PARA QUE SERVEM OS TERMÔMETROS?
 
PARA QUE SERVEM OS TERMÔMETROS?
 


Termômetros são instrumentos utilizados para medir a temperatura de superfícies e materiais, que nada mais é que o grau de agitação térmica das partículas medidas. Eles podem ser feitos de materiais sensíveis ao calor, como o mercúrio, que apresenta mudança de massa visualmente perceptível de acordo com a quantidade de calor com que entra em contato, são as chamadas substâncias termométricas. Mas também podem ser digitais, que possuem um termorresistor, um componente que muda sua resistência elétrica de acordo com a temperatura a que foi submetido, e a partir de um dispositivo eletrônico ou computador que é responsável por converter essa variação de resistência em graus é feita a medição da temperatura.

A medição da temperatura está sujeita a escalas termométricas. No Brasil, a escala mais utilizada é a Celsius, que varia de 0° a 100°, os países do hemisfério norte costumam utilizar a escala Fahrenheit, com variação de 32° a 212°, onde 32° é equivalente a 0°C. Para efeito de internacionalização, com muita influencia da globalização de investimentos e crescente movimentação de importações e exportações desde o século XIX, foi padronizada pelo no SI – Sistema Internacional de unidades a utilização da escala Kelvin, que mede de 273° a 373°. É possível relacionar e converter temperaturas entre as escalas, por isso uma medida em °C(Celsius) ou °F (Fahrenheit) será a mesma medida em K (Kelvin).

Os termômetros como qualquer mecanismo de medição, devem passar por calibração, um processo de ajuste verificado por um laboratório que deverá assegurar através de diversos parâmetros que os instrumentos de medição, nesse caso, os termômetros, estejam de acordo com regras de qualidade pré-estabelecidas por órgãos responsáveis, a calibração rbc deve ser realizada tanto para termômetros de líquido em vidro, ou substâncias termométricas, quanto para os eletrônicos, que usam o dispositivo termorresistor.

É importante que esse e outros instrumentos de medição estejam dentro das normas técnicas estabelecidas, e dentro da validade das mesmas, pois a medição de temperatura errada pode acarretar problemas com a qualidade final dos produtos. A validade dependerá, não só dos padrões estabelecidos pelos órgãos fiscalizadores, como o Inmetro, mas também da frequência de utilização do instrumento. Sendo assim, a medição correta de temperatura evita o desperdício de material e danos morais e financeiros para a empresa, além de garantir que ela possa participar de processo de exportação e competições. No caso da empresa não estar adequada aos padrões, ela deverá se adequar e pedir uma nova medição.

 
Download do artigo
Avalie este artigo:
4 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Sonia Sanches
Talvez você goste destes artigos também