COMPETENCIAS QUE AS EMPRESA BUSCAM NUM PROFISSIONAL DE LOGISTICA
 
COMPETENCIAS QUE AS EMPRESA BUSCAM NUM PROFISSIONAL DE LOGISTICA
 


AS COMPETÊNCIAS QUE AS ORGANIZAÇÕES POTENCIALIZAM NA FORMAÇÃO DE UM GESTOR DE LOGÍSTICA, ORIENTADO PARA UM COMPORTAMENTO ÉTICO.
Convivendo num mundo corporativo de mudanças bruscas e inesperadas e outras tantas também devidamente planejadas e organizadas, e a cada dia com o aumento da competitividade e da tecnologia do conhecimento. Percebemos que as organizações vêm buscando um profissional de logística cada vez mais situado neste mundo com as constantes variáveis que tem se apresentado.
Assim procuraremos analisar quais competências que as organizações potencializam na formação de um gestor de logística, orientado por um comportamento ético e transparente à luz da analise de escritos de alguns autores sem, contudo querer esgotar tal tema, pois as mudanças estruturais decorrentes desta continua transformação, não nos permiti realizar tal tarefa.
A área de logística deixou de ser meramente gerencial e passou a ter muita técnica envolvida (FOLLMANN-2011), partindo deste principio cada vez mais as empresas tem investido na área de logística que tem sido um setor que tem despertado a necessidade de profissionais que tenham características inovadoras e um perfil ousado para o desempenho da função. Empresas têm criado gerencias e diretoria especifica para cuidar da área de logística que deixou de ser uma função interna se expandindo para a gestão de suprimentos.
Uma das características mais defendidas por estudiosos da área e a capacidade de liderança que o gestor de logística precisa desenvolver, quanto a isto (NICHOLSON,2001) declara "existe uma grande diferença entre o que os eruditos dizem a respeito de liderança e o que as pessoas vêem acontecendo a sua volta" por isto e necessário ao líder um comportamento extremamente ético e respeitoso, com todos que estão a sua volta, com a organização a qual ele pertence e principalmente com as responsabilidades inerentes a sua posição.
Nicholson também defende que os lideres nascem prontos e não são criados defendendo a seleção natural da liderança, ou seja, o ser humano já nasce com esta qualidade de liderar pessoas e que tais habilidades não são, ou não podem ser desenvolvidas, o que discordamos, pois liderança não é algo que vem com a genética mas sim com o aprendizado do dia a dia e com as experiências adquiridas advindas de cada situação.
Também as organizações requerem de seus gestores que eles tenham a capacidade de ter um bom relacionamento interpessoal, corroborando com isto (LAU,2011) diz que "o desenvolvimento interpessoal e a psicologia organizacional, são duas das inúmeras variáveis que interferem na produtividade, na comunicação, no desenvolvimento da confiança e na cooperação entre colegas. As atitudes dos colaboradores são nitidamente relevante as organizações, pois as posturas negativas significam simultaneamente, indícios de problemas subjacentes e causas que determinarão problemas futuros". Vê-se por esta afirmação a grande necessidade de um gestor de logística ter um bom relacionamento interpessoal com as pessoas da organização, já que a área de logística também vai envolver outros setores e pessoas dentro da organização.
As empresas não buscam somente um gestor de logística que tenha conhecimentos técnicos, mas um profissional capaz de saber lidera ter um bom relacionamento interpessoal e que seja alguém capaz de estar sintonizado com as necessidades de mudança, que o mundo globalizado tem imposto às empresas. A tecnologia da informação e uma das variantes que a todo o momento esta sendo modificada, e cabe ao gestor também dominar esta área, que é de fundamental importância na execução de suas atividades.
(FOLLMAN,2010) descreve que seus gestores tenham formação e conhecimento em técnicas gerenciais, com capacidade de entender todas as interrelações dos diferentes setores da empresa, para que as decisões logísticas levem em consideração outros fatores: finanças, produção, estoques, capacidade da mão-de-obra, etc. ele conclui dizendo que num futuro próximo, os atuais gestores da logística podem tornar-se os diretores da empresa.

O mundo corporativo não absorve mais aqueles gestores que querem se tornar especialistas, hoje empresas têm potencializado aquele profissional que tem a capacidade de se adaptar as mais diversas situações gerenciais, pessoas que tenham a capacidade de liderança, que desenvolva relacionamentos saudáveis dentro das corporações que dominam a tecnologia de informação e que a todo o momento esteja buscando conhecimentos. O profissional que não conseguir desenvolver tais habilidades estará fadado a não ter espaços num mercado competitivo que tem absorvido cada vez mais profissionais que tem um compromisso com a ética e com a responsabilidade social, algo que tem sido defendido e ampliado por grandes organizações.
 
Avalie este artigo:
(3 de 5)
7 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Weliton Senna França
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Apaixonado pelo que faz, tricolor baiano e paulista, formado em Logistica Faculdade Unijorge. Teologo em formação, palestrante motivacional, treinamento de lideres contatos:[email protected] [email protected]
Membro desde abril de 2011
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: