ele pensa sobre o que fez, o que deixou de fazer, sobre o que está fazendo e o que pretende fazer no futuro. Ele usa sua razão, sempre imagina o que pretende fazer, isto é, suas ações. O ato de imaginar, pensar, não deixa de ser uma forma de planejamento, pois quando se pensa numa ação, pensa-se consequentemente no modo como executá-la. 

"Entende-se por planejamento um processo de previsão de necessidades e racionalização de emprego dos meios materiais e dos recursos humanos disponíveis a fim de alcançar objetivos concretos em prazos determinados e em etapas definidas a partir do conhecimento e avaliação cientifica da situação original". (MARTINEZ; OLIVEIRA, 1997 p.11) 

O planejamento está presente em práticas simplórias do dia-a-dia, mesmo que implícito, como o caso da pessoa que, ao levantar-se pela manhã, pensa no seu dia, no que vai acontecer ao longo dele. Como não se tem certeza do que realmente irá acontecer no passar dessas vinte e quatro horas, a pessoa obriga-se a prever, imaginar e tomar decisões. contudo, ela sempre espera tomar as decisões mais acertadas, para que sua ação alcance os objetivos esperados. Mesmo não tendo consciência de que está realizando um planejamento, esta pessoa está fazendo o uso do ato de planejar.

No caso do planejamento escolar, essa tarefa perpassa por vários segmentos e é um equívoco conceber o professor como único responsável pelo sucesso ou fracasso do processo de ensino-aprendizagem, posto que há inúmeros outros personagens de fundamental importância.

O planejamento escolar é uma prática docente que inclui tanto a previsão das atividades em termos de organização e coordenação em face dos objetivos propostos, quanto a sua revisão e adequação no decorrer do processo de ensino. O planejamento é um meio para programar as ações docentes, mas é também um momento de pesquisa e reflexão intimamente ligado à avaliação. Há três modalidades de planejamento, interligadas entre si, o plano da escola, o plano de ensino e o plano de aulas.

O plano da escola é um documento mais global, expressa orientações gerais que sintetizam, de um lado, as ligações da escola com o sistema escolar mais amplo e, de outro, as ligações do projeto pedagógico da escola com os planos de ensino propriamente ditos.

O plano de ensino (ou plano de unidade) é a previsão dos objetivos e tarefas do trabalho docente para o ano ou semestre; é um documento mais elaborado, dividido por unidades sequênciais, no qual aparecem objetivos gerais, específicos, conteúdos e desenvolvimento metodológicos.

O plano de aula é a previsão do desenvolvimento do conteúdo para uma aula ou conjunto de aulas e tem um caráter específico. É um detalhamento do plano de ensino.

REFERÊNCIAS:

 CORREA, Claudia. O planejamento escolar. Disponível em: . Acesso em 02 set. 2011.

GAMA, Anailton de Souza; FIGUEIREDO, Sonner Arfux de. O planejamento no contexto escolar. Disponível em: . Acesso em: 02 set. 2011.

LIBÂNEO, José Carlos. Didática. São Paulo: Cortez, 1994.

 
Avalie este artigo:
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Diôgo Viana Da Costa
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Acadêmico de Licenciatura em Filosofia pela Universidade do Estado do Amapá (UEAP), 6º semestre, com pesquisa na área da Fenomenologia.
Membro desde novembro de 2012
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: