MARKETING DA MARCA BOMBRIL
 
MARKETING DA MARCA BOMBRIL
 


MARKETING DA MARCA BOMBRIL
Jane Pereira de Macêdo¹
Patrícia Pereira Soares de Sousa²
RESUMO
O presente artigo tem como tema a influência da marca "BOMBRIL" no dia a dia das pessoas. O marketing desenvolvido por essa marca tornou se um ícone de decisão na hora da escolha da esponja de aço.
Palavras-chave: Marketing, propagandas, estratégias e fidelização.

INTRODUÇÃO
O marketing possibilita o condicionamento do homem a um determinado fazer, usando para isso a propagandas com textos, imagens, sons e de elementos lingüísticos. Então, podemos dizer que o texto publicitário pode ser textos verbais (escritos ou falados) e não verbais (imagens, sons, cheiros, texturas). As propagandas estão cheias de estratégias de convencimentos, buscando seduzir o consumidor usando linguagens verbais e não ? verbais. A propaganda da Bombril destaca-se pelo grande sucesso na mídia, na qual foi escolhida para pesquisa deste trabalho, que quase não modifica seu cenário usando uma bancada e a logomarca da empresa ao fundo, e o mesmo ator, Carlos Moreno, como o Garoto Bombril há vários anos.

BOMBRIL
Empresa brasileira fundada em janeiro de 1.948, trabalha com produtos de higiene em geral, mas seu principal produto é a esponja de lã de aço que possuem um marketing excelentíssimo. A partir deste marketing tornou-se um ícone imprescindível na vida das pessoas. Onde as donas de casa, acharam a solução para polir suas panelas, limpar vidros, louças e azulejos, marcando assim a história de serem 1.001 utilidades. O produto (esponjas de lã de aço), já passou por várias reformulações, antigamente eram vendidas soltas, como era muito conhecida pela sua qualidade e a concorrência foi surgindo, cria-se um pequeno selo vermelho, depois foi vendido em caixas feitas de papelão e nos dias atuais em sacos plásticos tudo isso para acompanhar o mercado e se sobre sair na inovação além de ficar lado a lado com as necessidades das donas de casa atuais. A marca "BOMBRIL" tem feito sua história na mente das pessoas, com sua marca e também com suas propagandas bem atrativas, usando a imagem de um garoto propaganda que está aí na nossa telinha há mais de 30 anos. Tão costumeiramente muitas pessoas passaram a usar a marca da concorrência, sem perceber que ao colocar em suas listas de compras, estão escrevendo a marca "Bombril", ao invés da outra marca, ou simplesmente esponja de lã de aço.

MARKETING
Para KOTLER ( 2000, p. 30):
" Marketing é um processo social por meio do qual pessoas e grupos de pessoas obtêm aquilo de que necessitam e o que desejam com a criação, oferta e livre negociação de produtos e serviços de valor com os outros".
O marketing visa à satisfação dos clientes em todos os sentidos, ás vezes visando lucro ou não. O marketing preocupa muito com a qualidade do produto, o preço, a distribuição no mercado e seus clientes através de estratégias. Usando como estratégia os 4 Ps, preço, produto, praça e promoção. Produto deve ser obrigatoriamente, esperado e desejado pelo cliente, dentro de duas expectativas e que satisfaçam às suas necessidades. Preço, o cliente procurará um preço justo, que não deve ser muito elevado de modo que o cliente considere que não vale a pena comprá-lo e nem tão baixo que o leve a pensar que há algo de errado com seu produto e/ou serviço, a ponto de recusá-lo. Praça é o preço justo, deve estar ao acesso do cliente. Promoção, divulgar os produtos e/ou serviços aos clientes. Também pode ser usado como estratégia de marketing a performance, os consumidores tendem a basear-se naquilo que há de tangível. Pessoas, qualquer uma que desempenhe algum papel na prestação de serviços ou intermediará a venda de um produto e por fim os processos, no qual o serviço e de suma importância para selar a negociação, exercendo um papel mercadológico fundamental.
Os 4 Cs de Robert Lauterbom- cliente, foco nele. Conveniência são as condições de pagamento, agilidade de compra, entrega, prazos, orientações para uso. Custo para o consumidor, preços baixos e a comunicação, é preciso comunicar para tornar visíveis as facilidades que a empresa está oferecendo ao mercado. Ter um cliente satisfeito não basta, é preciso encantá-lo. Usa se muito a geografia do mercado, onde a empresa por meio do geomarketing analisa, conhece e potencializa o seu desempenho de mercado em cada segmento e setor geográfico de atuação. Visa identificar qual região é mais propícia para o lançamento e distribuição de um determinado produto. É uma ferramenta implícita na estratégia de Marketing, surgiu da necessidade de repartir os mercados de atuação por zonas geográficas, pois cada região apresenta características de consumo peculiar. Atualmente, o geomarketing se expande através de mapas via satélites publicados na internet, GPS e RFID´s, que possibilitam identificar a célula de mercado, o consumo de cada indivíduo. A empresa conseguirá vender seus produtos aos consumidores se existem alguns requisitos básicos:

1) Deve existir alguma pessoa com necessidade que seja satisfeita com a compra do produto;

2) A pessoa deve ter o poder aquisitivo para comprar o produto, e;

3) Condições para efetuar a compra.

Segmentar um mercado significa escolher um grupo de consumidores, com necessidades homogêneas, para o qual a empresa poderá fazer uma oferta mercadológica. O processo de segmentação requer que sejam identificados os fatores que afetam as decisões de compras dos consumidores. Requisitos para a segmentação: o seguimento deve ser identificável, mensurável, acessível, rentável e estável. Antes mesmo que uma empresa possa efetivamente comercializar os produtos delas com os consumidores, ela deve entender plenamente o que você quer e necessita daquele determinado produto. Contudo, o que se deseja de um produto não é o mesmo para todos em um mercado, portanto, existem diferenças reais entre as preferências de produtos. Portanto, as empresas devem estar atentas a esses detalhes das diferenças de desejos. Depois de identificado segmentos de mercado potenciais, esses deveriam ser analisados. Existem diversas formas de segmentação, mas nem todas são efetivas. Os segmentos precisam ser:
Mensuráveis ? Tende ser possível medir o tamanho, poder de compra, e outras características dos segmentos. As preferências de diferenças para os produtos devem ser identificáveis e capazes de ser mensuráveis.
Substanciais - os segmentos são suficientemente grandes e/ou lucrativos
Acessíveis - os segmentos podem ser atingidos e servidos com programas direcionados;
Diferenciáveis - os segmentos são conceitualmente distintos e respondem diferentemente a diversos programas e elementos de marketing-mix. Devem existir diferenças claras nas preferências do consumidor pelo produto.
Acionáveis - programas eficazes podem ser formulados para atrair e servir os segmentos. O processo de selecionar, segmentar, analisar e esboçar um perfil de um mercado potencial para melhor atingi-lo com um composto de marketing customizado é o processo de seleção do mercado alvo. (Penny M. Simpsom, 2001). O processo é composto por oito tarefas que são inter-relacionadas. Abaixo segue as oito tarefas:

1) Identifique o mercado total;

2) Determine a necessidade de segmentação;

3) Determine as bases da segmentação;

4) Trace o perfil de cada segmento selecionado;

5) Avalie a lucratividade potencial de cada segmento e selecione segmentos para se direcionar;

6) Selecione a estratégia de posicionamento;

7) Desenvolva e implemente um composto de marketing adequado; e,

8) Monitore, Avalie e Controle.

Mesmo mostrado em seqüência, na prática a ordem das tarefas pode variar, ocorrendo simultaneamente ou em ordem diferente.
A empresa tendo decidido em quais segmentos penetrar, ela deve decidir que posição deseja ocupar nestes segmentos. Posicionamento de mercado significa conseguir que um produto ocupe um lugar claro, distinto e desejável em relação aos produtos concorrentes na mente dos consumidores-alvos. A empresa pode diferenciar seu produto pelo estilo ou design, pelos serviços que acompanham o produto, ou criar uma marca ou imagem da empresa que diferencie sua oferta. De acordo com Slater (2002) a sociedade contemporânea é materialista, hedonista e narcisista, com preponderância do "ter" em relação ao "ser".
A cultura do consumo molda as ações dos consumidores e as marcas apresentam identidade tão relevante à vida dos indivíduos que eles passam a fazer parte delas (das marcas). Desta forma, em muitos casos a relação do homem com a(s) marca(s) transforma-se em ritos (Douglas e Isherwood, 1979) que são repletos de significados simbólicos. A segmentação de mercado da marca Bombril está crescendo cada vez mais e satisfazendo todos os seus clientes. O mercado de limpeza cresceu mais que a média de toda a cesta de consumo auditada pela Nielsen. O mercado de lã de aço é liderado indiscutivelmente pela marca Bombril, que é sinônimo da categoria e alta de marketing com mais de 60% do mercado. O mercado de detergentes líquidos apresentou uma relativa estabilidade de participações de mercado, e recentemente tem seguido a tendência de segmentação e sofisticação, com o lançamento de novos produtos mais concentrados e mais suaves no contato com as mãos. O mercado de amaciantes também apresenta um grande acréscimo de participação, devido principalmente ao lançamento de novas embalagens. É um mercado muito competitivo com tendências ao crescimento de consumo. O mercado de desinfetantes, dividido em pinho e leitosos, tem se segmentado com a introdução de novas fragrâncias, que realçam mais a limpeza após a utilização dos produtos. Neste mercado a Bombril também é líder com as marcas Pinho Bril e Kalipto. O mercado de saponáceos tem sido marcado pela melhoria tecnológica no desenvolvimento de produtos menos abrasivos, mas com mesma capacidade de limpeza, abrangendo sua utilização e a ampliação seu consumo. A Bombril, com seu Sapólio Radium, também é líder nesta categoria com 70% do mercado.
É através da marca que as empresas - em seus valores e ideais ? entram nas casas e no imaginário coletivo da população e que, a partir daí, pode-se definir o sucesso dos negócios. Marca é a tradução do inglês brand, que vem de branding, utilizado antigamente pelos norte-americanos para designar o processo de marcação com ferro quente feito na identificação do gado. É exatamente isso que acontece: o ferro incandescente da marca se entranha, além da pele, mas na mente das pessoas como uma forma de realizar desejos de consumo. A marca se embrenha no emocional do ser humano moderno de forma complexa, subjetiva e, por essa razão, as empresas capazes de fazer com que sua marca se destaque entre as outras saem na frente na corrida pela tão sonhada fidelização.
Nesse ponto, a evolução no relacionamento com o consumidor pode se transformar na haste de ferro que suporta o brasão da marca ou o balde de água que esfria a chama de sua fixação. A marca é não só o principal ativo intangível da empresa, mas sua essência. A construção da marca deve ser coerente com o valor do produto, se o produto é de alta qualidade, a marca não deve fazer lembrar algo de ruim ou de baixa qualidade.
A marca escolhida por uma empresa pode ter origem no nome do fundador da empresa, de um local, atributo do produto, estilo de vida ou inventado, como exemplo a marca Bombril (que dava um bom brilho aos alumínios, etc.). A marca deve evocar sobre os benefícios do produto, da qualidade, ser curta e fácil de pronunciamento, ser única e original e não apresentar problemas de tradução homônima em outras línguas. Além dessas características deve expressar o valor da empresa que a fabrica, a personalidade e sugerir o tipo de usuário que se identificará ao comprá-la. O sonho de toda empresa é ter sua marca gravada na mente das pessoas. Ser lembrada sempre, fazer parte do cotidiano dos consumidores. Mas o que faz uma marca ser relevante para o consumidor? Um dos maiores exemplos dessa necessidade de relevância é a Bombril. Marca pra lá de sólida e ainda possui grande percepção de valor.
Existem marcas e produtos que criam marcas fortes e duradouras, sendo lembrados através das gerações, e até mesmo tendo seus nomes se tornando parte do vocabulário das pessoas. Como por exemplo: Você se barbeia com uma gilete ou com uma lâmina de barbear?
Você tira xerox ou fotocópia?
Você usa band-aid ou curativo em seus ferimentos?
Você lava a louça com bombril ou com esponja de aço?
Estas e outras marcam criaram um vínculo tão forte com o consumidor que hoje são sinônimos dos produtos que nomeiam. E isso é cada vez mais raro hoje em dia. A Criação destas "marcas que marcam" só foi possível graças à genialidade dos responsáveis pela publicidade das mesmas, que fizeram um excelente trabalho durante os anos. Gênios muitas vezes anônimos, mas merecedores de nosso reconhecimento. A Bombril percebeu que seus usuários mudaram. Não dá mais para ter sucesso falando apenas com as donas de casa, pois é preciso atingir outros públicos, dar a eles uma razão para preferirem Bombril. Tentam descobrir qual o segredo de tanto sucesso da campanha publicitária mais famosa do mundo, que mostra uma relação de cumplicidade entre o anunciante e o consumidor. Vendendo o produto através de um único e exclusivo garoto propaganda, que ao longo dos anos vem mostrando seu desempenho com a empresa e seus consumidores e clientes fiéis.
Os publicitários apostam que a linguagem humorística desenvolvida numa propaganda com excelente roteiro e fotografia sempre é uma boa escolha. Estudar a aceitação em relação aos consumidores, o porquê de marcas famosas que utilizaram o discurso humorístico terem conquistado e ficado na lembrança dos telespectadores.
Fazemos parte de uma sociedade onde é necessário saber se comunicar, temos hábitos e costumes provenientes da nossa cultura. Propagandas que no dia a dia, pode ser caracterizado através de piadas a respeito de questões raciais, sociais, políticas ou de relacionamentos entre as pessoas. Apenas trinta segundos, em média, podem transmitir uma sensação agradável em uma propaganda. Muitas das vezes, o consumidor prefere assistir a algo que transmitirá bons momentos, fazendo por uma instante parte de sua vida, fazendo com que o produto anunciado seja posteriormente lembrado e guardado pelos espectadores com atenção e carinho.
O termo publicidade, segundo Sant'Anna (1998), em sua origem é derivado de "público" - do latim publicus,que é tornar público um fato ou uma idéia, enquanto a propaganda é um meio de divulgação de idéias. A melhor forma de se vender um produto é colocando o individuo a uma propaganda onde irá induzi-lo a necessidade de comprar esse produto, usando assim o cotidiano. Segundo Rossi (apud FEDRIZZI, 2003). É preciso atingir, atrair, chamar a atenção, prender a atenção, persuadir e ainda marcar o consumidor. E nada melhor do que usar propagandas que cativam, emocionam e impressionam conseguir fazer o consumidor rir é um resultado, que é necessário antes de tudo chamar sua atenção.
A marca Bombril é um ótimo exemplo, antigamente, os anúncios eram conhecidos como "reclames", pois as pessoas reclamavam daquilo. Como naquela época eram usadas só mulheres para fazer comerciais e/ ou propagandas,os marketistas perceberam que com isso era um ponto positivo para a marca. Então o garoto propaganda, Carlinhos Moreno, ganhou um personagem onde era tudo muito novo e diferente, mas muito simples. O segredo dessa vida longa do garoto Bombril é a relação com a realidade de todos nós, já estamos marcados de certa forma por ele e a marca Bombril. Ele mostrou nesses 30 anos de Bombril, suas mudanças e criações, como o sucesso de Tiazinha, a agitação do Padre Marcelo, quando estava tendo o brasileirão, a Bombril patrocinava o time dos Santos, onde o garoto propaganda estava lá caracterizado como Robinho, também se vestiu de Ana Maria, Pelé, Charlie Chaplin, Che Guevara, Pikachu, Rubens Barrichello, João Gilberto, Xuxa até o Papa. A campanha publicitária mais longa do século fez história com 1001 utilidades, marcando a vida das pessoas com seus vários personagens.




ECOBRIL
Mesmo a marca sendo sólida e com grande percepção de valor ela ainda apresenta grande responsabilidade ambiental agora à empresa BOMBRIL possui uma linha ecológica que não agride o meio ambiente.
Em tempos modernos o grande atrativo aos consumidores é poder ajudar o meio ambiente em situação emergencial de aquecimento global, a nova linha terá produtos renováveis, naturais dentre outros. Com foco na sustentabilidade e visando à entrada em segmentos fora da categoria de higiene e limpeza, a Bombril deverá apresentar ao mercado, até o final do ano, mais de 150 lançamentos. Dentre eles, produtos automotivos e até do segmento pet estão inseridos no plano estratégico da companhia. Para este ano, a Bombril irá investir R$ 60 milhões em marketing.


CONCLUSÃO

O presente trabalho permitiu a reflexão sobre a influência da marca BOMBRIL na vida das pessoas no dia a dia. E como o Marketing pode conceituar sua segmentação e fazer com que fidelize seus clientes de maneira eficiente.







REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

KOTLER, P. Administração de Marketing, Prentice Hall, São Paulo, 2000.
WEINSTEIN, A. Segmentação de Mercado. Ed. Atlas, São Paulo, 1995.
LINDON D., LENDREVIE J., LÉVY J., DIONÍSIO P., RODRIGUES J., Mercator XXI, Teoria e prática do Marketing, 12.ª edição, Dom Quixote, Lisboa, 2009
http://pt.wikipedia.org/wiki/Geomarketing
http://www.pensandomarketing.com/home/id48.html http://www.osabetudo.com/marcas-que-marcam/http://pt.wikipedia.org/wiki/Geomarketing
http://www.pensandomarketing.com/home/id48.html http://www.osabetudo.com/marcas-que-marcam/ http://www.administracaoegestao.com.br/planejamento-estrategico/tipos-de-segmentacao-de-mercado/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Segmenta%C3%A7%C3%A3o_de_mercado http://www.elciofernando.com.br/blog/2009/08/marcas-que-marcam/ http://mundodasmarcas.blogspot.com/2006/05/bombril-1001-utilidades.html http://www.casodesucesso.com/?conteudoId=34 http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/11802_BOMBRIL+A+MARCA+DE+ACO
 
Avalie este artigo:
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Estudante so 5° semestre de Administração da Faculdade Iesgo.
Membro desde novembro de 2010
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: