A Gestão e o Modelo de Currículo no Âmbito Escolar
 
A Gestão e o Modelo de Currículo no Âmbito Escolar
 


A Gestão e o Modelo de Currículo no âmbito Escolar.

Maria Gilmara Mesquita Bezerra

Resumo
A escola visitada trabalha com ensino Infantil e Fundamental e está situada no Município de Hidrolândia-Ce, apresenta suporte em seu aspecto físico para atender a demanda do Município. Tem como objetivo formar cidadãos para a vida, de forma a atender as necessidades que a sociedade impõe, trabalhando com profissionais capacitados e comprometidos com os seus deveres e práticas docentes. O ambiente pedagógico é democrático e tende a atender as expectativas dos envolvidos, desde que estes também atendam as suas. Apresenta em seu meio pedagógico uma conduta transformadora, por se destacar em práticas sociais que ajudam a transformar a realidade da sociedade fazendo com que assim o discente conheça e aceite sua própria realidade. Pois a partir das transformações sociais que ocorrem é necessário que a escola tenha uma visão lúcida da realidade social com a qual está lidando para que possa desenvolver um trabalho educativo, dinâmico e atual.


Palavras Chaves: Gestão, Escola, Currículo, Discente, Docente.


Introdução

O presente texto discorrerá sobre a visita feita a Escola Vida, solicitada pela professora Antonia Nilene Portela de Sousa, quando ministrando a Disciplina Teoria e Organização Curricular, com objetivo de conhecer um pouco da história da Instituição escolar, seu Projeto Político Pedagógico, podendo identificar seu modelo de gestão e suas práticas pedagógicas. E conhecer as práticas curriculares vivenciadas, visando seu trabalho com os Temas Transversais locais, no âmbito Estadual, Municipal ou Escolar. Podendo assim conhecer seus métodos de trabalho na proposta pedagógica e como são colocados em prática. Contudo esta pesquisa foi realizada também com intuito de obtenção de nota para término da disciplina e vivência das teorias estudadas durante as aulas, para haver um maior entendimento das mesmas.
Ficou explicito o desafio que é construir um projeto pedagógico comprometido com a democratização do ensino e da escola, onde é necessário fazer primeiro uma definição da prática educativa. E essa definição foi fruto de um estudo de grupo formado pelo corpo docente da escola, representante de pais e alunos interessados numa escola de qualidade, crítica e responsável pela formação da cidadania.

Segundo Meneses e Santos a concepção de Currículo escolar segue assim:
Conjunto de dados relativos à aprendizagem escolar, organizados para orientar as atividades educativas, as formas de executá-las e suas finalidades. Geralmente, exprime e busca concretizar as intenções dos sistemas educacionais e o plano cultural que eles personalizam como modelo ideal de escola defendido pela sociedade. A concepção de currículo inclui desde os aspectos básicos que envolvem os fundamentos filosóficos e sociopolíticos da educação até os marcos teóricos e referenciais técnicos e tecnológicos que a concretizam na sala de aula.

Na construção do Projeto Político Pedagógico da Escola, elegeu-se a tendência Pedagógica, Histórico Crítico dos Conteúdos, tendo a avaliação como um processo contínuo e diagnóstico, objetivando uma análise metodológica da atuação do professor e do aluno. Na tentativa de ultrapassar a mera transmissão do conhecimento e tendo em vista uma postura questionadora da realidade e do conhecimento produzido busca uma concepção que leve em conta a experiência de cada aluno e que o possibilite como sujeito do processo de aprendizagem.
Este PPP foi motivado pelos seguintes pontos sociais:
? Escola aberta para comunidade;
? Uma gestão democrática e participativa;
? O desejo de construir uma escola com "Vida", com um direcionamento pedagógico com função social.
Os educadores juntamente com a comunidade escolar preocupados em encontrar alternativas para uma educação de qualidade resolveram definir estratégias de ações voltadas para o engajamento na luta por um ensino de qualidade, em consonância com os princípios de participação, criticidade, criatividade e autonomia:
? Levar em consideração as diferenças de cada aluno, na elaboração de trabalhos manuais e estudos;
? Elaboração de questionamentos periódicos sobre os por quês, como, onde, para que dos fatos, das coisas para desenvolver uma postura crítica diante de cada realidade diagnosticada, educando para vida.
? Trabalho de conquistas para um bom relacionamento e crescimento mutuo. (Entre muitas outras estratégias).
A Escola Vida sendo conhecedora dos efeitos que poderão advir com a implantação do Projeto político pedagógico, não poupa esforços para que o mesmo seja plenamente incrementado e adequado a realidade, deixando reflexo do efetivo rendimento escolar, com preparação do aluno para discutir, criticar e agir responsavelmente no meio social.
Trabalha com a filosofia pedagógica em que proporcione ao educando conhecimentos necessários para o desenvolvimento de suas potencialidades, favorecendo sua integração no meio em que vive e tornando-o agente transformador da sociedade. Seu sistema de avaliação é um processo sistemático, continuo, diagnóstico e abrangente.
Realizam atividades investigativas, com orientação e pesquisa na área de saúde, trânsito, meio ambiente, cidadania, laser, orientação sexual, teatro, com valorização da cultura local, uma língua estrangeira, com incentivo à leitura, noções de computador, oficinas. Bem como ainda completa a dimensão educação humana, trabalhando a educação musical, emocional, estética, esportiva e prepara para superar os conflitos vivenciados, como fracasso, morte, doença, obstáculos, problemas, perda, sexualidade e espiritualidade. Envolvendo assim a comunidade nas atividades da escola através de um elo sistemático e complementar.
A instituição apresenta como meta, a qualidade de ensino seguindo sua filosofia, aplicando princípios de participação, autonomia, criticidade e criatividade, para uma unidade de ação pedagógica, objetivando o crescimento da prática educativa consequentemente com o alto índice de aprendizagem. Na avaliação leva em consideração a prática educativa em pelo menos 30%, para tornar o aluno mais atuante e mais consciente. Tem uma gestão democrática e participativa, integrando a escola a comunidade buscando representação de ações em pelo menos 70%.

Considerações finais

Contudo ficou claro que esta instituição tem intenção de trabalhar juntamente com a comunidade, visando uma melhor condição de formação dos discentes para transformar o pensamento da sociedade. Para isso trabalham com as diversas estratégias de ensino e práticas pedagógicas, incluindo os temas transversais que são desenvolvidos através de realizações de eventos, como gincanas, competições, trabalhos escritos, concursos de redação e desenhos. Assim concluo minha pesquisa ciente de que a Escola Vida tem vivência democrática e desenvolve suas ações em gestão, pois é através dos trabalhos realizados em grupo que esta instituição consegue maior êxito em suas práticas.














Bibliografia

MENEZES, Ebenezer Takuno de; SANTOS, Thais Helena dos."Currículo escolar"). Dicionário Interativo da Educação Brasileira - EducaBrasil. São Paulo: Midiamix Editora, 2002, http://www.educabrasil.com.br/eb/dic/dicionario.aspid=72, visitado em 14/5/2010.
 
Avalie este artigo:
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Maria Gilmara Mesquita Bezerra Gomes
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Maria Gilmara Mesquita Bezerra Gomes, nasceu em Hidrolândia, Ceará, no dia 14 de março de 1989. Filha de Gilberto Bezerra Dourado e Francisca Amélia de Mesquita Dourado, residiu os primeiros anos de sua vida em Santa Tereza do Alípio, e posteriormente no Distrito de Irajá. No ano de 2002 mudou-se pa...
Membro desde maio de 2010
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: