Pensamentos de um lunático
 
Pensamentos de um lunático
 


Dizer que amo as pessoas é o minimo que posso fazer;
Só posso garantir que te amo hoje,
Sou insenssível? É o que você pensa?
Digo que te amo hoje, porque não sei se estarei aqui amanhã;
Dramático?
Não, sincero, a vida é um estado de espiríto;
ter tudo e não ter nada, hoje você pode ser meu TUDO e amanhã meu NADA;
O amor se modifica em relação ao tempo, amar é viver, viver para amar ou amar para viver?
Qual é o mais correto? 
Nem sei se isso existe pois o sentido de certeza, ninguem pode dar...
Certo hoje, errado amanhã,
Se as flores tivessem outros nomes deixariam de exalar o mesmo bom cheiro?
Acredito que não, as coisas são como as conhecemos;
tempo... impiedoso tempo....

John Truth

 
Avalie este artigo:
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de John Truth
Talvez você goste destes artigos também