FAMÍLIA NEVES
 
FAMÍLIA NEVES
 


Neves é um sobrenome português de origem cristã, desde a Idade Média, deriva da invocação de Nossa Senhora das Neves. Na Idade Média, muitas famílias de ascendência árabe adotavam sobrenome de origem religiosa portuguesa na esperança de protegerem suas famílias, atraindo assim bons fluidos e afirmando sua posição de católicos fervorosos perante a sociedade imperial da época. No Brasil, Jerônimo Ribeiro Neves, homem de negócio da praça do Rio de Janeiro, natural da Vila de Guimarães em Portugal, filho de José Ribeiro e de Domingas da Silva de Macedo, neto do lado paterno de Antonio Francisco Ribeiro e Antonia Nunes , Antonio Francisco Ribeiro e Margarida Gaspar Neves; e pela parte materna, bisneto de Domingos Gomes de Macedo e Domingas da Silva. Historiadores afirmam que membros dessa família vieram para o Brasil, no período do domínio de Portugal, dentre eles quatro irmãos que estabeleceram-se em Vila Rica (hoje, a cidade de Ouro Preto), em Minas Gerais. Um deles foi para o Rio de Janeiro; outro para São Paulo e outro para a Bahi. Essa familia se espalhou, mas manteve uma forte tradição em Minas Gerais, com destaque para o presidente Tancredo Neves. Silva Neves também é uma combinação desse sbrenome de uma antiga família estabelecida no Pará, procedente do Tenente Coronel Antônio da Silva Neves, de 1770 a1844, que deixou geração do seu casamento por volta de 1805, com Ana Benta de Lima. Seus descendentes foram aparentados com as famílias Perdigão, Seabra, Carneiro Junqueira, Amorim, Andrade, Reis Brazão, Figueira, etc. (Carlos Barata - Famílias do Pará, VIII, 68; XI, 368).
Em Pernambuco há Neves em todas as microrregiões, desde Recife a Salgueiro, Belém do São Francisco, Cabrobó, Terra Nova e Parnamirim. Antonio de Sá Neves era de Salgueiro, nasceu ainda no periodo da Monarquia, no final do século XIX, tinha toda a sua família na Fazenda Barra do Mororó, em Terra Nova e foi prefeito da antiga cidade de Leopoldina de 1930 a 1934, que hoje é Parnamirim. Antonio de Sá neves era filho de Ubaldo Raymundo de Sá, o Major Ubaldo, e Maria Umbelina de Carvalho e Sá (Dona Cota), sendo seus avós paternos Raimundo de Sá Araújo e Maria Alves de Carvalho e avós maternos Antonio de Sá Araújo Neves e Umbelina Maria da Conceição.
Há em Parnamirim pessoas com esse sobrenome em diversas atividades, principalmente em serviços públicos, tais como: saúde e educação. Dessa família Sá, consta em registros do cartório de Terra Nova no Livro 1, já do periodo da República o assento de nascimento de vários irmãos de Antonio de Sá Neves, nascidos na Fazenda da Barra do Mororó, em território pertencente à Vila de Terra Nova e Município de Leopoldina, são eles: Anna de Sá Neves, nascida a 07/01/1905, Florêncio de Sá Neves, nascido a 28/07/1906, Mariana de Sá Neves nascida em 28/0601908, Jerônimo de Sá Neves, nascido a 06/06/1910, Amelina de Sá Neves, nascida a 21/10/1912 e Elvira de Sá Neves, nascida a 13/04/1914. No cartório consta que todos foram registrados no mesmo dia, talvez devido às dificuldades de deslocamento, na época, da fazenda à vila mais próxima. (Ver cópias dos registros em anexos). São descendentes de Antonio de Sá Neves: Djanira de Sá Almeida (viúva de Severino Simões de Almeida) e Nelson de Sá Neves (da Timbaúba).
 
Avalie este artigo:
2 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Djalmira Sá Almeida
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Djalmira é pernambucana de Terra Nova- Pe. Aprendeu as primeiras letras na Fazenda Surubim. Estudou em Parnamirim - Pe de 1962 a 1972. Mudou-se para o Paraná aos 16 anos. Formou-se em Letras/Anglo em Cascavel-Pr. Possui Especialização, Mestrado e Doutorado em Filologia e Linguística de Língua Por...
Membro desde junho de 2008
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: