Pensamentos de um lunático
 
Pensamentos de um lunático
 


Dizer que amo as pessoas é o minimo que posso fazer;
Só posso garantir que te amo hoje,
Sou insenssível? É o que você pensa?
Digo que te amo hoje, porque não sei se estarei aqui amanhã;
Dramático?
Não, sincero, a vida é um estado de espiríto;
ter tudo e não ter nada, hoje você pode ser meu TUDO e amanhã meu NADA;
O amor se modifica em relação ao tempo, amar é viver, viver para amar ou amar para viver?
Qual é o mais correto? 
Nem sei se isso existe pois o sentido de certeza, ninguem pode dar...
Certo hoje, errado amanhã,
Se as flores tivessem outros nomes deixariam de exalar o mesmo bom cheiro?
Acredito que não, as coisas são como as conhecemos;
tempo... impiedoso tempo....

John Truth

 
Avalie este artigo:
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de John Truth
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)

Membro desde abril de 2013
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: