Música e Dança na escola
 
Música e Dança na escola
 


                              Música e dança na escola

    A música e a dança são muito importantes na vida das crianças, pois as mesmas já nascem em ambientes musicais diversos, trabalhar música e dança na escola é continuar o universo que a criança já traz consigo, é uma excelente fonte de trabalho escolar porque, além de ser utilizada como terapia psíquica para o desenvolvimento cognitivo, é uma forma de transmitir ideias e informações. Faz parte da comunicação social. A utilização da música e a dança tornam-se relevante porque trabalham conteúdos e conceitos de uma forma lúdica, permitindo a fantasia, momentos esses que as crianças curtem e gostam, fazendo com que a aprendizagem aconteça de uma forma muito mais prazerosa. Ao realizar esse tipo de trabalho, ajuda a melhorar a sensibilidade dos alunos, a capacidade de concentração e a memória, trazendo benefícios ao processo de alfabetização e ao raciocínio matemático. A música exerce grande influência, contribui para o pensamento criativo, provoca movimentação despertando prazer em criar soluções originais. Howard (1984, p. 65), destaca:  “A partir do momento em que a criança entra em contato com a música, começa abranger seus conhecimentos, envolvendo-se com sua sensibilidade e descobrindo o mundo a sua volta, de forma prazerosa. Portanto tem possibilidade de tornar-se um ser crítico e capaz de se comunicar pela diversidade musical. O alfabetizador pode mediar à música e a dança no sentido de contribuir para o processo ensino aprendizagem, utilizando seus vários níveis de alcance, desde a socialização, até o gosto musical da criança”.
    A utilização da música e a dança como um elemento que motiva a aprendizagem é um exemplo de ferramenta que desmistifica a maneira, muitas vezes, estática e monótona do cotidiano escolar e que pode facilitar e enriquecer o processo de ensino e de aprendizagem e construir um amanhã melhor, mais inclusivo e solidário. A prática educativa associada à linguagem musical apresenta maior significação para o desenvolvimento da cognição e a interação entre as crianças. A partir dela, podem-se alcançar diversos objetivos como: a melhoria da linguagem, da coordenação, da percepção auditiva, rítmica, das orientações temporal e espacial, do equilíbrio e, principalmente, da comunicação do educando.

 
Avalie este artigo:
3 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Maria Rita Serrano
Talvez você goste destes artigos também