Marketing para Salão de Beleza
 
Marketing para Salão de Beleza
 


Em qualquer ramo a inovação pode alavancar as vendas e até ser a chave do sucesso. Isso não difere para o salão de beleza. Abaixo segue algumas dicas de como inovar, além de divulgar e transformar o salão mais rentável.

Inovação

Muitos salões podem carregar o nome do proprietário, ou podem pertencer uma rede. Se for apenas um proprietário, não fantasie nomes. Use o nome do proprietário no salão. Se o profissional é bom mesmo, o corte dele ficará mais valorizado e podendo ser cobrado mais caro.

Uma forma de inovar é não ter horário marcado. Um salão carioca chamado Beleza Natural mudou o conceito de salão, onde não há cabeleireiro fixo com hora marcada, e ainda as funções são divididas como numa linha de produção como numa fábrica. Uma equipe lava, outra corta e outra faz tintura. Dessa forma ouve ganho em escala e redução dos custos. Abaixo você pode assistir o programa Mundo S.A. da Globonews sobre a Beleza Natural.

Parecido com o sistema acima, a cadeia francesa de cabeleireiros Tchip aplicou o conceito de baixo custo (low cost) bem conhecido no mercado da aviação. Usando bem o conceito, os salões do empresário Franck François não atendem com hora marcada, sua equipe de profissionais é treinada para atender 15 clientes diariamente, os produtos químicos são dosados conforme o tamanho do cabelo da cliente e não há café ou revistas. Se paga por qualquer serviço ou produto consumido. A Tchip conta com mais de 300 lojas somente na França, e idéia dele surgiu quando percebeu que o salão lotava na época de descontos, daí resolveu criar um salão com preços baixíssimos que ficasse lotado o ano todo.

Outra forma de diferenciação é atender nichos específicos, tais como crianças ou afros descendentes, pois eles necessitam de atendimento diferenciado. Para crianças, vídeos-game, televisões, cadeiras temáticas e brinquedos são apostas certas.

Atendimento expresso é também uma boa dica para cabeleireiros nas metrópoles. Devido à vida agitada, mulheres têm que fazer de tudo na hora do almoço. Lavagem, corte, escova, mão e pé em apenas 45 minutos! Seu salão até poderia se chamar 45 minutos.

O salão de beleza pode se transformar também num centro de estética, fazendo desde limpeza de pele até drenagem linfática. Tudo depende do espaço e dinheiro a ser investido.

Aparência

Há salões de beleza para todos os gostos e todos os bolsos, mas em comum todas as pessoas gostam de lugares agradáveis para sempre voltarem, por isso capriche na aparência do salão, uniformes e fachada. Se não tem dinheiro suficiente pra isso, ao menos tenha o bom gosto na hora de escolher cores e disposição do espaço. È horrível ler a Veja ou Caras de dois anos atrás. Se dinheiro não for problema, contrate os serviços de um arquiteto e de uma agência de publicidade para criar a identidade visual do salão de beleza. Tenha um café gostoso para servir, chá, bolo, o que for. Agrade os clientes. Trate-os como visitas em sua casa.

Mix de produtos

Procure ter todos os tipos de produtos e serviços correlatos ao seu negócio para oferecer. Depilação e manicure já são esperados. Outros serviços estéticos podem ser agregados ao portfólio. Também podem ser vendidos produtos para o cabelo, dia da noiva, maquiagem e secadores profissionais.

Promoções

Bem, o salão lota todo sábado, não é? Pois bem, o que fazer os outros dias? Adote política de preços diferentes para os dias. Você pode optar por dar um serviço na venda de outro. No corte com tintura, ganhe o pé e a mão. Tente maximizar as vendas durante a semana.

Outra dica é aproveitar os dias festivos. Já pensou em dar um dia no salão de beleza pra sua mãe no dia das mães? Pois bem, faça vouchers e tenha à disposição para vender para essas datas.

Mídia (divulgação)

A não ser que seu salão seja uma rede, anunciar em mídias não pode ser o ideal visto os custos e nesse segmento o boca-a-boca é mais importante. Anunciar pode ser importante para a inauguração do salão ou divulgar alguma promoção especifica.

Você pode fazer parcerias de divulgação com estabelecimentos locais, tais como lojas de moda. Pode oferecer um desconto para as clientes de uma determinada loja e vice-versa para a primeira compra.

Conhecendo o cliente

Vimos diversos tipos de negócios para o salão, desde personalizado até o atendimento em série. Se for optar pela personalização, saiba tratar cada cliente individualmente. Tenha todas as informações dele, tais como nome, data de aniversário, tipo de cortes já utilizados, os profissionais preferidos, ocasiões especiais que venho para o salão, periodicidade com que freqüenta o salão, serviços utilizados, produtos utilizados pelo profissional no cabelo, endereço, telefone, etc. Tudo isso é feito através de programas gratuitos de CRM. Com essas informações é possível dar um atendimento personalizado ao cliente. Por exemplo, podemos medir o tamanho do cabelo da cliente, e informá-la o quanto cresceu desde última visita.

Lembre-se que qualquer ação de marketing a ser feita, deve se avisar os clientes. Se não temos os dados deles, não podemos estudar qual a melhor ação e nem informá-los das sobre as mesmas.

http://semdinheiro.wordpress.com/

 
Avalie este artigo:
2 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Marco Del Giudice
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Publicitário formado pelo Mackenzie com larga escala em permuta entre empresas (Barter) e intermediação de negócios.
Membro desde agosto de 2009
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: