Os Avanços Tecnológicos
 
Os Avanços Tecnológicos
 


A velocidade da evolução tecnológica I

A ciência estabeleceu algumas teorias, teses e até experimentos mostrando os passos dados pela humanidade, desde a origem do universo. A rigor, a ciência ainda está engatinhando quando analisarmos os mistérios que ainda precisamos decifrar.

O mote deste artigo é a tecnologia e seus avanços. Não entrei no mérito político e filosófico desta evolução. Evidentemente, um aspecto econômico está inserido no contexto, mas a abordagem principal são os inventos e eventos que trouxeram o homem até os dias de hoje, tecnologicamente falando.

O início de tudo

Os dados levantados de várias fontes mostram que a ciência estabeleceu a origem do universo há 14 bilhões de anos atrás com o Big-Bang. A grande celeuma é o que ocorreu antes do Big-Bang.

O planeta Terra tem sua formação estimada há 3,8 bilhões de anos, a vida incipiente (proteína e matéria orgânica) há 850 milhões de anos. As primeiras plantas, ou os precursores da vida como conhecemos hoje, surgiram há 550 milhões de anos.

Os primeiros indícios de vida humana surgiram há 140 mil anos, mas o ancestral do ser humano de hoje surgiu, segundo historiadores e pesquisadores, há 15 mil anos.

Uma mudança climática teria ocorrido há 8.000 anos, o degelo das montanhas e dos pólos, provocou um aumento de 100 metros no nível dos oceanos. Estima-se que a navegação é iniciada a partir desta situação. A condição climática propiciou o início das terras férteis. Neste período o humano, até então nômade, começa a se fixar na terra e plantar, domesticar animais, e outras atividades primitivas. Surgiram as primeiras ferramentas e o globo começa a ter sua população aumentada. A comida abundantelevou a população dos 30 mil habitantes neste período para 100 mil em pouco tempo. O marco de 300 milhões de habitantes se dá no ano Cristão zero. O primeiro bilhão foi atingido em 1804, o segundo em 1927 e o terceiro em 1960. Em 2007 éramos 6,6 bilhões, e segundo Paul Ehrlich, Tamanho ideal da população da Terra é de 2 bilhões de habitantes.

A comunicação entre os seres humanos é historiada como estabelecida entre 15 e 8 mil anos, começando com grunhidos, barulhos, tambores e finalmente a fala incipiente. Com toda certeza o marco da comunicação foi determinante para nossa caminhada até os dias atuais.

A civilização incipiente

O berço da nossa civilização foi iniciado há 3,5 mil anos, entre os rios Tigres e Eufrates e a formação das primeiras cidades, algumas que chegaram a 40 mil habitantes. Nos locais do Egito, Babilônia, Mesopotâmia e Assíria iniciamos nossa caminhada tecnológica e civilizatória. Podemos inferir que o homem iniciou seu processo de fixação e agricultura há 8 mil anos e em 3,5 mil anos atinge um grau de cultura social e organização. No período entre 6 mil e 3,5 mil anos, destacam-se a criação e utilização da cerâmica, do bronze e de mapas, talvez as primeiras tecnologias que diferenciaram o ser humano dos outros animais.

No período compreendido entre, digamos o berço da civilização e o ano zero Cristão foram de muitos progressos. A bússola, o papel, a escrita, os primeiros passos da química, da física, matemática, astronomia e filosofia.

A roda e as armas com o ferro fundido surgiram nesta época e foram desvirtuadas de sua aplicação, na confecção de produtos e agricultura para invasões dos povos dominadores.

Na China, Japão e no próprio Império Romano, nas épocas que antecederam a virada e o início do calendário Cristão, tivemos muitas invenções e evolução, principalmente a continuidade do progresso das ciências, escrita e o precursor do papel que temos hoje, inventado na China em 400 A.C.

Jesus Cristo teve uma importância muito grande na evolução da humanidade, se não pelo aspecto de tecnologia, pelo aspecto da moral, ética e costumes.

Considerando o tema aqui abordado, vamos dar um salto do período inicial da era Cristã até o renascimento no século XV. A idade média é marcada pelo feudalismo, guerras, pestes e muito pouco progresso se considerarmos toda a evolução da humanidade.

