cha
 

Introdução

Quando se pensa em potência masculina na mentalidade popular brasileira ideias de força e agressividade vem à mente.

O chá é de conhecimento popular que relaxa e diminui a agressividade assim no Brasil ao unir essas premissas concluem que leva a impotência.

O conhecido chá mate leão e o de canela são de consumo popular.

Esse artigo visa refletir com base no conhecimento cientifico atual se é verdade ou mito.

A impotência masculina ou disfunção erétil 

Definição

Livro relacionado:

O chá é uma bebida preparada através da infusão de folhas, flores, raízes de chá, ou Camellia sinensis. Geralmente é preparada com água quente. Cada variedade adquire um sabor definido de acordo com o processamento utilizado, que pode incluir oxidação, fermentação, e o contato com outras ervas, especiarias e frutos. O chá é a bebida mais consumida no mundo.

O chá pode causar impotência? MITO! O chá irá trazer apenas benefícios para os homens.

A origem etmologica da palavra chá

O carácter chinês para chá é 茶, mas tem duas formas completamente distintas de se pronunciar. Uma é 'te' que vem da palavra malaia para a bebida, usada pelo Dialecto Min-nan que se encontra em Amoy.

 

Outra é usada em cantonês e mandarim, que soa como cha e significa 'apanhar, colher'. 

Esta duplicidade fez com que o nome do chá nas línguas não chinesas as dividisse em dois grupos:

Línguas que usam derivados da palavra Te: alemão inglês, dinamarquês, hebraico, húngaro, finlandês, indonésio, italiano, letão, tamil, sinhala, francês, holandês, espanhol, arménio e latim científico.

Línguas que usam derivados da palavra Cha: hindi, japonês, português, persa, albanês, checo, russo, turco, tibetano, árabe, vietnamita, coreano, tailandês, grego, romeno, swahili, croata.

Historia do chá 

Historicamente, a origem do chá como erva medicinal útil para se manter desperto não é clara. O uso do chá, enquanto bebida social data, pelo menos, da época da dinastia Tang.

Pois com o tratado de Lu Yu ,conhecido como o primeiro tratado sobre essa bebida com caráter técnico no século VIII,define o papel da China como responsável pela introdução do chá no mundo

No inicio do séc. IX, a cultura do chá foi introduzida no Japão por monges budistas que levaram da China algumas sementes que se desenvolveu rapidamente.

O chá experimentou nestes dois países - China e Japão - uma evolução extraordinária, abrangendo não só meio técnico e econômico, mas também os meios artísticos, poéticos, filosóficos e até religiosos.

No Japão, por exemplo, o chá é protagonista de um cerimonial complexo e de grande significado.

Inicialmente, foi o Japão responsável pela divulgação da utilização do chá, fora da China, porém sua chegada a Europa não foi rápida.

Referências antigas na literatura europeia a respeito do chá, mostram o relato de Marco Pólo em sua viagem e que o português Gaspar da Cruz teria citado o chá numa carta dirigida ao seu soberano.

Já a sua importação para o continente europeu ocorreu no início do séc. XVII pelos holandeses, em função do comércio que então se estabelecia entre a Europa e o Oriente.

A partir do século XIX na Inglaterra, o consumo de chá difundiu-se rapidamente, tornando-se uma bebida muito popular. Essa popularidade estendeu-se aos países com forte influência inglesa, como os Estados Unidos, Austrália e Canadá. Hoje, o chá é a bebida mais consumida em todo o mundo. 

O chá experimentou nestes dois países - China e Japão - uma evolução extraordinária, abrangendo não só meio técnico e econômico, mas também os meios artísticos, poéticos, filosóficos e até religiosos.

No Japão, por exemplo, o chá é protagonista de um cerimonial complexo e de grande significado. 

A chegada do chá à Europa não foi rápida.

Os dados mais antigos que se encontram na literatura européia a respeito do chá são atribuídas a Marco Pólo, no relato da sua viagem, e ao português Gaspar da Cruz, que teria citado o chá numa carta dirigida ao seu soberano.

Já a sua introdução no continente europeu ocorreu no início do séc. XVII, em função do comércio que então se estabelecia entre a Europa e o Oriente.

Foram os portuguesês que chegaram ao Japão em 1560.

Em breve a Europa começou a importar as folhas, tendo a bebida tornado-se rapidamente popular, especialmente entre as classes mais abastadas na França e Países Baixos.

O uso do chá na Inglaterra é atribuído a Catarina de Bragança,filha de D.João IV,vprincesa portuguesa que casou com Carlos II da Inglaterra.

Catarina levou para a Inglaterra muitas riquezas que

faziam parte do dote.

Uma delas foi a cidade de Bombaim, na Índia, sendo a

primeira colónia do grande império que tiveram na Índia.

Além da cidade como dote, levou na bagagem umas certas folhinhas que os

ingleses adoraram: o chá!

Assim pode ser situado a introdução do consumo do chá na Inglaterra cerca de 1660 já no século dezessete .

Assim patrocinava "Tea parties", sem ter consciencia de que esse costume seria tao aceito virando costume ingles ,sendo apreciado pelas mulheres e, posteriormente, daí passou a ser também do gosto masculino.

O chá era bebido em cafés e seu consumo foi crescendo desde o final do século XVII, sendo que era bebido a qualquer hora do dia até o início do século XIX, quando a tradição chá da tarde ("five o'clock tea") foi instituída pela sétima Duquesa de Bedford em Londres .

Costume até hoje no século vinte e um seguido na Inglaterra e apreciado nos países de língua inglesa.

Ao que parece, foram os holandeses que levaram pela primeira vez o chá à Europa, intensificando o seu comércio, mais tarde desenvolvido pelos ingleses. 

Na Inglaterra, o seu consumo difundiu-se rapidamente, tornando-se uma bebida muito popular.

Essa popularidade estendeu-se aos países com forte influência inglesa, primeiramente nos Estados Unidos, depois na Austrália e Canadá.

A lenda da origem do chá

 Conta uma lenda chinesa que no ano 2737 a.C., o imperador Shen Nung descansava sob uma árvore quando algumas folhas caíram em uma vasilha de água que seus servos ferviam para beber. Atraído pelo aroma, Shen Nung .

Folhas caíram no recipiente, aguçando a curiosidade de Nung, um herbalista renomado. Ele, então, resolveu provar a infusão criada acidentalme provou o líquido e adorou. Nascia aí, o chá.

Referê à infusão das folhas de chá verde, provenientes da planta Camellia sinensis, originária da China e da Índia. Na verdade, o primeiro registro escrito sobre o uso do chá data do século III a.C.

O tratado de Lu Yu, conhecido como o primeiro tratado sobre chá com caráter técnico, escrito no séc. VIII, durante a dinastia Tang, definiu o papel da China como responsável pela introdução do chá no mundo.

Os chás mais consumidos no Brasil

Entre os chás mais consumidos no Brasil está o mate Leão.

Benefícios do consumo do chá:

Em geral pois cada tipo tem suas propriedades benéficas especificas .

Apresenta em sua composição vitaminas, complexo B,Vitamina C, Vitamina D,Sais Minerais ,Calcio ,Manganes,Calcio e Potassio.

Apresenta antioxidantes em forma de polifenois na sua composição.

- melhora os níveis de concentração

- aumenta os níveis de energia

- é um estimulante do bem-estar geral

- pode ser utilizado como prevenção e tratamento de aterosclerose (a formação de placas
- nocivas nas paredes das artérias e que pode levar à sua obstrução completa)

- é ótimo na prevenção da diabetes

- diminui o risco de doenças cardiovasculares

- previne contra o cancro (inibe o desenvolvimento de células cancerígenas, impede o fornecimento de sangue ao tumor e incentiva a autodestruição das próprias células cancerígenas)

- contribui para a diminuindo dos níveis de "colesterol mau" (LDL - lipoproteína de baixa densidade)

- melhora o metabolismo lípido

- tem um efeito anti-bacteriano significativo

- purifica o organismo, eliminando toxinas

- combate a retenção de líquidos

- Camomila: os seus efeitos tranquilizantes no sistema nervoso são muito conhecidos, bem como o poder calmante que tem sobre problemas de estômago.

- Cidreira: indicado para combater cólicas e gases, é ainda um calmante natural para estados de nervosismo e de insônia.

- Dente-de-leão: desintoxica o fígado, estimulando o seu funcionamento saudável.

- Gengibre: para além de acalmar o sistema digestivo, é um excelente energizante natural.

- Hortelã/Menta: relaxa os intestinos, incentivando o seu funcionamento pleno e regular, sendo ainda aconselhado para perturbações de estômago.

- Maça: antidiarreico e o auxiliar perfeito para uma boa digestão, tem ainda propriedades sedativas.

- Valeriana: auxilia nas perturbações do sono, sendo um substituto natural dos vulgares comprimidos para dormir. "

- Previne doenças cardiovasculares

- Reduz o colesterol 

- Preserva a densidade óssea

- Previne o cancro digestivo

- Desperta a mente.

[...]

Revisado por Editor do Webartigos.com