O Papel da Mídia na Sociedade
 
O Papel da Mídia na Sociedade
 


"Qualquer suporte de difusão de informação que constitua simultaneamente um meio de expressão e um intermediário capaz de transmitir uma mensagem a um grupo". Assim definida pelo Dicionário de Português (DP), a mídia é um importante meio de propagação de notícias e comunicação em massa. Considerada o quarto poder vigente no Brasil  e em quase todo o mundo  ela faz muito mais que isso: influencia, determina tendências, age como uma verdadeira "força social" (DURKHEIM), direcionando os cidadãos de acordo com sua vontade.

Não se pode negar a importância da mídia na modernidade e a prova da evolução humana que ela representa, fazendo o mundo se interligar através de um simples "click", onde notícias podem chegar mais rápido ao estrangeiro do que a quem está ao seu lado (o que pode ser exemplificado no caso da "chacina da candelária", em que o presidente norte-americano ate então, George W. Bush, recebeu a notícia antes mesmo de FHC, representante máximo do governo brasileiro em vigor na época). Porém, como em qualquer outro investimento, é o lucro que a mantém ou, no vocabulário midiático, a audiência. E neste aspecto é onde seus maiores defeitos são expostos.

Como já disse Juremir Machado da Silva (em "A miséria do jornalismo brasileiro", p. 23), na era da informação, a maioria da população brasileira continua desinformada e manipulada. Se a finalidade inicial da mídia era informar, hoje é entreter, divertir, abdicar do conteúdo e procurar distrair o público com programas que julga agradá-lo.

Na seleção do que agrada ao público, surge mais um vilão da informação relevante e do conhecimento: os fait divers, que buscam o conteúdo leve, fácil e claro e pouco ou nada acrescentam ao intelectual do interlocutor.

Qual o papel da mídia na sociedade de hoje? Até que ponto os indivíduos receptores são responsáveis pela sua atual mediocridade? O conteúdo e a forma perderam espaço para a visibilidade. Na sociedade onde "o meio é a mensagem" (McLuhan), poucos se dão conta de que a mídia usa seu público para autopromoção e, cada vez mais, esquece seu primeiro, principal e mais belo objetivo de informar e propagar conhecimentos.

 
Avalie este artigo:
(4 de 5)
31 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Eduardo Donida
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Eduardo Araújo Donida, 18 anos. Estudante de Jornalismo da Universidade Federal de Pernambuco.
Membro desde agosto de 2009
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: