CÂNCER ANAL/ APARELHO DIGESTIVO
 
CÂNCER ANAL/ APARELHO DIGESTIVO
 


O ânus é o músculo que controla a saída das fezes, localizado na extremidade do intestino grosso. Tumores anais são aqueles que ocorrem no canal e margens anais.Tumores no CANAL ANAL são mais freqüentes no SEXO FEMININO e tumores na MARGEM ANAL (parte externa do ânus) são mais freqüentes no SEXO MASCULINO.O câncer anal é raro, correspondendo apenas a 4% de todos os tipos de câncer que acometem o intestino grosso. FATORES DE RISCO: Alguns aspectos infecciosos, como o HPV/PAPILOMAVÍRUS HUMANO e o HIV/VÍRUS DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA, estão relacionados com o desenvolvimento do câncer anal. Uma dieta pobre em fibras, a prática de sexo anal, o alto consumo de produtos do tabaco, e a FÍSTULA ANAL CRÔNICA (doença caracterizada pela presença de um trajeto entre o canal anal e a margem do ânus com secreção purulenta) são outros fatores de risco. PREVENÇÃO: Dieta balanceada, com boa ingestão de fibras e que seja pobre em gordura. É importante estar atento para alterações nos HÁBITOS INTESTINAIS e para a presença de SANGUE NAS FEZES . Quando detectado em estágio inicial, o câncer anal possui grandes possibilidades de cura. É importante consultar um médico sempre que sintomas como DOR, PRURIDO e SANGRAMENTO ANAL estejam presentes.Os indivíduos com mais de 50 anos, fumantes, com história de fístula anal, infectados pelo HPV e com feridas no ânus, são considerados sob risco de desenvolver câncer de ânus. SINTOMAS: coceira, dor ou ardor no ânus; sangramento nas evacuações; secreções incomuns no ânus; feridas na região anal e incontinência fecal (impossibilidade para controlar a saída das fezes).DIAGNÓSTICO:Inicialmente realiza-se um exame de toque ,biópsia de uma amostra do tecido, anuscopia e proctoscopia,ultra sonografia e ressonância magnética. TRATAMENTO:A escolha do tratamento depende do estágio do câncer anal.O tratamento mais utilizado é uma combinação de quimioterapia e radioterapia. Portanto a prevenção é a melhor aliada para a preservação esfincteriana.ASPECTOS PSICOLÓGICOS:O apoio emocional especializado para o paciente oncológico é muito importante para aliviar níveis de estresse e de angústia.

Suely Bischoff Machado de Oliveira / Psicóloga CRP 06/8495[email protected]Pós grad.pelo Hosp.do Câncer A.C.Camargo

 
Avalie este artigo:
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Suely Bischoff Machado De Oliveira
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Olá, sou paulistana do bairro das Perdizes e atualmente resido em Atibaia/SP. Sou psicóloga clínica graduada pela UNESP/Campus de Bauru/SP, CRP 06/8495 ,Psicóloga hospitalar/Psico oncologista pós graduada pelo Hospital do Câncer A.C.Camargo. Tenho um livro publicado pela Navegar Ed., "Conhecendo......
Membro desde março de 2009
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: