Logística- Administração de Materiais
 
Logística- Administração de Materiais
 


1 INTRODUÇÃO

A logística é uma operação integrada para cuidar de suprimentos e distribuição de produtos de forma racionalizada, o que significa planejar, coordenar e executar um processo, visando à redução de custos e ao aumento da competitividade da empresa.Em face do quadro de mudanças no cenário econômico, a logística surge como ferramenta fundamental a ser utilizada para produzir vantagens competitivas.A logística é uma operação integrada para cuidar de suprimentos e distribuição de produtos de forma racionalizada, o qual significará a esta Empresa o planejamento, coordenação, e a execução de um processo de controle de todas as atividades ligadas à aquisição de materiais para a formação de estoques, desde o momento de sua concepção até seu consumo final. É de vital importância à redução de custos e ao aumento da competitividade.
A Logística empresarial nasceu da importância da redução de custos nas empresas e na maior importância que se dá hoje em atendimento das necessidades dos clientes. Quando todos os produtos se tornam iguais, a empresa mais competitiva será aquela que conseguir ser mais eficiente e eficaz, se antecipando a prováveis problemas que possa vir a enfrentar. Some-se a isso, que o mundo está se tornando cada vez mais um mercado global, as fronteiras geográficas estão desaparecendo e a expectativa é que as empresas estejam preparadas para enfrentar as realidades desse novo desafio.

1.1 O PROBLEMA DA PESQUISA

O que fazer para demonstrar a produtividade no processo logístico com a proposta de atender a demanda, visando acima de tudo à superação das expectativas e a inovação de modelo existente?

1.2.1 Objetivo Geral

Demonstrar a produtividade no processo logístico com a proposta de atender a demanda visando acima de tudo à superação das expectativas e a inovação de modelo existente.

1.2.2 Objetivo Específico

? Demonstrar de forma clara e sucinta como a empresa Diaço realiza seu processo Logístico, enfatizando através de uma visão geral do ato da venda até a entrega do produto ao cliente.
? Estabelecer o comparativo de incremento de entrada e saída dos materiais na Empresa.
? Observar o gerenciamento dos estoques e o equilíbrio com o consumo, definindo parâmetros e níveis de ressuprimento.

1.2 JUSTIFICATIVA

O intuito deste trabalho tem como enfoque central um estudo aprofundado nas relações de produtos siderúrgicos comercializados pela Diaço, levando em consideração a perfeita sintonia entre os departamentos específicos para que a logística de entrega que preze exclusivamente a satisfação do cliente. A disciplina procura mostrar a importância estratégica da gestão desses fluxos para as organizações, pois no ambiente empresarial moderno, a competente administração dos materiais é fundamental para a manutenção da competitividade das empresas. Este tema visa no curso de administração um conhecimento de suma importância.

A Logística, quanto à natureza da distribuição física, segundo Kotler (1993 p.392):

Envolve o planejamento, a implementação e o controle dos fluxos físico de materias e produtos finais a partir de seus pontos de origem aos seus pontos de utilização, para satisfazer a necessidade do cliente, visando a um lucro.

1.3 METODOLOGIA
A Metodologia escolhida para a elaboração deste trabalho será em pesquisa de campo, revistas, livros, sites, monografias e experiências profissionais. Além da pesquisa será feito questionários com 01 encarregado de Logística, 03 assistentes de expedição, 01 encarregado do Galpão de estoque e 01 auxiliar faturamento.

O Método adotado é o qualitativo porque permite verificar a natureza o problema e promover a discursão de possíveis soluções.
Segundo Godoy (1995 p.98):
Pesquisa qualitativa não procura enumerar e ou medir os eventos estudados, nem emprega instrumental estatístico na análise dos dados. Parte de questões ou focos de interesse amplos, que vão se definindo na medida em que o estudo se desenvolve. Envolve a obtenção de dados descritivos sobre pessoas, lugares e processo pelo contato direto do pesquisador com os dados estudados.
Com o intuito de demonstrar um bom processo logístico em materiais, será utilizado como referência o setor de Expedição da Diaço, onde se concentram todos os pedidos emitidos pelos vendedores e que a partir da emissão do pedido são montadas as rotas e cargas, confirmando antes a quantidade que se tem em estoque para as respectivas entregas para atender os consumidores.

Ademais, a metodologia aplicada a este estudo é a definida por Vergara (2004) que classifica a pesquisa sob dois aspectos: quanto aos fins e quanto aos meios.

Quanto aos fins trata-se de pesquisa bibliográfica e descritiva. A pesquisa bibliográfica na definição de Vergara (2004, p. 46), é o estudo.

De acordo com Lakatos e Marconi (1999, p. 19), a pesquisa descritiva "delineia o que é, abordando quatro aspectos: descrição, registro, análise e interpretação de fenômenos atuais, objetivando o seu funcionamento no presente".

Quantos aos meios, a pesquisa é de campo, que na definição de Vergara (2004, p´. 51), "é realizada no local onde ocorre ou seja ocorreu um determinado fenômeno ou, ainda, em um local que disponha de elementos, para explicá-la.

2 LOGÍSTICA

Logística é a parte do processo da cadeia de suprimento que planeja, implementa e controla o fluxo e estocagem de bens, serviços e informações relacionadas,do ponto de origem ao ponto de consumo,visando atender os requisitos dos clientes(distribuidores,varejista e consumidores finais).

2.1 CONCEITOS DA LOGÍSTICA
Ballou (1995) Define Logística como:

A Logística trata de todas as atividades de movimentação e armazenagem, que facilitam o fluxo de produção desde o ponto de aquisição de matéria-prima até o ponto de consumo final, assim como dos fluxos de informação que colocam os produtos em movimento, com o propósito de satisfazer níveis de serviços adequados aos clientes a um custo específico.

Segundo Hong (1999), ?? O conceito logístico, existe desde a década de 40, foi utilizado pelas forças armadas norte-americanas.Ela relacionava-se com todo o processo de aquisição e fornecimento de materiais durante a segunda Guerra mundial, e foi utilizado por militares americanos para atender a todos os objetivos de combate da época." ( Pag. 15)

2.2 A LOGÍSTICA ATUAL
Em termos atuais, pode-se dizer que a Logística é a arte da preparação da produção que cuida do planejamento dos materiais, da obtenção de materiais, do planejamento da linha de produção, da alimentação da linha de produção e da distribuição dos produtos finais. A logística moderna passa a ser a maior preocupação dentro das empresas. Ela deve abranger toda a movimentação de materiais, interna e externa à empresa, incluindo chegada de matéria-prima, estoques, produção e distribuição até o momento em que o produto é colocado nas prateleiras a disposição do consumidor final.

2.3 A LOGÍSTICA NO RAMO DE TRABALHO
A Logística pode utilizar o princípio da exclusividade como forma de identificar os custos de cada cliente. Uma idéia que ganha forma como o correto uso da logística é não mais ratear as despesas em função dos produtos, mas fazer um estudo levando em contas as atividades.

3 CARACTERIZAÇÃO DA EMPRESA

A data 31/10/1996 marcou o início de um novo conceito em distribuição de Aço, com o segmento industrial a empresa Diaço Distribuidora de Aço Ltda estabeleceu um plano de metas, investimentos em frota própria, equipamento, treinamento dos colaboradores e infra-estrutura necessária foram concretizados com o objetivo de em cinco anos consolidar a marca, agregando confiança e competitividade junto ao mercado. O resultado alcançou o objetivo antes do esperado.

No ano de 2000 a participação já havia atingido um percentual acima do pretendido. Novas metas e novos desafios Além de oferecer um produto fabricado com as máquinas mais modernas do mercado, ainda têm a opção de oferecer no comprimento determinado pelo projeto.

Com uma frota própria de caminhões, departamento de vendas atuante em todo território nacional e pronta entrega de produtos, a visão da empresa para os próximos anos é a de continuar avançando cada vez mais, para que os clientes estejam sempre satisfeitos e continuem sendo a melhor conquista da Empresa. Ao final de 2003 fecha o ano como o maior distribuidor Usiminas do Estado. A Empresa com a união de todos os seus colaboradores busca crescerem e atingir suas metas com intuito de superar todas as dificuldades que esta já teve e é com muito esforço e força de vontade da parte dos colaboradores a Empresa continua no mercado com um alvo muito importante a qual é atingir suas metas mesmo com obstáculos que possa enfrentar, e estes tipos de obstáculos a qual se classificam em crises, concorrências, despesas etc. Mas mesmo assim a Empresa se esforça para alcançar suas metas e superação de suas expectativas.

3.1 SITUAÇÕES VIVENCIADAS NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO
A situação vivenciada no estágio supervisionado juntamente com a Empresa foi observada que, o objetivo da empresa é tratar de todas as funções e procedimentos que dirige a cadeia de suprimento desde o fornecedor até o cliente. O objetivo da Empresa é a busca na satisfação do cliente com prontas entregas de seus produtos com sua própria frota de caminhões e trabalhando de melhor forma na administração de materiais.

O processo acontece da seguinte forma: Todos os clientes são cadastrados no sistema integrado, e logo após a aprovação do cadastro são lançados todos os pedidos no sistema e data de entrega. Os pedidos são feitos via telefone ou via e-mail, os vendedores entra em contato com os clientes para a confirmação dos pedidos e confirmação da entrega. E depois de confirmado, os vendedores enviam os pedidos via sistema para o Setor de Logística e assim é impresso todos os pedidos e enviados ao Setor de estoque a qual é feita toda a separação. Logo então são feitos os carregamentos dos materiais com a própria frota da Empresa. Tudo é realizado de forma organizada e padronizada de acordo com as normas da Empresa, para superar as expectativas dos clientes e satisfação da Empresa.

A Logística é uma nova fronteira para as organizações das quais deverão saltar da eficiência para a super eficiência através da integração das atividades internas e externas e utilizando toda a tecnologia disponível para a obtenção da produtividade e lucratividade do negócio, e por meio deste conceito logístico a Empresa Diaço tem contribuído para a importância no atendimento aos seus clientes e a lucratividade da Empresa.

A Logística é muito importante na organização, pois visa fornecer a quantidade desejada de serviços aos clientes, objetivando alcançar níveis de custos aceitáveis e competitivos; proporcionar subsídios e condições para que se movimentem da maneira mais rápida e eficaz, contribuir para a gestão comercial da companhia, por meio da confiabilidade e eficácia da movimentação de materiais, bem como nos prazos e metas de atendimento aos pedidos efetuados pelos clientes, são algumas das principais missões dentro da Logística da Empresa Diaço Distribuidora de aço Ltda.

3.2 ANÁLISES DAS INFORMAÇÕES COLETADAS

Na primeira pergunta os funcionários afirmaram que o tempo de entrega de materiais aos clientes é bom, mas eles acham que podem melhorar o tempo, começando mais cedo o carregamento.

Observa-se que na pergunta dois os funcionários disseram que o atendimento é ótimo, pois eles recebem um treinamento para atender os clientes da melhor forma possível.

Na pergunta três os funcionários disseram que o superior imediato está apto para resolver qualquer tipo de problema dentro do setor logístico e principalmente quando acontecem problemas com cargas atrasadas.

Na pergunta quatro os funcionários disseram que o tempo é bom, mas que pode melhorar se admitirem mais colaboradores.

Na pergunta cinco os funcionários disseram que o preço está bem acessível e que os clientes estão satisfeitos com os preços e que pode ficar na mesma tabela.

Na pergunta seis os funcionários disseram que a forma de pagamento está ótima e é por isso que os clientes sempre estão comprando com a empresa, pelo longo prazo.

Na pergunta sete os funcionários disseram que é regular o desempenho dos colaboradores numa entrega urgente, eles deveriam trabalhar mais em equipe e serem mais proativos, principalmente nas entregas de urgência.

Na pergunta oito os funcionários disseram que o Sistema integrado da Empresa ainda tem muitas falhas, a qual acontece muito extravios de pedidos no próprio sistema e a melhoria seria um maior investimento com o sistema, bem como manutenção.

Na pergunta nove os funcionários disseram que a contagem é regular porque ainda há falhas na contagem e cabe aos colaboradores devem ter mais atenção na contagem dos materiais.

Na pergunta dez os funcionários disseram que a frota própria da Empresa é ótimo porque a frota é grande e ajuda no carregamento para longas viagens.




4 CONCLUSÃO

O Presente trabalho trata do entendimento da Logística tanto da integração em administração de materiais, como a distribuição física. O sucesso do negócio depende do perfeito funcionamento de pedidos e entregas, da eficiência da cadeia de distribuição e do correto gerenciamento de estoques.

Uma boa gerência de Logística, voltada para a gestão e integração das atividades e controle da operação, outra encarregada dos custos do departamento, uma terceira responsável pelo faturamento e processamento de pedidos, poderia ser considerada como uma estrutura bem montada numa organização.

O tempo decorrido entre a manifestação do desejo da compra e a entrega efetiva de um pedido é um dos condicionamentos principais da eficácia da Cadeia de administração de materiais em Logística.

Foi identificado o seguinte problema nesse Processo Logístico:

A Empresa tem um sistema integrado a qual todos os pedidos são lançados desde o cadastro do cliente, aprovação e solicitação dos pedidos.
Mas o problema que existe é uma falha constante no sistema, a qual ocorre extravios de pedidos. Os vendedores lançam os pedidos no sistema e o setor de expedição tem acesso a todos. Mas muitos clientes ligam reclamando pelo motivo do não recebimento do material e os funcionários ao consultar o pedido no sistema é detectado que o pedido existe, porém por falha do sistema o setor de expedição não recebeu o arquivo de solicitação de pedidos ou quando é recebido o arquivo, muitos pedidos não estão inclusos por falha do sistema integrado. E isso acaba gerando aborrecimento por parte dos clientes e por fim acabam cancelando os pedidos. Mas nessa situação constante, o Presidente da Empresa está ciente da situação.

Recomendação de solução do Problema: O Presidente da Empresa já ciente dos fatos ocorridos deveria convocar o Gerente do setor e a equipe para uma reunião, descrevendo as falhas do sistema. Logo abrir um chamado ao técnico e passar todas as informações mediante a um relatório. O técnico então fará o seu trabalho, de manutenção ao sistema para melhorar o andamento da organização, pois é direito da organização uma manutenção no sistema já que foi um investimento alto. E assim evitar cancelamento de pedidos e perdas dos clientes.


5 REFERÊNCIAS

BALLOU, Ronald H. Administração de Logística Empresarial. São Paulo: Editora Atlas, 1993.

VERGARA, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em Administração. 5º edição. São Paulo: Atlas, 2004.

NOVAES, A. G. Logística e Gerenciamento da Cadeia de Distribuição: estratégia, operação e avaliação. RJ: Campos, 2001.

CHRISTOPHER, Martin. Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos ? Estratégia para a redução de custos e melhoria dos Serviços. São Paulo: Pioneira, 1992.

MARTINS, Petrônio Garcia. Administração de Materiais e recursos Patrimoniais. São Paulo: Saraiva 2000.

HONG, Yuh Ching. Gestão de estoques na cadeia de Logística Integrada. São Paulo: Atlas. 1999.

CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à Teoria da Administração. 5ª edição. São Paulo: Makron Books, 1997.

VIANA, João José. Administração de Materiais ? Um enfoque Prático. 1ª edição, Editoria Atlas, São Paulo 2002, pg. 367.

KOTLER, Philip. Administração de Marketing. São Paulo: Atlas 1993.

GODOY, Arildo Schmidt. Introdução à Pesquisa Quantitativa e suas Possibildades. Revista de Administração, São Paulo, 35, n.2 , pg. 57-63 , mar/abr. , 1995.


ANEXOS

1. Como você avalia o tempo de entrega de materiais aos clientes?
( ) ótimo ( ) bom ( ) regular ( ) ruim

2. Como você avalia o atendimento do seu Setor Logístico ao cliente?
( ) ótimo ( ) bom ( ) regular ( ) ruim

3. Como você avalia Seu superior imediato na solução de problemas com carga atrasada?
( ) ótimo ( ) bom ( ) regular ( ) ruim

4. Como você avalia o tempo de separação de materiais no setor de estoque?
( ) ótimo ( ) bom ( ) regular ( ) ruim

5. Como você avalia os preços de materiais de sua empresa com o cliente?
( ) ótimo ( ) bom ( ) regular ( ) ruim

6. Como você avalia a forma de pagamento de materiais com o cliente?
( ) ótimo ( ) bom ( ) regular ( ) ruim

7. Como você avalia o desempenho dos colaboradores para uma entrega urgente?
( ) ótimo ( ) bom ( ) regular ( ) ruim

8. Como você avalia o sistema integrado de Logística de sua Empresa?
( ) ótimo ( ) bom ( ) regular ( ) ruim

9. Como você avalia a organização de contagem de materiais no estoque da Empresa?
( ) ótimo ( ) bom ( ) regular ( ) ruim

10. Como você avalia a frota própria de cargas da Empresa?
( ) ótimo ( ) bom ( ) regular ( ) ruim
 
Avalie este artigo:
2 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Talvez você goste destes artigos também