Dislexia: Distúrbios De Aprendizagem
 
Dislexia: Distúrbios De Aprendizagem
 


Maria Zita Rodrigues [1]

Resumo: Este artigo discute a dislexia distúrbio de aprendizagem. É questionada como os educadários e os professores de língua portuguesa lidam com portadores da dislexia. Argumenta-se que relacionamento entre disléxico e professor e algo automático, pois a dislexia é ainda encarada como doença e não como distúrbio que pode ter tratamento.

Este artigo objetiva discutir a dislexia: distúrbio de aprendizagem. A dislexia foi denominada antigamente, de dificuldade, especifica de aprendizagem da leitura e escrita. 1 

Não trata de uma doença, mas de uma dificuldade de aprendizagem que trabalhando pode melhorar. Este distúrbio não não impede de desenvolver intelectualmente, pois muita gente famosa é portadora da dislexia, tais como: Tom Cruise, Leonardo da Vince, Pablo Picasso e o escritor Ronald Davis, isto não os impediram de desenvolver profissionalmente, o distúrbio foi uma dificuldade capaz de ser superada.

Segundo Davis [2]Ter dislexia não faz de cada disléxico um gênio, mas é bom para auto estima de todos os disléxicos saberem que suas mentes funciona exatamente do mesmo modo que as mentes de grandes gênios, também é importante saberem que o fato de terem um problema com leitura, escrita, ortografia ou matemática não significa que sejam burros ou idiotas, a mesma função mental que produz um gênio pode também produzir esses problemas.

A dislexia é tratada como um grande problema e percebe que o disléxico tem um cérebro como de um gênio, sendo capaz de desenvolver qualquer atividade, pois como já citado anteriormente   o distúrbio não impediu grandes lideres de se  desenvolver, sendo assim este problema não é motivo para o fracasso.

No entanto esta dificuldade existe e afeta muitas pessoas como se fosse obstáculo para impedir toda a carreira de um estudante, por isso muitas pessoas estão contribuindo para que os disléxicos possa se desempenhar e perceber que a dislexia pode ser superada.

Segundo a ABD (Associação Brasileira de Dislexia) de 10 a 15% da população Brasileira são disléxico e os estabelecimentos ainda não estão preparados pedagogicamente para lidar com os disléxicos.

"O uso da expressão distúrbio de aprendizagem" tem se expandindo de maneira assustadora entre os professores, apesar da maioria desses profissionais nem sempre consegue explicar claramente o significado dessa espressão ou os critérios em que se baseiam para utilizá-la no contexto escolar.[3]

Para muitos educadores os alunos portadores de algum distúrbio são tidos como os "burrinhos, os preguiçosos, meninos que não querem saber de fazer nada". Pois estes professores não têm conhecimento de que estes alunos são portadores de algum distúrbio e que deveria ter uma atenção especial, pois a dislexia é algo que pode ser trabalhada, para que o portador não seja tão sofrido em sua vida estudantil, pois se os professores tivessem conhecimento da dislexia não teria tantos alunos que chegam até abandonar a escola.

[1]  Ajuriaguerra 1990

[2] Davis 2004 

[3] Colares e Moysés (1992, 1993) apud Jardini (2003 )

 
Avalie este artigo:
(3 de 5)
7 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Maria R
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
RODRIGUES, Maria Zita, Montes Claros MG. granduada em Letras Português/Espanhol Pesquisadoura do distúrbio de aprendizagem Dislexia. - Publicações Dislexia em Cena: Doença ou Distúrbio na aprendizagem? - Dislexia Distúrbio de Aprendizagem - Distúrbio de Aprendizagem entre a Leitura e Ecrita no ...
Membro desde março de 2008
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: