AUDITORIA CONTÁBIL
 
AUDITORIA CONTÁBIL
 


AUDITORIA CONTÁBIL


BUENO, Aline Cristiane Lima de Melo ¹
SILVA, Glaucy da Gloria ¹
SILVA, Lidiane Dias da ¹
BARCO, Juliana Alexandra Pereira de Carvalho ²


RESUMO


O auditor deve planejar o trabalho de campo estabelecendo qual a natureza, a extensão, a profundidade e oportunidade dos procedimentos a pretende adaptar, com vista a atingir o nível de segurança desejado, tendo em conta para a sua determinação o risco da auditoria e a definição dos limites de materialidade, que lhe permita expressar uma opinião sobre as demonstrações financeiras.

Palavras- chaves: Auditoria, Objetivo, Conceitos, Características, Planejamentos.


ABSTRACT


The auditor should plan the field work by establishing the nature, extent, depth and timeliness of procedures to seek to adapt in order to achieve the desired level of security, taking into account for determining the risk of audit and definition of limits of materiality, which allows you to express an opinion on the financial statements.

Keywords: Audit, Purpose, Concepts, Features, Planning


INTRODUÇÃO


Sabemos que a auditoria contábil existe a muitos anos, encontra-se relatos que no ano (4500a.c) teve auditores em varias cidades e também relatos de normas contábeis escritos em livros na Índia, relatos de pratica de auditoria contábil nas províncias romanas entre outras.

Com o surgimento das revoluções industriais, as grandes empresas aderiram novas técnicas contábeis. Segundo Souza (2007, p.176) a auditoria contábil teve grande evolução conforme aparece a necessidade das industrias, mas se aprimora as auditorias contábeis, como também os auditores.
Auditoria é um exame cuidadoso, organizado e independente das atividades desenvolvidas em determinada empresa ou setor. De acordo com Santos (2006, p.22), " o exame da auditoria engloba a verificação documental, os livros e registros "[...]".


OBJETIVO DA AUDITORIA

O cujo objetivo é apurar se as empresas estão de acordo com as disposições planejadas ou estabelecidas de maneira previa, se foram executadas com eficiência e se estão adequadas à realizações dos objetivos.


IMPORTÂNCIA DA AUDITORIA

Auditorias de negócios são muito importantes, porque sem a prática de gestão de uma auditoria não é garantido que fornecem dados econômicos que são realmente verdadeiro e confiável. Definindo a auditoria é bastante justa, a situação real da empresa.
Uma auditoria pode avaliar, por exemplo, as demonstrações financeiras como um todo ou uma parte dele, a utilização adequada dos recursos humanos, o uso de materiais e equipamentos, distribuição e etc. Contribuir para a gestão adequada para tomar decisões.


PERFIL DO AUDITOR

O auditor precisa de independência em relação ao objeto auditado, a fim de coletar dados consistentes e produzir análises imparciais para consecução de pareceres objetivos e confiáveis. Para que o propósito seja alcançado, o auditor necessita desenvolver alguns atributos pessoais. Os auditores são aqueles profissionais das auditorias responsáveis pela certificação dos procedimentos.

Gelbcke ( 1999, p.8), afirma que os atributos naturais do auditor, tais como independência, objetividade e habilidade para entender sistemas e controles são apenas os argumentos básicos para que este tenha vantagem competitiva perante outros profissionais.

Podemos destacar:

? Capacidade Técnica: O auditor deve conhecer em profundidade as normas e procedimentos pertencentes ao setor auditado. Precisando sempre estar fazendo estudos, especializações e treinamentos, a fim de manter seus conhecimentos atualizados.
? Bom Senso: Pressupõe discernimento e ponderação, para que sejam evitadas conclusões apresadas e erradas, trabalhando sempre sendo auditados.
? Tato: È a capacidade de se evitar situações embaraçadas e de manter um clima de respeito e simpatia para com aqueles que estão sendo auditados.
? Descrição: O auditor deve restringir comentários e observações sobre dados coletados e avaliações formuladas aqueles que, por força de cargo ou funções exercida, tem a necessidade de conhecer resultados ou acompanhar os trabalhos de auditoria em curso.
? Expressão escrita e verbal: É de fundamental importância que o auditor saiba se comunicar de forma clara, breve e correta. Uma apresentação mal feita,seja verbal ou escrita, pode por a perder um excelente trabalho de auditoria.

Todo o relacionamento com o auditado deve ser desenvolvido tendo como princípio a humildade, sinceridade, honestidade e diálogo.
Mesmo que as pessoas não gostem de serem auditadas, a auditoria aponta as correções, soluções e recomendações que trarão segurança ao próprio auditado.


NORMAS DE AUDITORIA

As normas têm a finalidade de estabelecer os padrões técnicos e de comportamento, visando alcançar uma situação coletiva e individualmente desejável.

Na auditoria, estas normas objetivam, segundo Attie (1998,p. 55), qualificação na condução dos trabalhos e garantia de atuação suficiente e tecnicamente consistente do auditor e do parecer diante dos usuários da mesma.
As normas de auditoria se constituem em regras práticas que visam a orientar o profissional na consecução dos objetivos traçados para determinado trabalho. Por se tratar de serviço que leva á emissão de opinião, por sua vez, de caráter subjetivo, torna-se necessário estabelecer uma razoável padronização, de forma a evitar entre diferentes profissionais excessivamente diferentes acerca de um mesmo objeto de exame.


CARACTERÍSTICAS DA AUDITORIA CONTÁBIL


É objetivo: significa que o teste é justo, sem pressão ou bajulação, com uma atitude mental independente e não influências pessoais ou políticas. Deve sempre prevalecer o parecer do auditor, que será apoiada por suas habilidades profissionais e conhecimento dos fatos para compreender o relatório.
É sistemático e profissional: a auditoria deve ser cuidadosamente planejados e executados por contadores públicos e outros profissionais com conhecimento na área que têm a capacidade técnica e profissional exigida, que cumpram as normas de auditoria estabelecidas, princípios Contábeis Geralmente Aceitos e do Código de Ética Profissional do Contador Público Certificado.
O desenvolvimento da auditoria é realizado em etapas cumprimento estrito de conter as fases do processo de auditoria: planejamento, execução e apresentação de relatórios.


AUDITORIA INTERNA


Com o aumento de complexidade das operações de uma empresa, aumentou a necessidade de normas e controles internos.
Como o proprietário da empresa não poderia fazer isto, alguém deveria fazer isto por ele. Daí surge a figura do auditor interno cuja função principal é verificar se as normas internas vem sendo seguidas.

O auditor interno é funcionário da empresa, mas como executa auditoria contábil e operacional, deve ter certa independência dentro da empresa. Se for dominante ao departamento contábil ou administrativo, pode sofrer pressões quando da execução de seus trabalhos. Assim, para ter o maior grau possível de independência, deveria ser dominante á presidência da empresa. Em empresas de grande porte, existe um verdadeiro departamento de auditoria interna. A auditoria interna é realizada por um funcionário da empresa. E seu principal objetivo principal atender as necessidades da administração.
Para conseguir o cumprimento deste objetivo geral de serviços á administração, há necessidades de desempenhar tais como:

? Revisar e avaliar a eficácia, suficiência e aplicação dos controles contábeis, financeiros e operacionais.
? Determinar a extensão do cumprimento das normas, dos planos e procedimentos vigentes.
? Determinar a extensão dos controles sobre a existência doa ativos da empresa e de sua proteção contra todo tipo de perda.
? Determinar o grau de confiança, das informações e dados contábeis e de outra natureza, preparados dentro da empresa.
? Avaliar a qualidade alcançada na execução de tarefas determinadas para o cumprimento das respectivas responsabilidades.
? Avaliar os riscos estratégicos e de negócio da organização.


AUDITORIA EXTERNA

A auditoria externa é feita por um profissional totalmente independente da empresa auditada. O objetivo do auditor externo é emitir uma opinião. Sobre as demonstrações financeiras, ele atende as necessidades de terceiros no que diz respeito á fidelidade e dignidade das informações financeiras.
Os principais motivos que levam uma empresa a contratar o auditor externo ou independente são:

? Obrigação legal: As companhias abertas são obrigadas por lei.
? Imposição de bancos para ceder empréstimos.
? Imposição estatutária.
? Imposição doa acionistas minoritários.
? Para efeito de fusão, incorporação cisão ou consolidação.


PLANEJAMENTO

È o conhecimento sobre as atividades, e fatores econômicos, a legislação aplicável, as práticas operacionais empresa e o nível geral de competência de sua administração.
Execução de trabalho: adquirir durante o seu trabalho a obtenção de evidencias provas suficientes e adequadas sobre o determinado assunto, sua execução deve ter relevância, confiança e comparação.
Papeis de trabalho: são conjuntos, documentos e todas as provas obtidas pelo o auditor.
De acordo com Pinho, (2007, p. 56):


O planejamento define a extensão dos trabalhos, a profundidade e a oportunidade dos testes de Auditoria. A oportunidade diz respeito ao momento de aplicação dos procedimentos, sendo, por exemplos, a data de encerramento do balanço mais propícia a determinados procedimentos como a contagem física que em outros. A profundidade será determinada pelo conjunto de procedimentos escolhidos para aplicação de exames. Já a extensão é determinada pela a utilização das técnicas de amostragem estatística, a qual elege a amostra a ser examinada, dada a inviabilidade de um exame integral.

Teste de observância e substantivos: trata-se de uma razoável obtenção de segurança, onde se tenha evidencias rigorosas e com verdadeira qualidade dos papéis avaliados.
Amostragem: trata-se de uma seleção aleatória, sistemática e casual, tudo isso para se chegar às conclusões esperadas. De acordo com (Exame de Suficiência em Contabilidade, 2001, p.336) nos trás os conceitos de auditoria e mostra o quanto é importante, junto com seus procedimentos que é a chave exata de como conduzir uma auditoria bem sucedida.


CONCLUSÃO

Sabemos que a Auditoria é o resultado apresentado pelo auditor após ser concluída a fiscalização minuciosa. Sempre levando em consideração as constatações e os objetivos da auditoria. A Auditoria Contábil, função exclusiva de Contador, confere credibilidade aos usuários das informações contábeis sobre a situação financeira e patrimonial das Organizações, proporcionando aos mesmos tomarem decisões com bom senso. Esse artigo proporcionou ao leitor, conhecer a responsabilidade do Auditor na realização dos seus trabalhos, os procedimentos necessários para operacionalização da Auditoria e o registro das evidências levantadas no decorrer do trabalho, proporcionando ao Auditor emitir o parecer que julgar necessário.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ATTIE, Wiliam. Auditoria Interno. 2º Ed. São Paulo. Atlas, 2007.

GELBCKE, Ernesto Rubens. Manual da Contabilidade. 6º Ed. São Paulo. Atlas, 2003.

PINHO, Ruth Carvalho Santana. Fundamentos de auditoria. Auditoria contábil. Ed. Atlas, São Paulo, 2007.

SANTOS, José Luiz dos. Fundamentos de auditoria contábil. Ed. Atlas, São Paulo, 2006.

SOUZA, Benedito Felipe de. Auditoria contábil. Abordagem prática operacional. Ed. dos Autores. São Paulo, 1998.


















 
Avalie este artigo:
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Juliana Alexandra P. De C. Barco
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Mestre em Ecologia e Produção Sustentável. Docente em Faculdades.
Membro desde setembro de 2011
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: