Notícias atuais do Sítio do Pica-Pau Amarelo
 
Notícias atuais do Sítio do Pica-Pau Amarelo
 


NOTÍCIAS ATUAIS DO SÍTIO DO PICA-PAU AMARELO

 

 

 

                                                         Meu caro José Bento Renato Monteiro Lobato, ou intimamente, Monteiro Lobato, cumpre-me a nobre missão de informá-lo acerca das novidades que envolvem o Sítio do Pica-pau Amarelo.

 

                                                         Não o faço como fofoca, longe disso! Apenas te ponho a par dos últimos acontecimentos, visto que depois que partiste, em 04 de julho de 1948, muitas coisas aconteceram que te deixarão estupefato, boquiaberto, talvez.

 

                                                         Veja só. Dona Benta casou-se com um empresário da Região de Taubaté (conheces bem este lugar, não?). Seu nome, que quando solteira era Dona Benta Encerrabodes de Oliveira, passou a ser: Dona Benta Encerrabodes Volkswagen  muito chique. Todavia, devido à crise econômica e financeira pela qual passava o país, tiveram que arrendar as terras do Sítio e partir para a cidade grande.

 

                                                         O barão, esposo de Dona Benta investiu horrores na Bolsa de Valores e agora teme pelo pior.

 

                                                         Dona Benta, para ajudar o marido, juntou suas receitas especiais, e enviou à uma emissora de televisão, que a contratou para apresentar um programa culinário feminino nas tardes de segunda a sexta-feira.

 

                                                         E a Tia Anastácia, quem diria? Flertou com Tio Barnabé, até que casaram!!! Danadinha, hein?

 

                                                         Depois que Dona Benta arrendou o Sítio, Tia Anastácia ficou à mingua, pois após o casamento, continuaram morando lá. O arrendatário não mais precisava dos préstimos de Tia Anastácia e Tio Barnabé. Como não tinham para onde ir, procuraram um advogado (formado também no Largo São Francisco, como você!) e este entrou com uma reclamação trabalhista contra Dona Benta.

 

                                                         Soube que a ação ainda não foi julgada, pois o judiciário entrou em greve recentemente, e atrasou tudo.

 

                                                         Como não dava para aguardar o julgamento, e também porque alcançou a idade, ingressou com pedido de aposentadoria junto ao INSS, tanto pra ela quanto para o Tio Barnabé, que é mais velho do que ela.

 

                                                         O pedido foi indeferido, pode? Disseram que ambos não comprovaram o tempo de contribuição. Pudera... como o fariam se estavam aguardando o reconhecimento do vínculo empregatício com a Dona Benta através da sentença do juíz, que já disse, ainda não julgou devido à greve.

 

                                                         Nesse interim, só restou a ambos voltarem ao mercado de trabalho. Ela conseguiu emprego numa casa de família, e Tio Barnabé foi ser vendedor de cachimbo numa loja de Shopping. Bom, pelo menos ele conhece bem a mercadoria...

 

                                                         Tenho certeza que estás chocado. E tem mais...

 

                                                         O Marquês de Rabicó formou-se em engenharia alimentar, e resolveu trabalhar numa indústria de gêneros alimentícios, no setor de controle de qualidade.

 

                                                         Sua função era degustar os produtos e informar se estavam ou não aptos para o consumo.

 

                                                         Degustou tanto que adquiriu uma doença chamada obesidade mórbida. De tão gordo, não conseguia nem sair do lugar!!!

 

                                                         Como o plano de saúde da empresa cobria, resolveu fazer uma cirurgia de redução do estômago. Agora só come alface. Emagreceu muito, e está aprendendo a viver de forma saudável. Brevemente retornará ao mercado de trabalho, não na mesma função, mas como consultor e palestrante sobre artigos de vida saudável.

 

 

                                                         O Conselheiro (aquele sábio burro falante) foi pra Hollywood, e fez uma ponta num desenho animado que ficou famosíssimo, chamado Sherek. Os pais das criancinhas gastam um dinheirão comprando DVDS, e bonecos dos personagens deste filme, inclusive do Burro, quer dizer, Conselheiro.

 

                                                         O Saci inscreveu-se num programa de reabilitação, e foi chamado para testar a mais nova perna mecânica do mundo. Foi parar na China, onde os pesquisadores desenvolveram uma perna mais parecida com a real possível. Quiseram implantar um chipe em sua cabeça, mas como ele se negou a tirar a carapuça, implantaram no braço mesmo. Com o chipe, eles monitoram os movimentos da nova perna do Saci.  A única exigência era que ele parasse de fumar. Lógico que ele aderiu à campanha mundial de anti-tabagismo.

 

                                                         O teste com a perna foi um sucesso!!! Ele literalmente deu pulos de alegria!!! Saiu correndo de lá, e até o momento, de acordo com o satélite, ele está treinando para desfilar no carnaval por uma escola de Samba no Rio de Janeiro.

 

                                                         Pedrinho e Narizinho formaram um ONG, com intuito de preservar as matas, florestas e os animais, com apoio total do Jabuti.

 

                                                         Como Pedrinho sempre foi muito corajoso, foi à luta em defesa da natureza, e o último contato que fez, disse estar em plena selva amazônica, numa campanha contra os grilheiros que desmatam a floresta e vendem tudo a preço vil para mercados internacionais.

 

                                                         Narizinho é responsável por angariar fundos para a ONG e passar adiante as idéias do projeto. Jabuti tornou-se assessor de assuntos aleatórios.

 

                                                         A Emília, como sempre foi falante, irreverente e divertida, pendeu-se para o jornalismo. Formou-se e conseguiu emprego inicialmente numa grande emissora do país, mas como lhe podavam muito, foi para uma outra menos abrangente, mas que lhe davam liberdade de expressar suas idéias. (E quantas idéias, não é?)... Atualmente ajuda Narizinho na divulgação do trabalho feito pela ONG.

 

                                                         Quindim, aquele doce rinoceronte tornou-se artista de circo e foi-se embora com a trupe do conhecidíssimo Circo de Soleil. Está sentindo muita ALEGRIA, por ajudar a continuar passando adiante as tradições circences.

 

                                                         Monteiro, você está sentado? A notícia mais estarrecedora é a que vem a seguir:

 

                                                         Visconde de Sabugosa, sábio como sempre, entrou para a faculdade, e formou-se como sociólogo. Aderiu a vários partidos políticos, sempre com uma postura populista, com ideais transformadores, democráticos e obviamente, sociais.

 

                                                         Posteriormente, tornou-se filósofo, e frequentemente estava em comícios, passeatas e agrupamentos estudantis, com extrema preocupação em mudar a vida das pessoas deste país.

 

                                                         Paralelamente, a Cuca, continuava a fazer suas maldades e sandices. Também entrou para a política, e tinha como companheiro de chapa o Pesadelo. Eram exageradamente ignorantes quanto às necessidades de população. Enxergavam apenas seus próprios interesses. Todavia, as demais pessoas deste partido também coatunavam com estas idéias.

 

                                                         Por ironia do destino, o partido em que era filiado o Visconde de Sabugosa, indicou-o para concorrer nas eleições presidenciais.

 

                                                         A Cuca, percebendo o que fizera o partido do Visconde, candidatou-se também por seu partido.

 

                                                         Vieram as eleições. Antes do dia da votação, foram chamados para os debates Visconde de Sabugosa e Cuca.

 

                                                         Visconde expôs seus ideais, evocando as prioridades, demonstrando as necessidades reais do povo.

 

                                                         Cuca, apenas repetiu o discurso.

 

                                                         Visconde prometeu que até onde pudesse acabaria com a miséria, a fome, a má-eduação, a falta de estrutura na saúde, a ausência de infra-estrutura básica, o analfabetismo, e até questões polêmicas como o aborto foram objeto de sabatina.

 

                                                         Cuca, apenas salientou o que fez anteriormente (nada), e novamente copiou o que dissera Visconde.

 

                                                         Visconde liderava as pesquisas de boca-de-urna. Cuca, ficou muito aquém das expectativas de voto.

 

                                                         Inconformada, fez um feitiço, e logo as pesquisas de opinião começaram a ser positivas quanto à Cuca.

 

                                                         Enfim, o grande dia. Eleitores se prepararam, vestiram-se elegantemente e foram cada qual à sua sessão eleitoral.

 

                                                         Ao final do dia, a apuração. Sabe quem ganhou?

 

                                                         Prezado Monteiro, se não tivesses partido, partirias hoje.

 

                                                         Com cinquenta e cinco porcento dos votos, foi eleita a CUCA.

 

                                                         Desculpe-me se te aborreci com estas notícias, mas me senti na obrigação de atualizar-te. Sei que a realidade é dura, também era no tempo em que estivestes aqui. Muitas coisas são cíclicas, outras não. Infelizmente a única verdade que prevalece é que a memória dos brasileiros é fraca... e é por isso que te escrevo, para que te eternizes na minha.

 

                                                           Em arremate, peço-lhe algo. Se vires Rui Barbosa e Luis Carlos Prestes, diga-lhes também lhes enviarei uma cártula em breve.

 

                                                           Saudades,

                                              

                                                                                    Pollyana Moça.

 

 

 

 

Autor: CINTIA BATISTA SANTOS PEREZ 13/10/2008.

 
Avalie este artigo:
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Cintia Batista Santos Perez
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Advogada. MBA em Direito Imobiliário - FMU. Pós-graduada em Direito Civil e Processo Civil - Faculdade Lelage . Pós-graduada em Direito do Trabalho pela Faculdade Damásio de Jesus. Palestrante na área de Direito do Trabalho. Professora de Direito e Legislação, Administração Jurídica, Organização Emp...
Membro desde março de 2010
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: