HABACUQUE: ...EXULTAREI O DEUS DE MINHA SALVAÇÃO
 
HABACUQUE: ...EXULTAREI O DEUS DE MINHA SALVAÇÃO
 


...EXULTAREI NO DEUS DA MINHA SALVAÇÃO.
(Habacuque 3.18b)


Eduardo Veronese da Silva


Os registros bíblicos não trazem a genealogia do profeta Habacuque. Sabe-se pouco ou quase nada a seu respeito. Seu nome em hebraico significa "abraço ou o que abraça". Especula-se que possa ter sido um músico levita a serviço do santo templo em Jerusalém. É o oitavo dos doze profetas menores que viveu em Judá, provavelmente em Jerusalém, no fim do século VII a.C., durante os últimos dias de Josias e no reinado de Joaquim.

Antes de apresentar o detalhamento acerca dos três capítulos apresentados no livro, oportuno inserir as assertivas:

É muito fácil amar ao Senhor quando Ele nos atende naquilo que tanto desejamos;
É muito fácil obedecê-lo quando suas ordens nos dão satisfação e contentamento;
É muito fácil confiar Nele quando o dia está ensolarado e a mesa farta.

E quando todas as portas estão sendo fechadas para você? E a enfermidade bate a sua porta? Tudo que você faz dá errado? E quando pessoas se levantam contra você sem qualquer motivo aparente? E se tivermos que sacrificar o nosso bem mais precioso (como foi o casão de Abraão)? Será que teremos força e facilidade para O adorar e glorificar o seu Santo Nome?
Basicamente, é isso que está evidenciado no livro que leva o nome do profeta. Ele estava testemunhando a "vitória" de um povo totalmente ímpio (Babilônicos ou Caldeus) sobre seus contemporâneos (Judá). Inicialmente, não estava entendendo nada daquilo e começou a questionar a Deus.

Cap. 1: QUESTIONAMENTOS DO PROFETA DIRECIONADOS A DEUS.

Porque um povo mais iníquo (Babilônia) do que o nosso está assolando nossa nação (Judá ou Jerusalém)? O profeta deixa bem claro esse questionamento no versículo 4 e 13b:

Hc 1.4, 13b: Por esta causa, a lei se afrouxa, e a sentença nunca sai; porque o ímpio cerca o justo, e sai o juízo pervertido? [...], por que, pois, olhas para os que procedem aleivosamente e te calas quando o ímpio devora aquele que é mais justo do que ele?

Esta indagação de Habacuque é uma das duas perguntas mais antigas feitas pelas civilizações (passadas e presentes) a Deus. Entretanto, foram feitas por um homem de grande Fé. Assim, vale destacá-las:

1ª ? Por que Deus demora tanto em castigar a iniqüidade (e seus propagadores)?
2ª ? Por que nossas orações geralmente não são prontamente atendidas por Deus?

Arrisco-me a responder tais questionamentos:

Primeiro, porque os planos e propósitos de Deus para a humanidade, não são os mesmos que os nossos. Ele proporciona ocasiões e circunstâncias para que as pessoas (que não conhecem o seu Poder; ignorantes) possam conhecê-lo através da sua Palavra (ouvir a pregação do Evangelho), conforme está escrito no livro de Romanos 10. 14,17:

Rm 10.14,17: Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? [...] De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.

Segundo, por que muitas vezes pedimos coisas supérfluas (pedimos mal) e que não estão alinhadas com os planos que Deus tem traçado para nossas vidas. De acordo com o registro do livro de Tiago 4.2-3:

Tg 4.2-3: Cobiçais e nada tendes; sois invejosos e cobiçosos e não podeis alcançar; combateis e guerreais e nada tendes, porque não pedis. Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites.

Caso Ele respondesse rapidamente nossas orações (pedidos), poderíamos nos desviar de seus caminhos. Talvez, quem sabe, Ele dê um tempo para que nós reflitamos sobre os nossos pedidos, na esperança de que venhamos a mudá-lo.

Cap. 2: RESPOSTA DE DEUS AO PROFETA

Deus declara que já está reservado o dia para a destruição dos ímpios. E que a solução dos problemas apresentados em Judá viria no "tempo determinado". Por isso, nós devemos esperar com paciência no Senhor, conforme transcrito no Salmo 40.1 "Esperei com paciência no Senhor, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor".

O livro de Eclesiastes no Cap. 12.14, confirma o fim esperado para aqueles que praticam o mal: "Porque Deus há de trazer a juízo toda obra e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau".

Portanto, por mais que pareça demorar a resposta de Deus, devemos depositar toda nossa confiança e esperança n?Ele e o socorro virá, porém, no seu tempo. Nós (justos) devemos estar firmados na Fé e Confiança em Deus. Esta fé deve conter o significado de estar firme e continuar na retidão dos seus caminhos.
O profeta Habacuque no Cap. 2.4, assegura: "[...]; mas o justo, pela sua fé, viverá". Esta mesma afirmação está registrada nos livros de Romanos 1.17 e Hebreus 10.38.

Rm 1.17: Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé.
Hb 10.38: Mas o justo viverá da fé; e se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele.

Cap. 3: A ORAÇÃO DE HABACUQUE

Depois de ouvir a resposta de Deus e entender seus propósitos, Habacuque reage de forma a apresentá-lo uma oração sob forma de cântico (Doxologia ? hino de louvor a Deus). Compreendeu que o servo de Deus deve buscar incessantemente viver pela fé e a confiar na sabedoria do Altíssimo.
Conhecendo a Deus e sabendo do pecado cometido pelo povo (Judá), começa no versículo 2 a pedir ao Senhor que apareça entre seu povo com nova manifestação de poder. Ora para que se lembre da misericórdia em tempos de aflição e angústia.
Nos dia de hoje não é diferente, devemos clamar ao Senhor para que manifeste sua misericórdia e poder sobre nossas vidas, para que haja uma renovação espiritual (mudança de comportamento e atitude) no meio do seu povo.
E mesmo que as dificuldades apareçam (a figueira não floresça) e não consigamos enxergar uma solução (a videira não produza o seu fruto), devemos lançar toda nossa ansiedade em seus braços (nos alegrarmos e exultarmos o seu Santo Nome) e, com certeza, Ele enviará o socorro.


EDUARDO VERONESE DA SILVA
Presbítero da Assembléia de Deus ? Cariacica/ES
Subtenente da PMES.
Bacharel em Direito ? FABAVI/ES
Especialista em Direito Militar ? UCB/RJ
Contato: [email protected]
 
Avalie este artigo:
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Eduardo Veronese Da Silva
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
- Licenciatura em Educação Física - UFES; - Bacharel em Direito - FABAVI/ES; - Especialista em Direito Militar - Universidade Castelo Branco/RJ; - Palestrante em Dependência Química, Violência e Drogas.
Membro desde abril de 2010
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: