Kayo Roberto Mendonça do Nascimento

UNP – Natal

 

Ana Carolina de Almeida Renosto

UNP - Natal

 

Resumo: Relatos atuais, pesquisas e até observações sobre o novo sistema da mídia, apontam um novo modelo de comunicação nacional e internacional entre pessoas, empresas, instituições estatais e não estatais, cujo o objetivo principal é fazer a informação - onde se tem o foco principal no mundo - se fazer presente a todo momento, para que as pessoas esteja inteiramente ligadas a elas e saibam em tempo real o que está acontecendo no seu país e no mundo sem nenhuma barreira ou veto das informações no âmbito mundial. Esse artigo vai mostrar opiniões e pesquisas entre autoridades dentro do cenário internacional, que falam de como as mídias sociais estão sendo utilizadas de forma mais assíduas em relação a comunicação mundial, tanto em relação pessoal, empresarial ou diplomática. Assuntos como as grandes relações que estão sendo formadas a partir das informações transmitidas por entre as mídias sociais se fazem mais fortes a cada momento e a discursão entre a diplomacia inserida no contexto do cyber espaço onde torna a comunicação mais rápida e mais prática nos dias atuais.

Palavras-Chaves: Mídias sociais, diplomacia, internacional, comunicação.

 

 

A comunicação mundial e a cultura de fazer a informação se difundir pelo mundo afora sempre foi muito difícil durante os anos, pela falta de recursos que não se tinha de uma forma como se tem facilidade nos dias atuais, logo após a invenção da internet, que no período que foi criado, não visava o meio público, era uma ferramenta que seria utilizada para descentralizar informações dos EUA durante a guerra fria, onde seriam colocados vários computadores em diferentes estados do país interligados em rede para poder haver troca de informação mais rápido entre as bases militares. Com o passar dos tempos não só o exercito americano estava a usar a internet, e sim também universidades começaram a utilizar a ideia de que poderiam criar redes de estudos para facilitar, assim como o exercito, a troca de informação facilitada. A história da internet não tem uma data definida, sua história é dividida por grandes criações durante os tempos que formam no conjunto sua passagem na linha do tempo mundial. Um dos maiores destaques é a criação da Web por volta de 1989 pelo cientista Tim Bernes Lee. Lee teve a ideia em que as pessoas utilizariam a internet para acesso a informações em um formato universal (HTML) através de uma ferramenta específica (navegadores).

          Com a criação da internet, foram aparecendo diversos métodos de manter as pessoas ligadas a internet fazendo tudo que fosse possível para facilitar a vida de cada um, foi pensando nisso que surgiram as chamadas internet comerciais, que no brasil veio aparecer por volta de 1995 com a chegada dos grandes pioneiros do ramo, Aol, zaz, Mandic e outros. Logo em seguida outro fato que marcaria a história da internet foram os comércios eletrônicos os chamados Bolha da Internet, grandes experiências que abriram oportunidades para diversas empresas investirem pesado no comercio pela internet, compra, venda e troca de produtos em geral, mas muitas dessas empresas, que até então já tinham projetos milionários, perceberam que a internet ainda não estava muito madura ainda para receber tanto investimento assim como eles pensavam, foi nesse período por volta de 2000/2001 que aconteceu o chamado estouro da Bolha, onde a maioria das empresas PontoCom quebraram.

          Definir uma data exata para dizer quando a internet foi criada é difícil mas dizer quando ela deu seus primeiros passos pode ficar mais fácil, não podíamos acreditar que ela iria tão longe, mas logo após o Estouro da Bolha, muitos ficaram desacreditados na força da internet, e foi então que foram criadas as mídias sociais. Podemos dizer que o maior acontecimento histórico em termos de internet foram as mídias sociais. Blogs, sites de compartilhamentos de fotos, vídeos, difusão de informação pessoal e profissional como Orkut, facebook, twitter e etc... Tudo isso facilitaria com que a informação de difundisse de forma mais rápida, precisa e em tempo real.

 

O que são as Mídias Sociais?

 

          Se traduz do inglês Social Media para o português Mídia Social o que podemos entender por um sistema de comunicação que faz a interação entre as pessoas, método prático em que podemos utilizar da internet para estarmos próximos as pessoas em tempo real mesmo não estando por perto. Esse sistema de informação digital, combina a troca de informação de texto, foto, vídeo, áudio e até localização e cria um ambiente de interação via internet. O grande avanço da internet foi a possibilidade em não ficar somente presente nos computadores de casa ou como chamamos no termo técnico, Desktop, e passou a estar presente nos smartphones, aparelhos celulares que usam um sistema operacional possibilitando instalação de aplicativos de mídias sociais que são acessados via internet usando bandas Edge ou 3g através das operadoras de telefone de cada região. O que antes só era possível ser acessado em um único ponto de sua casa agora é possível a troca de informação em qualquer lugar do mundo não importa o que estiver fazendo. Tecnicamente as mídias sociais exigem que você tenha internet em seu smartphone para desfrutar das vantagens de estar ligado 24 horas as informações. O ser humano é um ser extremamente social, e as mídias sociais estão potencializando essa tendência e mudando completamente a comunicação dessa nova economia.

 

Seriam as Mídias Socias a nova voz do mundo?

 

          O mercado mundial sofre uma mudança e uma ruptura muito grande, onde a forma de fazer negócio mudou, onde não se é mais tão importante o desenvolvimento do produto de uma visão da empresa, mas sim da responsabilidade social e opiniões externas. Nesse aspecto as mídias sociais vem se mostrando de grande importância na movimentação econômica e cultural de um novo mercado, onde o produto a ser fabricado é exatamente aquilo que o consumidor quer que seja fabricado. O uso das redes sociais não se deve focar somente em fazer com que o produto seja difundido no meio social, mas sim manter uma relação direta com o cliente, e saber o que ele tem em mente, e firmar laços de lealdade com o cliente, mudando a visão dele com o concorrente em relação a você.

          O grande impacto que as mídias sociais vem fazendo pelo mundo está visível a qualquer um, elas impactaram diretamente a forma das relações humanas e nas formas de acordos e negócios. As informações ganharam um poder de propagação enorme, e a velocidade com quem se espalha é maior ainda, olhando por essa visão, qualquer acontecimento mundial, ganha uma grandes proporções, podemos observar eventos que aconteceram recentemente, uma grande movimentação no facebook e no twitter de revolucionários do oriente médio que culminou na saída de alguns ditadores que estavam governando a décadas essas nações.  Isso são as mídias sociais se fazendo fortes e muito superiores que extrapolam o simples objetivo delas que é facilitar a comunicação a nível pessoal, como podemos ver elas estão inseridas em cada aspecto social, cultural, politico, econômico democrático e diplomático do mundo.

          Podemos dizer que as mídias sociais ganham a cada minuto conotação estratégica para a diplomacia mundial e para os negócios, sendo utilizadas também por profissionais e que ganhou uma função, não só de relacionamento pessoal, mas como podemos chamar também de a nova voz do mundo.

 

A Diplomacia Digital e a liberdade de imprensa

 

          Quem melhor do que a pessoa que pode entender um pouco mais de relações exteriores para nos dizer o que as mídias sociais tem influenciado no aspecto diplomático no brasil e no mundo do que nosso atual ministro Antônio Patriota?

          No dia mundial da Liberdade de Imprensa, o ministro das relações exteriores, Antônio Patriota, afirmou que a diplomacia do Brasil e do mundo vivem um novo momento. É a era das novas mídias em que várias informações são transmitidas a sociedade por meio das redes sociais, como o twitter, o facebook e o youtube. Segundo ele, o desafio está nas mão da imprensa. “Em meio as mídias sociais, a imprensa tem que reinventar”. Afirmou ele.

          A diplomacia depende da informação, e em muitos casos uma informação mais rápida e precisa, algo que tem que ser resolvido e acordado no momento em que é solicitado, e em relação a isso, não podemos ter o atraso de informação em nenhum aspecto da comunicação, e é onde as mídias sociais entram, pois é uma comunicação dinâmica, onde a qualquer hora a informação está lá.

          O ministro Antônio Patriota, ainda definiu esse momento como “a Diplomacia Digital”, definiu lembrando que os blogs e os noticiários online também contribuem para o novo momento da Diplomacia. O Itamaraty hoje está com mais de 10 mil seguidores no twitter e cerca de 3 mil acessam o youtube atrás de informação sobre o ministério das relações exteriores. O diretor do instituto Rio Branco, embaixador Georges Lamazière, relatou que o objetivo principal da nova Diplomacia ou Diplomacia Digital é manter um dialogo aberto entre o Itamaraty e a imprensa, isso não se da somente nas questões internacionais como também nacionais, quando o brasileiro precisa de ajuda em algum aspecto da informação.

          Hoje em dia a Diplomacia demanda criatividade e flexibilidade cada vez maiores dos seus profissionais, o aparecimento das mídias sociais mudou e ainda vai continua mudando a maneira como o diplomata trabalha, como cada diplomata exerce a função de adquirir informação e manter-se atualizado, mudou o método como o diplomata exerce a sua comunicação empresarial aproveitando de recursos diversos dentro das mídias sociais. Essas novas ferramentas permitem que o profissional integrante de uma missão diplomática possa se comunicar com o mundo e falar sobre a carreira, sobre assuntos profissionais, sobre pensamentos e decisões, acordos e tratados de uma forma mais rápida e livre.

          Muito mais que falar somente da velocidade da informação, temos que ver que o contexto mundial mudou, exigindo assim o dinamismo de cada diplomata e a inovação e a maneira como se porta. Os Assuntos globais devem sempre ser o foco, pois há desafios multilaterais cada vez maiores e as relações entre os países devem ser tratada multilateralmente e não bilateralmente pelos diplomatas do mundo todo, os países devem se esforçar cada vez mais em ajudar uns aos outros. Disse Alan Charlton, Embaixador Britânico.

 

A visão mundial das Novas mídias sociais

 

          Para cada assunto que vemos e observamos as mídias sociais já  estão inclusa no contexto social de diversas maneiras, o twitter a partir do momento em que foi criado, passou a ser utilizado como uma timeline ou tempo real do que acontece com cada usuário, Milhares de pessoas e famosos já tem perfil no twitter para uma melhor interação entre cada um, isso facilita a forma como cada pessoa passa a ter informação uns dos outros. Não só pessoas como empresas também tem seus perfis no twitter, onde passam a utilizar da ferramentas para chamar mais a atenção de seus consumidores, fazendo sorteios, promoções e indicações, além de poder fazer uma melhor abordagem para saber o que casa cliente precisa, e como melhor atende-lo.

          O twitter, facebook, youtube, dentre outras mídias sociais se fazem presentes, O ministério das relações exteriores já mostram que estão aptos a utilizar e aproveitar dessa nova tendência que só tende a aumentar para facilitar a propagação da informação, isso tudo resume em uma única resposta aos usuários, saibam usar, aproveitem as informações, muita informação ainda não é o suficiente, e se alguma pessoa se deixar passar, vai se perder no tempo. E como um contexto que tem revolucionado o mundo a internet e as mídias sociais são um canal perfeito de  informação, só temos que saber, com quem velocidade conseguimos acompanhar.

 

Referências Bibliográficas: 

 

Cittadini A. e Ferrando N. (2009). W: Guida Pratica alla Pubblicità con Facebook. Wondermarks Books.

Lévy, Pierre (2000). Cibercultura. São Paulo: Ed. 34.

Smashlab (2008). A Prime in a Social Media ebook edition.

Siqueira, Paulo (2009). Web 2.0: erros e acetos.

#midiassociais: perspectiva, tendências e reflexões (2007). Ebook coletivo

Giraldi, Renata (2011). Reportagem Patriota e a diplomacia Digital

Site: Blog do luiz. http://www.luis.blog.br/quando-a-internet-foi-criada-historia-da-internet.aspx

Site: Economia e Negócios. http://blogs.estadao.com.br/sonia-racy/a-internet-e-a-diplomacia/

Site: Embaixador Alan Charlton. Os desafios da Diplomacia. http://blogs.fco.gov.uk/roller/charlton/entry/os_desafios_da_diplomacia_e1

Site: Mídia Social. http://www.midiasocial.com.br/

Revisado por Editor do Webartigos.com