A história da origem do sobrenome Vasconcelos
 
A história da origem do sobrenome Vasconcelos
 


Como teve origem a palavra Vasconcelos.

Várias tribos saíram do norte da Europa.

Povos germânicos.

Isso a mais de mil anos atrás.

Tribos sem nenhuma relação de parentesco.

A procura de terras férteis na Europa tropical.

Cada uma dessas tribos tinha seu dialeto próprio.

Do mesmo modo seu sistema religioso.

Fundamentado em mitos regionais.

Essas diversas tribos.

Foram para uma determinada região na Espanha.

Formaram uma grande comunidade.

Essa região era até então denominada de Vasconça.

Uma grande fazenda.

Posteriormente todos os habitantes dessa região.

Passaram a ser chamados  os Vasconcelos.

Significava os homens de Vasconça.

Mais tarde.

Os Vasconcelianos uniram a outras tribos da região.

Formando os povos bascos.

Que passaram a fazer oposição.

A unificação das Cidades  Estados.

Na formação do Estado Nação.

Os povos de Vasconça, com outras tribos.

Resistiram ao cristianismo.

Muitas lideranças dessas tribos.

Foram perseguidas.

Queimadas pela Santa Inquisição.

Esses fatos aconteceram a mais de mil anos.

Então muitos dos vasconcelianos fugiram.

Levando suas famílias.

Para outras regiões.

Entre as quais.

Onde fica o atual Portugal.

Ajudaram fazer uma revolução política.

Criando o Estado moderno português.

Os Vasconcelos de Portugal.

Receberam o título de nobreza togada.

De perseguidos políticos pelo Estado.

Passaram a ser protegidos pelo mesmo.

Os Vasconcelos tinham cabelos amarelos.

Olhos verdes, características germânicas.

Quando a França invadiu Portugal.

Decretando o bloqueio continental.

Fazendo uso de força militar.

Por Napoleão Bonaparte.

Portugal transfere a corte para o Brasil.

Dom João VI muda para o Brasil.

Trás consigo todo nobreza portuguesa.

A Nobreza de sangue.

Também a nobreza tocada.

Os Vasconcelos como nobreza de toga.

Chegam nesse período ao Brasil.

Os Vasconcelos são privilegiados.

Na divisão do Brasil em províncias.

A família dos Vasconcelos.

Ocupou cargos administrativos.

Em quase todas as províncias.

Alguns deles faziam parte do governo imperial.

Outros no alto comando da justiça.

Como sou um Vasconcelos.

Farei apenas a genealogia dos Vasconcelos.

Dos quais sou descendente direito.

Um dos Vasconcelos

Francisco Góes de Vasconcelos.

Juntamente com outros irmãos.

Receberam das mãos do Imperador.

Uma grande extensão de terra.

Na região de Ribeirão Preto.

Franca do Imperador.

Francisco tivera vários filhos.

Entre eles Adriano Góis de Vasconcelos.

Isso no começo do século XIX.

Adriano brigou com seus irmãos.

Então com algumas dezenas de Escravos.

Bois e porcos.

Dirigiu ao Triângulo Mineiro.

Ajudou expulsar os índios caiapós da região.

Muitos deles foram mortos.

Fez de uma índia esposa.

Formou uma família na cidade.

Hoje atual Campina verde.

Lembro-me que Anabi de Vasconcelos.

Foi um dos descendentes dessa família.

Posteriormente.

Formou outra família.

Com uma portuguesa.

Que no passado seus familiares.

Fugiram da derrama em Ouro preto.

Casou então com Maria Fortunata Machado.

Com essa nova família.

Teve vários Filhos.

Entre eles, Primo Machado de Vasconcelos.

Sou bisneto de Primo Machado de Vasconcelos.

Quando era criança, ele me contou parte dessa História.

Primo teve vários filhos e filhas.

Entre eles Gumercinda Maria de Jesus de Vasconcelos.

Casou com Cristino Costa e Silva.

Ela foi à mãe do meu Pai.

Nicomedes Costa de Vasconcelos.

Que casou com Alice Dias da Silva.

Filha de João Dias da Silva.

Ana Batista de Jesus.

Eu sou: Edjar Dias de Vasconcelos, filho de Nicomedes Costa de Vasconcelos.

Teve outros filhos: Edjas Dias de Vasconcelos, Nilceia Dias de Vasconcelos e Luzenilda Dias de Vasconcelos.

Eu, Edjar Dias de Vasconcelos.

Pai de Felipe Pires da Cruz de Vasconcelos.

Os demais Vasconcelos de Itapagipe.

Teriam que procurar os irmãos e irmãs de Primo Machado de Vasconcelos, estruturar a própria genealogia.

Se bem que Adriano trouxe também, outros irmãos e irmãs.

A cidade  e a região de Itapagipe.

Outros Vasconcelos teriam que procurar a genealogia dos descendentes dos irmãos e irmãs de Adriano.

Mas todos os Vasconcelos de Itapagipe remonta-se a Francisco Góis de Vasconcelos, da cidade de Franca, São Paulo.

O objetivo de fazer essa síntese é preservar o nosso sobrenome, no Mundo, no Brasil, e, na cidade de Itapagipe Minas Gerais.

Estudei anos e anos, fui ao consulado, paróquias, cartórios, para obter todas essas informações preciosas.

Pesquisei em diversas regiões do Brasil, finalmente todos os dados estão fechados, a esse magnífico trabalho pronto para preservar a memória de cada um dos Vasconcelos.

Observação: Tenho mais dados preciosos a esse repeito, se algum Vasconcelos, se tiver interesse, pode comunicar com a minha pessoa por meio do site que o trabalho foi publicado.

Trabalho elaborado por:

Edjar Dias de Vasconcelos, natural da cidade de Itapagipe Minas Gerais, residente na cidade de São Paulo, professor.

 

 
Avalie este artigo:
(5 de 5)
11 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Edjar Dias De Vasconcelos
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Bacharel em Teologia pela Pontifícia Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção - Arquidiocese de São Paulo com graduação máxima no Exame De Universa Theologia. Licenciado em Filosofia e História pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC-MG. Experiência na orientação de estudo...
Membro desde junho de 2012
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: