Motivar Funcionários: A Solução Não é O Que Parece...
 
Motivar Funcionários: A Solução Não é O Que Parece...
 


Quando o problema é a motivação do pessoal, a solução geralmente passa por duas estratégias: recompensas e estímulos. Criam-se programas em que os funcionários são recompensados por uma boa performance e tenta-se estimulá-los chamando palestrantes que deixam o pessoal pensando que pode furar o céu por alguns dias.

Ambas as estratégias são artificiais. Programas de recompensas geram estresse e, dependendo de suas características, competição entre os funcionários. Também dependem do grau de interesse de cada um na recompensa em si. O maior problema porém, é a falta de envolvimento dos funcionários artificialmente motivados pela recompensa na missão e visão da empresa. Eles estão numa corrida pelo ouro e não pelos objetivos da empresa. Eles não vestem a camisa, não defendem a empresa, não têm orgulho do seu trabalho. Tire a recompensa e você terá funcionários preguiçosos e reclamões, que querem mais recompensas para continuarem dando seu sangue pela empresa.

Palestras motivacionais são ainda mais efêmeras. Todo mundo gosta de ver uma pessoa motivada falando sobre coisas que poucos conseguem realizar ou obter, definir e conquistar grandes metas mantendo um nível de motivação constante, obtendo eficácia máxima em todas as atividades este é um sonho para a maioria dos profissionais. Uma palestra, um workshop ou um grande evento de 1 semana num lugar paradisíaco distante não muda permanentemente os hábitos de ninguém. Os funcionários saem eletrizados, mas essa força motriz emprestada cai por terra assim que a realidade começa a bater à porta novamente o que não demora muito para acontecer.

O que poucas empresas se dão conta entretanto, é que a motivação não é a solução para os problemas de produtividade. Em empresas conhecidas por sua eficácia como Microsoft, Google ou HP, tem-se a errônea idéia de que os objetivos são alcançados devido ao alto grau de motivação de seus funcionários. Pergunte aos funcionários da Microsoft o que os motiva e você ouvirá respostas como: minha filha recém-nascida, construir um veleiro e dar a volta ao mundo ou publicar um livro. Você não ouvirá nada como: ajudar Bill Gates a manter-se como o homem mais rico do mundo ou contribuir para o lançamento do novo sistema operacional na data prevista. As pessoas estão interessadas e são motivadas pelos seus próprios objetivos, pelos seus próprios interesses, seja na Microsoft ou na lojinha do Zé da esquina. Mas então como os funcionários da Microsoft estão sempre motivados e os funcionários da lojinha do Zé estão sempre reclamando, faltando trabalho, pedindo aumento e fazendo um trabalho mal feito? Humm, talvez se o Zé desse um aumento e oferecesse algumas recompensas para uma boa performance ele conseguiria mais empenho de seus funcionários? Não, ele só estaria entrando num ciclo vicioso em que as recomenpensas deveriam ser constantemente renovadas e jamais retiradas e mesmo assim ele não teria o coração de seus funcionários, o que a Microsoft tem.

O segredo das empresas de alta produtividade está relacionado aos elementos que fazem um ser humano genuinamente contribuir com seu esforço pessoal para a concretização de objetivos seja numa empresa, numa equipe esportiva ou num grupo qualquer. Estes elementos são: clareza, sinceridade, abertura, comunicação, respeito, desafios, recursos e envolvimento. Independente de suas motivações pessoais, qualquer um gosta de sentir-se parte da conquista de objetivos grupais, faz parte da natureza humana. É preciso clareza quanto a quais são estes objetivos, qual o caminho para se chegar lá e disponibilizar os recursos. Também é necessário que a comunicação vertical e horizontal seja límpida, sem segredos e portas fechadas.

Gosto muito de uma frase de Eugen Emil Pfister Jr: Uma centena de indivíduos apenas motivados não move montanhas. Centenas de pessoas organizadas, com planos, conhecimentos técnicos e funções definidas, equipadas com tratores, explosivos, enxadas, picaretas, pás e tempo necessário darão conta do recado, mesmo que muitos, ao acordar, prefiram estar se bronzeando na praia a remover montanhas. Fornecer aos funcionários portanto, o ambiente ideal para a conquista dos objetivos da empresa com todos os recursos necessários, respeitando-os, mantendo uma comunicação clara e límpida e fazendo com que eles sintam-se parte das realizações é o segredo da produtividade, o fim que as empresas equivocadamente tentam atingir através da motivação.

 

Fran Christy Formada em administração, com especialização em marketing e planejamento estratégico. Autora dos livros Planejamento Estratégico Pessoal,  Manual de Definição de Metas e Manual de Administração do Tempo. CEO da Strategic Deals em Seattle, EUA. Maiores informações sobre a autora, artigos e livros: www.sonhosestrategicos.com

 
Avalie este artigo:
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Fran Christy
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Fran Christy Formada em administração, com especialização em marketing e planejamento estratégico. Autora dos livros Planejamento Estratégico Pessoal, Manual de Definição de Metas e Manual de Administração do Tempo. CEO da Strategic Deals em Seattle, EUA. Maiores informações sobre a autora, artigo...
Membro desde janeiro de 2007
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: