"OS SETE ESPÍRITOS DE D'US"
 
"OS SETE ESPÍRITOS DE D'US"
 


OS SETE ESPÍRITOS DE DEUS

 alt

Pr. Alexandre Augusto

Igreja do Evangelho Quadrangular

Itajubá/MG

Site  www.pralexandreaugusto.wordpress.com

 

ESTA MENSAGEM IRÁ LHE MOSTRAR ALGO QUE COM CERTEZA VOCÊ PRECISA SABER, PARA EDIFICAR SUA VIDA.

 

TEXTO: Apocalipse - 4

01. Depois destas coisas, olhei, e eis que estava uma porta aberta no céu, e a primeira voz que ouvira, voz como de trombeta, falando comigo, disse: Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer.

02. Imediatamente fui arrebatado em espírito, e eis que um trono estava posto no céu, e um assentado sobre o trono;

03. e aquele que estava assentado era, na aparência, semelhante a uma pedra de jaspe e sárdio; e havia ao redor do trono um arco-íris semelhante, na aparência, à esmeralda.

04. Havia também ao redor do trono vinte e quatro tronos; e sobre os tronos vi assentados vinte e quatro anciãos, vestidos de branco, que tinham nas suas cabeças coroas de ouro.

05. E do trono saíam relâmpagos, e vozes, e trovões; e diante do trono ardiam sete lâmpadas de fogo, as quais são os sete espíritos de Deus;

 

1) INTRODUÇÃO

                Amados irmãos! Quem tiver ouvidos ouça o que o Espírito diz as igrejas. Assim termina todas as cartas que o Apocalipse registra para as sete igrejas da Ásia. Eu espero que os amados irmãos também possam se alimentar dessa palavra, assim como ela me alimentou.

                O livro do Apocalipse é o livro da revelação, um livro escatológico, que contém em suas palavras algo muito superior a mente humana, e que na direção do Espírito Santo pode ser revelado muitas mensagens, e quando eu li estes versículos fui inspirado a escrever esta mensagem, uma mensagem que me ajudou a crescer.

                Estava João preso na ilha de Patmos, uma ilha ao sudoeste de Éfeso, com cerca de 30 km de circunferência, onde este abnegado servo de Deus estava isolado fazendo serviços forçados, após um endemoniado, tal de imperador Domiciano o ter encarcerado ali, devido à perseguição que João sofrerá, pela palavra do Senhor. Mas, sem saber que tudo coopera para o bem daquele que teme a Deus (Rm 8:28), João estava ali devido a um propósito de Dus. O livro de Apocalipse provavelmente tenha sido escrito entre 64 dc a 68 dc, durante o reinado do imperador Nero.

                Nesta ocasião estava João, talvez no entardecer, já cansado do dia de trabalho, exausto, e mesmo assim dobra seus joelhos e vai orar neste momento algo sobrenatural começa a acontecer, Dus começa a arrebatar João para lhe mostrar o que aconteceu, o que está acontecendo e o que haveria de acontecer, então Dus lhe mostrou entre outras coisas, os sete Espíritos de Deus.

 

2) O NÚMERO SETE NA BÍBLIA

                O número sete na bíblia representa a perfeição, todas as vezes que lemos na palavra de Dus a presença do número sete, se observa à perfeição do que Dus fez, do que Ele é ou do que Ele quer que seja feito. Por exemplo, Dus criou a terra e descansou no sétimo dia, mas sabemos que Dus não se cansa, mas Ele estava nos mostrando à perfeição da criação. Em Dt 16:13, Dus manda realizar a Festa do Tabernáculo por sete dias, era Dus querendo que fosse realizado um louvor perfeito. E ainda existem outras tantas vezes em que o poder de Dus se manifesta na presença do número sete, mas entenda isso não é numerologia, mas uma percepção da simbologia de Dus na bíblia, pois devemos saber que a bíblia é um celeiro infinito de mensagens de Dus para o homem, e creio que a humanidade irá passar pela terra e não desfrutará de todas as mensagens nela constadas, por isso alimente-se de tudo que a bíblia lhe der.

                Por isso João escreve as sete cartas para as sete igrejas, ainda fala das sete taças da ira de Dus, as sete trombetas do Apocalipse, os sete cavaleiros, e também os SETE ESPÍRIRTOS DE DUS, do qual falaremos nessa mensagem.

 

3) A VISÃO DE JOÃO

                João começa o capítulo 1, relatando o convite que o Senhor, que com uma voz inconfundível lhe faz, dizendo, sobe aqui meu filho amado, meu querido amigo, servo fiel, pois te mostrarei coisas sobrenaturais. Creio que se fosse nos dias de hoje Dus pediria para ele levar uma máquina digital e uma filmadora para registrar tudo, mas não foi assim, talvez para que nós possamos crer sem ver e não ver para crer. João então é arrebatado em espírito e a primeira coisa que ele vê é um trono e alguém assentado sobre o trono. Era Jeová! Que tinha uma aparência sobrenatural, como pedras preciosas, e ao redor do trono de Jeová estava um arco-íris, que todos sabemos possuir sete cores, mostrando a perfeição da beleza de Dus.

                Ao redor do trono João vê vinte e quatro anciãos assentados em seus tronos, representado a adoração eterna, diária, pois o dia tem vinte e quatro horas. E por que vinte e quatro anciãos e não vinte e quatro jovens? Eu te digo! Por que para adorar a Dus não tem idade, e idoso também dobra joelho. Pois mais a frente João os vê jogando suas coroas diante do trono de Jeová. Há! Eles estavam vestidos de branco, mostrando que para adorar a Dus é necessária a santidade pura. Ainda falta falar das coroas, que representam ser a essência da adoração, o ápice, o auge, da adoração. E justamente do trono saiam relâmpagos e trovões, e que diante do trono ardiam sete lâmpadas de fogo, que nos mostra além do poder de Dus, que sua glória é perfeita, e brilha para sempre.

 

4) OS SETE ESPÍRITOS DE DEUS

                Do trono saíam relâmpagos e trovões, e havia sete lâmpadas que nunca se apagam, pois elas são alimentadas pela glória do todo poderoso, sendo elas os SETE ESPÍRITOS DE DEUS, não que Ele tenha sete Espíritos, mas que seu Espírito tem a formosura da perfeição eterna. Quem é o Espírito de Dus senão o Espírito Santo que na bíblia é chamado de o Espírito de Dus, o Espírito da vida, o Espírito do Senhor, o Espírito Excelente, o Espírito Santo. Sim! Ele estava ali, sendo adorado, pois Ele é Dus, e sendo Ele um Dus perfeito, deve ser buscado por cada um de nós. Então com muita simplicidade e reverência eu lhe mostrarei o que aprendi com a bíblia sobre ter, o buscar e o alcançar, OS SETE ESPÍRITOS DE DUS.

                Gostaria que o amado irmão leitor tivesse a maior reverência ao ler esta mensagem, pois para mim o fato de falar do Espírito de Deus é algo que me estremece o coração. A bíblia diz que certamente o Senhor Dus não fará coisa alguma sem antes ter revelado aos seus servos, os profetas (Am-03:07) e profeta é aquele que dá ouvidos ao que Dus fala e fala o que Dus manda, e eu sou um profeta de Dus.

 

5) A REVELAÇÃO

                Não se pode separar Dus Pai, Dus Filho e Dus Espírito Santo, Ele é Trino. Quando João vê o trono de Jeová, ele esta contemplando o Dus trino, na grandeza de sua glória, na excelência de seu poder, e na sua total majestade.

                A bíblia é sim escrita por homens, e graças a Dus por isso, pois somos a imagem e semelhança dEle, mas estes homens só puderam escrever sob a inspiração do Espírito Santo, então e escritor é o Espírito Santo. O assunto central da bíblia é Jesus, o autor é Jeová e o escritor e o Espírito santo. Quando os olhos do apóstolo João contemplam o Eterno ele se lembra das palavras do profeta Isaías, que em um momento de inspiração celestial nos revelou OS SETE ESPÍRITOS DE DUS, ao falar da pessoa de Jesus, com as seguintes palavras:

 

Isaias-11: 02E repousará sobre ele o ESPÍRITO do Senhor, o ESPÍRITO de sabedoria e de inteligência, o ESPÍRITO de conselho e de fortaleza, o ESPÍRITO de conhecimento e de temor do Senhor.

 

Estes são OS SETE ESPÍRITOS DE DEUS que João viu:

 

a) O ESPÍRITO DO SENHOR

                Este o que concede as habilidades para um Rei, ser Senhor é ser soberano, é ter domínio da situação, é viver no senhorio de sua vida, é não se curvar aos prazeres da carne, e aos encantos de satanás.

 

b) O ESPÍRITO DE SABEDORIA

                Este o que traz o conhecer sem ver, ter a resposta antes da pergunta, é ser sábio tanto no pensar quanto no falar ou no agir. Só o Espírito do Senhor pode nos levar em excelência a algum lugar. Foi o que Salomão pediu, e foi o que ele teve.

 

c) O ESPPÍRITO DE INTELIGÊNCIA

                Este o que da capacidade para desenvolver estratégias, capacita à mente para discernir qual caminho seguir, tomar a decisão certa nas horas mais incertas, ter percepção de tudo. Se a sabedoria dá conhecimento, a inteligência dá capacidade.

 

d) O ESPÍRITO DO CONSELHO

                Este é o que tem a boa palavra, a palavra que produz vida, aquela que se dá sobre o que convém fazer, é o juízo, o ensinamento, é o fruto que produz vida.

 

e) ESPÍRITO DE FORTALEZA

                Este é o que dá energia, segurança, é virtude dos fortes, qualidade de ser forte, traz constância, solidez ao justo. Estabelece os fundamentos para o firmamento, e assim estarmos prontos para o dia da luta.

 

f) O ESPÍRITO DE CONHECIMENTO   

                Este é o que dá a experiência para o discernimento, consciência de si própria, este é o que tem a instrução a perícia a cultura. É o que nos capacita para não cometermos o mesmo erro duas vezes.

 

g) O ESPÍRITO DO TEMOR

                Este é o que dá o sentimento profundo de reverência ou respeito, também o zelo e a pontualidade. Este nos prepara para nos aproximarmos de Dus, e nos colocarmos na condição de adoradores.

 

6) CONCLUSÃO

                Este era o ministério de Jesus, e depois também o ministério do Espírito Santo, mas pode ser visto na vida de alguns cristãos ainda hoje. Se não for o seu caso busque OS SETE ESPÍRITOS DE DEUS para a sua vida, e verás a diferença entre aquele que serve a Deus e aquele que não serve a Deus (ML-03:18)

 

Pr. Alexandre Augusto.

Contato:

0 xx 35.3621.16.17

0 xx 35.9199.71.01

[email protected]    

 
Avalie este artigo:
(4 de 5)
16 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Pr. Alexandre Augusto Pereira
Talvez você goste destes artigos também