A IMPORTÂNCIA DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO
 
A IMPORTÂNCIA DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO
 


1 INTRODUÇÃO

O solo não é constituído apenas de resto de partículas de rochas, mas também de restos de plantas e animais. As partículas das rochas são os componentes minerais e os restos de plantas e animais são os componentes orgânicos.
O presente trabalho tem o propósito de mostrar sinteticamente a definição de matéria orgânica bem como sua importância para o equilíbrio e fertilidade do solo. Dentro desse contexto, discorre-se sobre os processos de humificação e mineralização, posteriormente faz-se uma breve explanação o uso da matéria orgânica na agricultura sustentável e conclusivamente enfatizam-se a importância de seus diversos papeis no uso e na conservação do solo.


2 DEFINIÇÃO DE MATÉRIA ORGÂNICA

A matéria orgânica do solo é composta pelo resto de plantas e animais. Usa-se a palavra orgânica porque se refere a restos de organismos, e estes por sua vez são formados principalmente por compostos orgânicos entre os quais há quatro grandes grupos.
Os carboidratos e as proteínas são os mais importantes, tanto um como o outro possuem uma decomposição rápida, contribuindo para os nutrientes do solo, como nitrogênio (N), fósforo (P) e enxofre (S). Outro é a lignina, um composto altamente resistente, que persiste no solo fazendo parte do húmus. Finalmente, temos os lipídios (somado com as ceras e as resinas), que também são componentes resistentes e contribuem com o enxofre (S) e fósforo (P) para o solo (GUCHERT, ROUSSENQ NETO, 2007, p. 23). Portanto podemos definir matéria orgânica como todo material de origem orgânica em estado elevado de decomposição.


3 A IMPORTÂNCIA DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO

A presença de matéria orgânica é fundamental para a manutenção da micro e da mesobiota do solo, pois a ação dos decompositores sobre essa matéria vai devolver ao solo os nutrientes necessários para que os seres vivos que habitam o solo possam adquirir energia para sobreviver e também para manter o equilíbrio e a conservação do solo. Segundo (GUCHERT, ROUSSENQ NETO, 2007, p. 24) "Um solo, para ser considerado perfeito, precisa ter em sua constituição: 45% de minerais, 25% de ar ocupando seus poros, 26% de água e 5% de matéria orgânica e microrganismos". A quantidade de matéria orgânica presente no solo é determinada pela ação de atividades humanas, pelos fatores climáticos e pela cobertura vegetal de uma área, portanto a quantidade de matéria orgânica varia de acordo com a região sendo que encontrada em maior abundancia em áreas de climas úmidos e temperados.
Todos os componentes do solo estão em constante interação, isso faz com que a matéria orgânica seja modelada de forma distinta e heterogênea. "Nas camadas mais recentes de vegetais mortos, constituídos por compostos complexos, ocorre mais rapidamente a decomposição, denominada humificação. O solo adquire uma cor mais escura, pois forma o húmus" (GUCHERT, ROUSSENQ NETO, 2007, p. 25). Chamamos de húmus o composto resultante da decomposição da matéria orgânica. Além do processo de humificação existe também a mineralização que nada mais é do que a transformação da matéria orgânica em nutrientes minerais que serão absorvidos pelas raízes das plantas. De acordo com Luiz Felippe Salemi (2010), o processo de mineralização ocorre da seguinte forma:

O carbono das moléculas de carboidratos, lipídios (gorduras), proteínas é liberado na forma de dióxido de carbono (CO2). Do mesmo modo, os nutrientes como o nitrogênio e o fósforo também contidos nesta são liberados. Assim, por exemplo, o nitrogênio que está na forma de proteínas sofre o processo de mineralização sendo liberado na forma de amônio (NH4+). Diz-se que o nitrogênio da matéria orgânica está sofrendo mineralização. Da mesma maneira, o fósforo pode ser liberado da matéria orgânica na forma de fosfato. Essa liberação é realizada pela ação dos microrganismos (fungos e bactérias) do solo durante o processo de decomposição.


No final de todo processo de decomposição vai haver um equilíbrio entre a humificação e a mineralização que pode ser quebrado ou mantido dependendo das práticas de cultivo utilizadas.


4 MATÉRIA ORGÂNICA E AGRICULTURA SUSTENTÁVEL

Chamamos de agricultura sustentável os sistemas agrícolas que sejam economicamente viáveis, socialmente aceitáveis e ambientalmente equilibrados (EMBRAPA apud PEREIRA; SANTANA; WALDHELM, 2009, p. 202). Neste contexto a matéria orgânica é fundamental no desenvolvimento desse tipo de agricultura que além de degradar menos o solo ainda permite a produção de alimentos mais saudáveis. Os adubos orgânicos como esterco, farinha de osso, folhas, restos de plantas podem ser utilizados para enriquecer o solo com nutrientes quando ele está deficiente de minerais. A utilização desse tipo adubo juntamente com outras técnicas ecológicas pode ajudar na manutenção do equilíbrio entre humificação e mineralização e consequentemente na conservação do solo.


5 CONSIDERAÇÕES FINAIS

A matéria orgânica presente no solo tem papeis extremamente importante. Os processos de humificação e mineralização propiciam condições favoráveis para o crescimento das plantas, pois fornecem nutrientes que serão absorvidas pelas raízes e transformadas em energia. Além disso, a matéria orgânica serve como alimento para os microrganismos e aumenta a retenção de água e também protege a superfície. Por tudo que já foi falado neste trabalho, conclui-se que a matéria orgânica é de suma importância para o equilíbrio e para a manutenção do ecossistema solo, além de possibilitar a utilização de uma agricultura altamente sustentável capaz de manter a fertilidade e a conservação do solo.



REFERÊNCIAS


PEREIRA, Ana Maria; SANTANA, Margarida; WALDHELM, Mônica. Passaporte para ciências. 2. ed. São Paulo: Editora do Brasil, 2009.

GUCHERT, Jair Ary; ROUSSENQ NETO, Julio. Conservação e uso do solo. Indaial: Ed. Grupo UNIASSELVI, 2007. p. 23-27

SALEMI, Luiz Felippe. A ação microbiana no solo. Web Artigos. 22 nov. 2010. Disponível em: . Acesso em: 21 abr. 2011.


 
Avalie este artigo:
5 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Edeilson Pereira Costa Aguiar
Talvez você goste destes artigos também