Como destaques, cito a escola de Sagres em Portugal, comparada a NASA dos EUA na época e Gerolamo Cardano que iniciou as discussões sobre eletricidade.A escola foi responsável por diversos inventos e descobrimentos científicos, aprimorou todo conhecimento do passado, melhorou e quebrou paradigmas.

Nos séculos XV, XVI e XVII tivemos as grandes expedições e descobertas. Eventos importantes na evolução, estes períodos foram antecessores de um dos séculos mais importantes para nossa evolução, o século XVIII.

O verdadeiro começo

O ápice do iluminismo se deu com a revolução das ciências, da física, matemática, química, medicina, astronomia e a derrubada do domínio espiritual que cicatrizava ainda as feridas da inquisição e da era feudal.

Grandes inventos, eventos e grandes nomes surgiram e deram o passo definitivo na civilização e no progresso da humanidade no século XVIII. A eletricidade foi um dos pilares que moveram o ser humano.

Na revolução industrial tivemos grandes acontecimentos, no quadro abaixo estão alguns dos mais importantes que foram cruciais e determinantes para chegarmos até aqui.

Ano Evento/Invento Autor 1675 Observa forças elétricas no vácuo Robert Boyle 1698 Motor a vapor Thomas Newcomen 1740 Aço Benjamim Huntsman 1750 Experiência com a descarga atmosférica Benjamin Franklin 1752 Para Raio Benjamin Franklin 1800 Bateria Elétrica Alexandre Volta 1803 Embarcação a vapor Robert Fulton 1807 Iluminação a gás Pall Mall 1808 Locomotiva a vapor Richard Trevithick 1820 Interação entre Magnetismo e Eletricidade André-Marie Ampère 1827 Teoria dos circuitos, lei de Ohm Georg Ohm 1831 Principio do transformador Michael Faraday 1844 Telegráfo Samuel Morse 1876 Telefone Graham Bell 1879 Lâmpada Elétrica Thomas Edison 1882 Sistema de distribuição elétrica Thomas Edison 1885 Motor a explosão Guttlieb Daimler 1892 Sistema de corrente alternada Nikola Tesla 1895 Rádio Guglielmo MarconiNo final do século XIX a engenharia elétrica e a mecânica são reconhecidas como profissão e iniciamos o fabuloso século XX, marcados pela ficção científica e pelas previsões tecnológicas. Ninguém poderia até então imaginar o que estava por vir ou onde poderemos chegar.

O início do século é marcado pela invenção do avião, disputado pelos irmãos Wright americanos e pelo Santos Dumont. Dá-se como a data o ano de 1906 com o vôo do 14 Bis.

Os veículos tomaram definitivamente as ruas tornando-se o meio de transporte mais eficiente. Henry Ford foi um dos maiores responsáveis pela massificação do automóvel em 1908.

A administração, a economia e as ciências eram tremendamente influenciadas pelas descobertas do século passado e os avanços na química, física e matemática. Henry Ford, Fayol, Taylor e outros, ajustavam e aprimoravam a revolução industrial. Linhas de montagem com tecnologia e produtividade iam tomando conta das indústrias criando um ciclo virtuoso, crescimento, prosperidade, emprego e renda.

O mundo mudava radicalmente e a tecnologia começa a suscitar desequilíbrios entre vários países. O resquício do passado de guerras volta a Europa e temos a primeira guerra mundial iniciada em 1914. Anos de disputas políticas, basicamente se desenhava a Segunda Grande Guerra com o apogeu de Hitller e seu poderio militar e tecnológico. Tanto na primeira guerra como na segunda, a tecnologia foi usada e aprimorada. Os avanços da física, medicina, matemática e química continuam. A astronomia e a física ganham a teoria da relatividade com Albert Einstein, novos impulsos e tecnologia surgiriam deste avanço da física.

 
Avalie este artigo:
(3 de 5)
73 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Murilo Prado Badaró
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Economista, empresário e ambientalista. Tenho artigos publicados em sites e jornais do Brasil e trabalhos apresentados em vários congressos do setor energético.
Membro desde abril de 2008
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: