ANALISE DO MUNDO COM A INTERNET DAS COISAS.
¹AILTO CELESTINO DA SILVA
²IVANILDO MONTEIRO DE AZEVEDO

RESUMO
Foi proposto neste artigo a apresentação sobre internet das coisas onde nossa internet vem sofrendo um grande avanço, uma delas e a criação de sensores conectados à internet, mais conhecida como internet das coisas, a expressão surgiu na década de 90 e depois disso tudo vem sendo transformado, tudo poderá ser conectado podemos propor aplicações em cidades inteligentes, industrias, saúdes, escolas, até mesmo no campo entre outros. Mas ainda e um grande desafio conectar bilhões de objetos inteligentes. Meu trabalho faz uma leitura de conceitos mais utilizados e apresento as principais áreas afetadas com a internet das coisas e também apresento algumas já existentes.

PALAVRAS-CHAVES:
Internet das Coisas, Internet of Things, IoT.

RESUMO NA SEGUNDA LINGUA
Was proposed in this article things of internet on presentation where our internet comes suffering a great forward, one of them and sensors creation connected internet, but known as internet of things, the awful expression in the 90s and after that all comes being transformed, all be connected can propose applications in cities intelligent, industrias, healths, schools, even in the field among others. Still a great and connecting challenge billions of intelligent objects. My work makes a concepts reading more used and submit the main areas affected with internet of things and submit some already existing.

¹Ailto Celestino da Silva, bacharel em sistemas de informação.
²Ivanildo Monteiro de Azevedo, Licenciatura em Matemática e Mestrado em Ciência da Computação.
INTRODUÇÃO

O termo “Internet das Coisas" foi cunhado no final de 1990 pelo empresário Kevin Ashton. Ashton é um britanico que foi um dos fundadores do Centro Auto-ID no Massachusetts Institute of Technology (MIT), era parte de uma equipe que descobriu como ligar objetos à Internet através de uma etiqueta. Rede de identificação por radiofrequência (RFID). O termo "a Internet das coisas" é utilizado para descrever um sistema em que a Internet está ligada ao mundo físico através de sensores onipresentes.
“Para mim, a Internet das Coisas é como o vento. Você vê as coisas se movendo. Você sabe que algo as está movendo, mas não sabe exatamente o que é. Em alguns lugares, árvores chacoalham e prédios são destruídos; em outros, está tudo calmo e tranquilo. Até certo ponto é previsível, mas muitas vezes não.” (Rob van Kranenburg, pg 6).
Temos sido fascinados com aparelhos que funcionam em uma escala maior ao longo de décadas, mas só tem sido nos últimos anos que temos visto verdadeiro potencial da Internet das coisas. O conceito evoluiu como internet sem fio, as pessoas começaram a compreender que a tecnologia pode ser uma ferramenta pessoal, bem como um profissional.

Revisado por Editor do Webartigos.com