A IMPORTÂNCIA DA BACIA HIDROGRÁFICA COMO UNIDADE DE PLANEJAMENTO PARA GESTÃO AMBIENTAL INTEGRAD...
 
A IMPORTÂNCIA DA BACIA HIDROGRÁFICA COMO UNIDADE DE PLANEJAMENTO PARA GESTÃO AMBIENTAL INTEGRADA
 


Silvia Moreira Alves

Prof. Davi de Miranda

Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI

Licenciatura Plena em Geografia ( GED 0611) Análise e Gestão de Bacias Hidrográficas

21/08/2009

RESUMO

Por ser um recurso indispensável a vida, nossas bacias hidrográficas estão sendo exploradas e cabe a nos planejar de forma adequada sem que haja alteração da sua qualidade, temos que usar a política certa visando a proteção ambiental para não causar erros irreversíveis. A bacia hidrográfica é a unidade mais importante para o manejo dos recursos naturais sendo obrigatório o conhecimento da situação como instrumento necessário para a preservação e gerenciamento destes recursos.

Palavras - chave: Água; conscientização; preservação.

1 INTRODUÇÃO

A Bacia hidrográfica é desuma importância como unidade de planejamento para a gestão ambiental integrada, pois diz respeito aos recursos hídricos que deverão ser explorados de maneira consciente , esclarecendo que antes de qualquer atitude relativa à gestão de uma bacia, fazendo com que as pessoas envolvidas tenham um maior incentivo nas mudanças de comportamento diante dos assuntos relacionados ao meio ambiente e principalmente à água. Além disso, é necessário que estejam envolvidos nesse processo todas as questões econômicas, sociais, educacionais, culturais e ambientais.

2 A ÁGUA NA TERRA

O planeta terra tem , desde a sua formação , uma quantidade de água que não muda. Pelo fato da água estar sempre circulando, pode admitir-se que a quantidade total de água existente na Terra, nas suas três fases, sólida, liquida e gasosa, se tem mantido constante deste o aparecimento do Homem. A água da Terra ­que constitui a hidrosfera ­ distribui-se por três reservatórios principais, os oceanos, os continentes e a atmosfera, entre os quais existe uma circulação perpétua que podemos chamar de ciclo da água ou ciclo hidrológico. Nossa margem de exploração da água é estreita: 97,5% da água do mundo é salina, e, dos 2,5% de água doce, 1,75% está enclausurado em geleiras e calotas polares. A umidade do solo, vapor e lençóis freáticos profundos retêm, mais uma pequena fração, e sobre menos de 1% que a humanidade pode aproveitar. A população do planeta está aumentando, para piorar, estão maltratando os nossos rios - as principais fontes de água doce disponível na Terra - está piorando. Metade dos mananciais do planeta está ameaçada pela poluição e pelo assoreamento. Só a Ásia despeja anualmente em seus cursos d'água 850 bilhões de litros de esgoto. E cada litro de sujeira num rio inutiliza 10 litros da sua água. Entretanto as bacias hidrográficas degradados podem ser despoluídas. Novas técnicas de tratamento cada vez mais reutilizam a água do esgoto em países desenvolvidos. Novas técnicas estão sendo aprimoradaspara a exploração de fontes alternativas, como a dessalinização da água do mar. E nem só de processos caros e sofisticados oferecem soluções para a crise. Mas todas as soluções possíveis necessitam de muita vontade dos governantes e de interesse da população em geral.

3 - BACIAS HIDROGRÁFICAS

O Brasil possui 16% da água doce do planeta são imensos rios, lagos, áreas alagadas e lençóis subterrâneos, distribuídos por todo o território nacional. E esses rios, seus afluentes e as terras que o circundam formam as Bacias Hidrográficas: conjunto de terras drenadas por um rio principal, seus afluentes e subafluentes. Essa idéia está associada à noção da existência de nascentes, divisores de água e características dos cursos de água, principais e secundários, denominados afluentes e subafluentes. Uma bacia hidrográfica evidencia a hierarquização dos rios, ou seja , a organização natural por ordem de menor volume para os mais caudalosos, que vai das partes mais altas para as mais baixas. A bacia hidrográfica é uma área definida topograficamente, drenada por um curso d'água ou um sistema conectado de cursos d'água tal que toda a vazão efluente seja descarregada através de uma simples saída, no caso, os estuários. O estudo da bacia hidrográfica na área analisada é importante pois esta contém, o conceito de integração na ciência ambiental. Seu uso e aplicação para estudos de problemas ambientais são fundamentais pois esta contém o conceito de informações físicas, biológicas, sócio econômica e inclusive cultural das populações que ali se estabelecem.

4 GESTÃO DA BACIA HIDROGRAFICA

A gestão por bacia hidrográfica envolve muita pesquisa e conhecimento, além é claro, de profissionais especializados, que sejam capazes de ter uma visão sistêmica e integrada, além do conhecimento exigido nos assuntos pertinentes, como recursos ambientais, gestão ambiental, recursos hídricos, desenvolvimento sustentável, gestão participativa, legislações, administração, documentos planetários, entre outros. Deve haver um amplo envolvimento com os atores sociais no processo de gestão por bacias e a necessidade de atuar de forma participativa e descentralizada, faz com que a comunicação se torne essencial para a execução das atividades. Com isso, os gestores de bacia hidrográfica, devem desenvolver alguns pontos da comunicação essenciais para a gestão por bacia hidrográfica como: articulação, moderação, mobilização, diálogo, interação, ouvir mais, e a conscientização. Para que esses pontos da comunicação tenham progresso em termos de qualidade de gestão, a Educação Ambiental, que permeia todas as questões ambientais e as atividades que serão realizadas na bacia, além de contribuir diretamente com a gestão participativa, é considerada uma ferramenta indispensável para a gestão por bacia hidrográfica.

5 CONCLUSÃO

A proteção dos nossos recursos hídricos deve ser prioridade no nosso país, todos devemos ser responsáveis e fazer a nossa parte, tanto na conscientização quanto na fiscalização dos abusos cometidos através da poluição. Temos que trabalhar unidos procurando implantar políticas que dinamizem uma interação em prol do desenvolvimento realmente sustentável, e nós como cidadãos devemos exigir um governo comprometido com o estudo e a resolução dos problemas ambientais.

6 REFERÊNCIAS

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142008000200004

www.iph.ufrgs.br/pop_ups/recompilacaobrasil.pdf

www.usp.br/fau/pesquisa/infurb/urbagua/mf5/a1.pdf

 
Avalie este artigo:
3 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Silvia M.Alves
Talvez você goste destes artigos também