Motivação Organizacional

A motivação é um conceito que se invoca com freqüência para explicar as variações de determinados comportamentos e, se dúvida, apresenta uma grande importância para a compreensão do comportamento humano, um estado interno resultante de uma necessidade que desperta certo comportamento. 

Livro relacionado:

A motivação é um conceito que se invoca com freqüência para explicar as variações de determinados comportamentos e, se dúvida, apresenta uma grande importância para a compreensão do comportamento humano, um estado interno resultante de uma necessidade que desperta certo comportamento. Os usos que uma pessoa der ás suas capacidades humanas dependem da sua motivação, seus desejos, suas carências, ambições, apetites, amores, ódios e medos. As diferentes motivações e cognições de uma pessoa explicam a diferença de cada uma. Alguns psicólogos afirmam que motivação é o desejo consciente de se obter algo, sendo, assim, uma determinante da forma como o indivíduo se comporta. As organizações tentaram, através do modelo mecanicista, impor que o trabalhador separe a realidade da vida profissional. Mera ilusão. A pessoa é um todo, em que convivem razão e emoção, vida pessoal e profissional. A grande luta será preparar de forma mais afetiva as questões pessoais e profissionais. Atualmente o mercado de trabalho está muito competitivo, exigindo que as pessoas estejam em constante inovação. E para que isso ocorra devemos estar sempre motivados em nosso trabalho, pois o nosso desempenho é a garantia de nossa permanência. O objetivo deste trabalho monográfico é esclarecer e ajudar a pessoas à estarem mais motivadas em seu trabalho, tendo assim uma melhor qualidade de vida pessoal e profissional.

1. INTRODUÇÃO

A motivação humana é complexa e por isso tem se tornado uma área de bastante preocupação na teoria e praticas administrativas. Essa preocupação consiste na busca de uma relação mais satisfatória entre o colaborador e a organização. A motivação é uma força interior propulsora, de importância decisiva no desenvolvimento do ser humano. Assim como na aprendizagem em geral, o ato de aprender algo é ativo é não passivo.

Baseado nos conceitos sobre motivação que foram relacionados nesse estudo, definimos motivação como fatores impulsionadores que nos levam as determinadas ações. Na perspectiva organizacional, motivar é incentivar pessoas e equipes a trabalhar da melhor maneira possível através da construção de um ambiente favorável ao desempenho de suas aptidões.

No decorrer desse estudo apresento diversas teorias de diferentes autores, as quais apontam diversos fatores que podem os motivar. Entende-se que nenhum fator por si só é capaz de motivar totalmente o individuo, principalmente porque os motivos humanos variam de pessoa para pessoa, e até mesmo de um momento para outro da mesma pessoa. Sendo assim uma tarefa difícil, pois o comportamento é extremamente complexo, devido às diferenças individuais e devido ao fato de as pessoas mudarem continuamente.

O crescimento dos estudos da motivação se da pela possibilidade de atender os sonhos dos dirigentes de criar um modo que mantenha o homem trabalho, conforme as perspectivas da organização. O estudo da motivação no trabalho é o foco central do trabalho sobre o processo de motivação nas organizações. As teorias da motivação tratam das forças propulsoras do individuo para o trabalho e estão normalmente associadas à produtividade e ao desempenho, despertado interesse de dirigentes.Observando a complexidade e importância da motivação nas organizações atuais e devido sua influencia nos resultados os Executivos e chefes gostariam de ver seus funcionários motivados e integrados com os objetivos da empresa de forma a atingir o maximo de produtividade. Os indivíduos se tornam um meio para a busca dos fins definidos pela organização devido ao uso de padrões organizacionais de motivação da mesma. Afinal, um profissional motivado produz muito mais.

1.1 O PROBLEMA DA PESQUISA

A Topmix Eng. E Tecnologia de Concreto S/A é uma das quinze filiais distribuídas pelo Brasil, sendo sua matriz em Belo Horizonte. A filial Serra onde está sendo realizada a pesquisa possui 48 funcionários, sendo esse quadro distribuído em 8 no administrativo e 40 no operacional.
O problema da pesquisa se encontra em entender em qual nível da hierarquia das necessidades se encontra os funcionários da Topmix filial Serra. O setor operacional que é composto por motoristas de betoneiras e bomba lança e ajudante geral, durante o ano de 2009, tem apresentado problemas de produtividade e alta rotatividade de funcionários devido as condições de trabalho, pois o ambiente de trabalho é quente e normalmente tem expedientes aos sábados. Como descobrir as causas e analisar os métodos utilizados pela empresa para motivar estes funcionários e aumentar a eficiência e produtividade?A hipóteses básica é que o ambiente de trabalho do setor operacional é desfavorável, insalubre, com muito calor devido o trabalho ser realizado em ambiente aberto e o ritmo de trabalho é continuo e acelerado. Outros fatores são o salário e a escolaridade relativamente baixos.
Como hipótese secundaria teríamos que:
? Os funcionários não têm atendidas suas necessidades primárias;
? Não existem instrumentos para estimular as necessidades secundárias

1.2 OBJETIVOS

1.2.1 Objetivo geral

Analisar os aspectos e fatores que afetam a motivação dos funcionários dentro da organização

1.2.2 Objetivo específico

- Identificar as teorias de motivação e sua importância na organização

- Identificar fatores que motivam e desmotivam funcionários em uma organização

- Analisar a motivação, através da aplicação de um questionário, dentro da empresa Topmix Engenharia e Tecnologia de Concreto.

1.3 JUSTIFICATIVA

A escolha do tema deve-se ao fato de se tratar de um assunto em que afeta consideravelmente o desenvolvimento da organização, ao analisar o que afeta a motivação dos funcionários, podemos assim ter uma satisfação mútua, pois os funcionários motivados terão melhor qualidade de vida no trabalho e a organização melhores ganhos seja na produtividade como também no seu andamento em geral.

1.4 METODOLOGIA

A realização desse trabalho se dará através de uma pesquisa bibliográfica, buscando a interpretação e compreensão do tema escolhido, na busca de um aprofundamento sobre o assunto através de livros e monografias com dados pertinentes ao assunto. Buscou-se levantar os estudos sobre a motivação dos funcionários, seu conceito histórico, modelos de motivação.

Este trabalho delimita-se pela realização de uma analise e interpretativa destes dados coletados, buscado neste processo estruturar e começar a construir um trabalho monográfico. A metodologia utilizada é a descritiva através de pesquisas bibliográficas, pesquisa documental e pesquisa de campo.

2. MOTIVAÇÃO ORGANIZACIONAL

Estima ? Auto confiança, auto realização, criatividade, auto desenvolvimento flutuante e complexo. De modo similar, Mascovici ensina que "a motivação o homem logo que satisfaz um desejo logo surge outro, sucessivamente (MASCOVICI, 1995, p. 77; FIORELLI, 2004,p. 123). A simples observação do cotidiano possibilita concluir que as necessidades imediatas não obedecem, sempre a seqüência proposta na hierarquia de Maslow.

Para satisfazer a idéia às pessoas abdicam da satisfação de necessidades de categorias inferiores. Desses ideais elas extraem a energia para lutar até sacrificando a própria vida e de seus seguidores; Indivíduos suportam privações de todas as ordens para preservar seus grupos de amigos, movidos por forças poderosas de origem emocional às vezes com sérios prejuízos físicos e psíquicos; pais de família sacrificam-se para obter estabilidade no lar ou no emprego, muitas vezes suportando privações e sofrimentos; Artistas suportam necessidades notáveis na busca da auto realização que a arte proporciona-lhes.Conforme Fiorelli (2004, p. 123) verifica-se nessas inversões de hierarquia a presença de fatores ligados ao individuo, ao grupo familiar, ao momento histórico, a sociedade. Contudo em cada teoria independente do meio onde vive, das suas necessidades diferenciadas, do seu emocional.

Para estabelecer no trabalho um ambiente de bom relacionamento, por exemplo, quando se é admitido, um dos primeiros passos é a aceitação dos outros funcionários, após é constante a conquista, o apoio do chefe, com isso a energia psíquica promove a motivação para estabelecer outros estímulos esperados (salário permanecia no cargo,...). De acordo com Hckman e Oldham (apudFIORELLI, 2004), o individuo motiva-se para o trabalho quando cinco fatores
ocorrem promovendo o enriquecimento das tarefas e conduzindo a estados psicológicos desejáveis e favoráveis a que isso aconteça: O desempenho no cargo exige aplicação de diferentes habilidades pessoais; O resultado final da atividade permite reconhecê-lo um produto pessoal há uma identificação entre criação e criador; O produto final exerce impacto nas outras pessoas ; Existe um grau de liberdade para decidir sobre programações e procedimentos do trabalho ;O profissional recebe avaliação sobre sua eficácia na realização da atividade.

Ainda para Fiorelli (2004, p.126) outros indivíduos, avessos ao risco representado pelo novo, fixam-se no que fazem (eventualmente utilizam a perícia como técnica de evitação). Perícia possui relação com a auto-estima. Ao se perceber de forma favorável, a pessoa melhora a auto-estima e, com isso, aumenta sua disposição para criar. O verdadeiro perito, longe de se conformar com a repetição, desenvolve a criatividade. Dessa forma conclui-se que os administradores a medida que não estimulam o desenvolvimento da perícia entre inúmeras funções de suas estruturas técnicas e administrativas, comprometem a criatividade e portanto a competitividade de suas organizações.

Mais tarde, são forçados a contratar programas de aumento de criatividade. Pessoas que se reconhecem como peritas manterão seus desempenhos, mas como algumas empresas exigem que as pessoas sejam peritas, não tendo motivação, se tornando um trabalho cansativo e monótono poderá sim despertar a criatividade, mas com pouco êxito, será melhor reduzir sua perícia na execução de cada tipo de serviço. Fiorelli (2004, p. 128) traz que o enriquecimento sócio-técnico consiste em acrescentar ao trabalho a participação em atividades de grupos, proporcionando aos profissionais a oportunidade de satisfazer a necessidades sociais e obter reconhecimento por clientes internos. Como em uma
empresa é prioridade o trabalho em grupo (é daí que surgem as organizações), as pessoas se unem para alcançar um objetivo comum dentro da empresa.

[...]

 
Download do artigo
Revisado por Editor do Webartigos.com
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
MOTIVAÇÃO ORGANIZACIONAL
Membro desde novembro de 2010