Conheça o mercado imobiliário de niterói e maricá
 
Conheça o mercado imobiliário de niterói e maricá
 

A Região Oceânica de Niterói e Itaipuaçu estão cada vez mais sendo atraídos por companhias e novos moradores. Contendo alto possibilidade de crescimento e desenvolvimento financeiro e em sua infra-estrutura, a província tende a ser avaliada pelo ramo imobiliário como resultado simples da escassez de opções residenciais na cidade de Niterói. As vistas da Região Oceânica de Niterói e de Itaipuaçu já não são também as próprias de uns anos atrás.

Com a intensiva busca por moradia nessas 2 áreas, o crescimento no número de habitantes que fixaram suas moradias por lá, deixando de usar seus imóveis para veraneio, trouxe a reboque a vontade de pequenas, médias e grandes corporações pra essas duas áreas.

Mais um fator o qual se encontra colaborando para o aumento de Itaipuaçu, por exemplo, vem a ser a saída dos moradores de Niterói e até do Rio de Janeiro, em busca de mais tranquilidade e preços de imóveis mais em conta.

Os preços dos alugueis no RJ e Niterói obtiveram aumentos vertiginosos, chegando em diversos casos até a triplicar de valor. Com isto, os primeiros locatários não encontram-se conseguindo renovar seus acordos, fazendo com que descubrissem Itaipuaçu, parte ainda tranquila, com pequenas taxas de criminalidade, e alugueis mais baixos se comparados aos trabalhados nas cidades de Niterói e Rio de Janeiro. No momento ainda é possível alugar imóveis em Niterói (em poucas regiões) e em Itaipuaçu possuindo quantias dentre R$600,00 e R$1.800,00, dependendo da estrutura oferecida, valores bem sedutores pra classe média.

Itaipuaçu e Região Oceânica de Niterói vem mostrando o maior crescimento de toda a área metropolitana do Rio, inclusive esta informação já foi divulgada em âmbito nacional em grandes meios de comunicação. Vem a ser da mesma forma a área de maior expansão da classe média, possuindo indíces anuais de uma ordem de dez por cento ao ano, sendo que no que refere-se a Itaipuaçu e redondezas, este crescimento chega a 39%.

Investir na Região Oceânica há diversos anos atrás era uma experiência inovadora para certas construtoras e empreiteiras de fora da região, constantemente julgada como uma possibilidade de risco. As companhias chegavam seduzidas via qualidade de vida da região. Hoje em dia, Itaipuaçu e Região Oceânica encontram-se uma realidade no setor imobiliário de todo o estado do Rio de Janeiro, contendo demanda real e promoções diversas.

Niterói se destaca entre as três principais alternativas de setor imobiliário no Rio, sendo que os índices do desenvolvimento social e financeiro da região, proporcionam uma grande taxa de absorção, segundo uma imobiliária em Niterói, e uma considerável referência de custos, facilitando a viabilidade de projetos e permitindo liquidez. Os lugares possuindo maior infraestrutura de comércio, transporte e serviços, encontram-se entre os mais pesquisados em virtude de moradia, e consequentemente, investimento das incorporadores.

Até pouco tempo, Itaipuaçu e a Região Oceânica de Niterói eram locais inóspitos, que só possuíam praias e vegetação. Nos dias de hoje, são as regiões que mais recebem investimentos e irão se tornar, rapidamente, a Barra da Tijuca de Maricá e Niterói.

 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Prof Augsto Nogueira
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Professor Augusto Nogueira.
Membro desde outubro de 2011
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: